Fisiculturista de 25 Anos Morre Por Consumo Excessivo de Proteína

Especialista:
atualizado em 29/01/2020

Uma competidora de fisiculturismo e mãe de dois filhos morreu no dia 22 de junho por conta de uma overdose de proteína, de acordo com Perth Now.

  Continua Depois da Publicidade  

Dois meses se passaram e apenas agora as autoridades australianas descobriram a causa da sua morte. Meegan Hefford, de 25 anos de idade, de Mandurah, Austrália, tinha um transtorno do ciclo da ureia, o que impede o corpo de metabolizar proteínas corretamente.

Meegan estava se preparando para uma competição em setembro e vinha consumindo vários suplementos de proteína, segundo sua mãe, Michelle White. Meegan havia dito a sua mãe, em junho, que estava cansada e “estranha”.

“Eu disse a ela: ‘Eu acho que você está se sobrecarregando na academia, vá com calma, diminua a instensidade”, disse Michelle.

Sua deficiência de metabolizar proteínas e a dieta com teor elevado do nutriente acabou levando-a à morte. A desordem no metabolismo de proteína também fazia acumular nitrogênio em forma tóxica de amônia em seu corpo. Como sua dieta era praticamente apenas de proteína, a situação se agravou.

Meegan foi encontrada inconsciente em seu apartamento no dia 19 de junho e correu para o hospital, onde os médicos levaram dois dias para diagnosticá-la com transtorno do ciclo da ureia. A essa altura, o acúmulo de amônia em seu sangue e fluido em seu cérebro era excessivo, e ela foi declarada com morte cerebral no dia seguinte.

Os médicos indicaram a “ingestão excessiva de suplementos proteicos” como uma das causas da morte de Hefford, juntamente com a desordem.

“Eu sei que existem pessoas além de Meegan que acabam no hospital por terem sobrecarregado sua dieta com proteína”, disse Michelle. “A venda desses produtos precisa ser mais regulada”. “Existem médicos para se consultar quando se procura suplementos, mas quantos jovens fazem isso realmente?”, indagou ela.

Meegan, além de fisiculturista, estudava para medicina enquanto trabalhava parcialmente em um hospital. Ela deixa seus dois filhos, uma menina de 7 anos e um menino de 5 anos.

Você já tinha ouvido falar nessa desordem do metabolismo de proteína? Conhece alguém que consumo esse nutriente em excesso na dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 3,75 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Fisiculturista de 25 Anos Morre Por Consumo Excessivo de Proteína”

  1. Essa headline me mata, como pode a ignorancia matar as pessoas, ela sabia da sua incapacidade de absorver proteina (tanto carne, ovo, frango, iogurte, como suplemento) independentemente da fonte das proteinas, o que ela precisava era o seguimento, que a mae disse, mas ela nao consultou, ignorou esse conhecimento do ciclo da ureia.