Publicidade

 

5 Tendências da Moda Que Podem Afetar a Sua Saúde

Em junho deste ano, a notícia de que uma mulher de 35 anos de idade, moradora da Austrália, tinha ficado dias sem andar por culpa da calça skinny que usava chamou a atenção na internet. O caso foi atendido no Hospital Royal Adelaide, que fica localizado no sul do país, e afirmou-se que a paciente danificou seus nervos e fibras musculares depois de ter passado muito tempo agachada enquanto trajava o jeans, esvaziando prateleiras para dar uma força a um familiar que estava mudando de casa.

Publicidade

O caso foi tão grave e as panturrilhas da moça ficaram tão inchadas que os médicos precisaram cortar a calça para retirá-la de seu corpo.

No entanto, engana-se quem acredita que essa é a única tendência da moda que pode trazer prejuízos à saúde. Na lista a seguir, você confere outros cinco modismos que podem afetar o corpo negativamente:

1. Jeggings

Essa mistura de calça legging + calça jeans que chamou a atenção no ano de 2010 não é chamada de “a tendência dos infernos” à toa: além de ter uma modelagem desconfortável, o modelo super justo impede a circulação de ar na região, o que ocasiona um crescimento muito grande nas infecções por fungos no local.

9aboaforma

Isso sem contar que por ficar muito grudada, a jegging marca demais o corpo, o que pode causar situações indelicadas e até mesmo indecentes.

2. Corpetes

Utilizado pelas mulheres, muitas vezes com o objetivo de afinar a cinturinha, desde a época da Renascença, é outro item do vestuário que não pode ser considerado um bom amigo da saúde.

Quando o modelo é muito apertado, seu uso pode diminuir a capacidade do pulmão, danificar órgãos internos e causar deformidades ao esqueleto. É preciso ter cuidado mesmo com as versões mais modernas do corpete: vestir um modelo muito pequeno para o seu tamanho pode trazer dores abdominais.

3. Enormes bolsas de mão

Carregar uma bolsa de mão muito grande, e por consequência pesada demais, pode resultar em um aumento de dor nas costas, mudanças drásticas na postura e na maneira de andar, além de trazer dores de cabeça, em alguns casos.

Publicidade

A longo prazo, carregar um peso médio de 6,2 kg em uma bolsa pode acarretar problemas como artrite e degeneração do disco.

Para evitar problemas como esse, não basta se preocupar somente com o tamanho ou peso carregado na bolsa de mão, os médicos também recomendam que o objeto seja levado entre os cotovelos inclinados.

4. Saltos finíssimos 

Os sapatos com saltos finos demais, chamado de sttileto, que se assemelham a um pedaço bem fino de metal, viraram moda da década de 50, no período pós-guerra. Por estimular o corpo a permanecer em uma posição à qual ele não está acostumado, a sua utilização é associada a dores, afetar a postura e o modo de andar de suas usuárias.

Mas não é só isso: uma pesquisa já demonstrou que os saltos finíssimos também são capazes de alterar a estrutura dos músculos e dos tendões.

5. Cirurgia estética

Por si só, a cirurgia já é um procedimento arriscado, então não seria lógico pensar em não fazê-la a não ser que exista uma necessidade em relação à saúde? Entretanto, não são todas as pessoas que pensam dessa maneira, tendo em vista que o Brasil alcançou em 2013 o primeiro lugar no número de cirurgias estéticas realizadas. Foram feitas 1,49 milhão de procedimentos do tipo nesse ano, de acordo com dados de um relatório elaborada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética.

O problema dessas operações é que na busca por uma beleza ideal, e em alguns casos, inalcançável, algumas pessoas não tomam o cuidado necessário para escolher um médico e/ou clínica de confiança ou são enganadas por esses profissionais e acabam sofrendo efeitos colaterais provenientes do procedimento como o estouro de implantes de silicone ou a paralisação permanente de músculos da face por conta do botox.

Para citar apenas um exemplo de como esse tipo de cirurgia pode ser perigosa, vale mencionar aqui o caso da modelo Pamela Baris Nascimento, que já trabalhou como assistente de palco do apresentador Rodrigo Faro, e que morreu enquanto era submetida a uma cirurgia de lipoaspiração. Na ocasião, o médico perfurou o fígado da jovem, o que causou-lhe uma parada cardiorrespiratória.

A moça tinha somente 27 anos de idade e o fato aconteceu em 2012.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já usou ou fez algum procedimento que estava na moda que poderia botar em risco sua saúde? Por que esta escolha? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 4,10 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. A saúde e o conforto devem ser prioridades sempre, por mais que a beleza e a estética possam trazer uma sensação de bem estar o tempo e a saúde sempre cobram no seu tempo. A Moda alternativa precisa caminhar junto com a qualidade de vida! Quase ninguém fala sobre isso, ótimo post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×