Sarapatel Engorda? O Que é, Calorias e Análise

Especialista da área:
atualizado em 27/12/2019

Antes de começarmos a analisar se de fato o sarapatel engorda, precisamos conhecer o que é essa comida, não é mesmo?

  Continua Depois da Publicidade  

Pois bem, o sarapatel é uma receita típica da região Nordeste do nosso país, definido como uma espécie de ensopado consistente, que é preparado à base das vísceras do porco, ainda que também possa ser feito com partes de outros animais como o cabrito e o borrego (cordeiro novo, que ainda não está na idade de procriar).

Originalmente, o sarapatel surgiu em Portugal e chegou ao nosso país por intermédio dos próprios colonizadores. A receita, que é apresentada como muito bem temperada e dona de muito sabor, também pode ser completada com ingredientes como limão, tomate, pimentões, cebola, alho, cheiro verde, coentro, hortelã, colorau, óleo, vinagre e pimentas.

As calorias do sarapatel

Vamos procurar entender se o sarapatel engorda ao conhecer qual é a quantidade de calorias que podem ser encontradas no alimento.

Entretanto, já adiantamos aqui que o teor calórico a ser apresentado é meramente uma estimativa, tendo em vista que estamos falando de uma receita que pode ter variações em seus ingredientes e no tamanho das porções desses ingredientes, o que faz com que uma receita de sarapatel possa ter uma quantia de calorias diferente de outra.

Por exemplo, uma porção de 100 g de sarapatel apresenta 129 calorias, ao mesmo tempo em que uma porção de 240 g do alimento é composta por 308 calorias.

Antes de seguirmos em frente, vale ressaltar que não submetemos uma receita de sarapatel a análises nutricionais, simplesmente reproduzimos as informações encontradas na internet.

Falando das calorias do sarapatel, encontramos diversas afirmações de que o sarapatel é um prato considerado calórico, principalmente se for preparado com o toucinho e a tripa do porco.

Ou seja, isso nos demonstra que para uma pessoa que deseja e/ou necessita diminuir o seu peso corporal ou para aqueles que simplesmente querem manter o peso e não engordar, é preciso tomar cuidado com o sarapatel e consumir porções moderadas do alimento esporadicamente.

Outro motivo para consumir o sarapatel com moderação

O sarapatel também deve ser consumido com moderação graças ao fato de ser rico em colesterol. Uma porção de 100 g do alimento pode chegar a apresentar 315 mg de colesterol.

  Continua Depois da Publicidade  

No entanto, vale lembrar que podem haver algumas divergências nesses valores porque cada receita de sarapatel pode trazer ingredientes diferentes, em porções diferentes, o que vai resultar em diferentes valores nutricionais.

De qualquer forma, para quem já sofre de problemas com os níveis de colesterol altos, a atenção deve ser ainda maior, sendo fundamental seguir as recomendações médicas em relação à dieta e checar com o médico como e se o sarapatel pode continuar a ser consumido nas refeições.

Cuidado com os acompanhamentos

Para quem tem medo que o sarapatel engorda, saborear a receita em quantidades moderadas e de vez em quando provavelmente é uma regra. Mas além de cuidar do tamanho da porção e da regularidade do consumo do prato, é necessário preocupar-se com os itens que irão acompanhar o sarapatel.

Esses itens precisam ser saudáveis e nutritivos, além de favorecer o objetivo de manter o peso, não engordar ou perder peso.

Até porque não vai adiantar muita coisa a pessoa servir a si mesma apenas 50 g de sarapatel, se ela acompanhar a iguaria com massas calóricas e copos de refrigerante, não é mesmo?

Para emagrecer, ou pelo menos não engordar, é fundamental que toda a refeição seja montada com cuidado – não somente um de seus integrantes – de modo que excessos não sejam cometidos e o prato forneça nutrientes e energia para o dia a dia.

Um único alimento não pode ser considerado o vilão na luta contra a balança

Se uma pessoa comer pratos de sarapatel frequentemente em um típico almoço nordestino, isso vai favorecer o seu aumento de peso, obviamente. Por outro lado, alguém pode saborear o sarapatel somente de vez em quando em quantias moderadas e não sofrer tantos danos, desde que toda a sua dieta seja saudável, controlada, equilibrada e nutritiva.

O que queremos dizer com isso? Que mais do que a presença do sarapatel em uma dieta, o que influencia se a pessoa vai engordar ou não é o modo pelo qual ela escolhe consumir o típico prato nordestino e qual o contexto da sua dieta.

  Continua Depois da Publicidade  

Como vimos no tópico anterior, se uma pessoa controlar rigorosamente apenas o seu consumo de sarapatel, as exceder com outros alimentos, ela pode sim engordar.

Portanto, além de regular o seu modo de comer a iguaria, quem deseja diminuir o peso corporal ou manter o peso que possui, sem engordar, deve necessariamente ficar de olho em toda a sua alimentação.

Existem casos em que encontrar uma dieta saudável que funcione para a sua rotina e gostos, ao mesmo tempo em que ajuda a atingir os seus objetivos, pode ser um tanto quanto difícil.

Para esses casos, vale a pena contar com o acompanhamento de um nutricionista, que indicará um programa alimentar saudável, controlado, equilibrado, nutritivo e que se encaixe no seu dia a dia, não somente para auxiliar a alcançar os seus objetivos, mas também para fornecer os nutrientes e a energia que o organismo requer para funcionar corretamente.

Além disso, o auxílio do nutricionista é essencial para descobrir como incluir o sarapatel sabiamente na dieta – em que porções e com qual regularidade – de maneira que não fique sem comer a iguaria, porém, também não acabe engordando.

Você já imaginava que o sarapatel engorda? Conhece alguém que coma esse prato com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário