Feijão guandu

5 Benefícios do Feijão Guandu – Para Que Serve e Receitas

O feijão guandu, que também pode ser conhecido pelo nome de feijão andu, é cultivado há tempos nas regiões semiáridas.

Além de ser consumido dentro da alimentação, a produção dos grãos de guandu pode ser utilizada para um adubo verde, com o objetivo de recuperar o solo, e para a produção de forragem. As informações são da cartilha “Feijão-guandu: uma boa opção para sua alimentação” da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Para que serve – 5 benefícios do feijão guandu

1. Alimento é nutritivo

O feijão guandu cozido fornece uma série de nutrientes importantes para o nosso organismo funcionar corretamente, de acordo com informações do site Yazio, que fornece dados nutricionais a respeito de uma série de alimentos.

A lista de nutrientes encontrados no alimento cozido inclui carboidratos, proteínas, fibras, cálcio, ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio e vitaminas do complexo B.

2. Fonte de vitamina A

De acordo com a Embrapa, um dos benefícios do feijão guandu é que ele contém mais vitamina A do que a ervilha.

“Quando estão verdes, (os grãos de guandu) têm valor nutritivo superior ao da ervilha. Eles também têm cinco vezes mais vitamina A, que é necessária para a visão e é bastante deficiente na alimentação das populações sertanejas do Nordeste”, segundo a publicação.

Além de ser importante para a visão, a vitamina A também contribui com o crescimento ósseo, a reprodução, as funções celulares, o sistema imunológico e é um antioxidante.

O nutriente também colabora com a formação e a manutenção de dentes saudáveis, do tecido mole, das membranas mucosas e da pele e pode ser necessário para a amamentação.

3. Fonte de proteínas

A cartilha da Embrapa a respeito do feijão guandu também informou que mais um dos benefícios do feijão guandu é servir como fonte de proteínas. De acordo com a publicação, os grãos de guandu possuem 21% de proteína. Entretanto, a cartilha não especificou se esse teor é do grão cozido ou não.

As proteínas estão presentes em todas as células do nosso organismo e o nosso corpo precisa delas para reparar as células e produzir novas.

O nosso organismo também necessita do nutriente para a construção e a manutenção de músculos, dos ossos e da pele.

Além disso, as proteínas fornecem energia ao corpo, auxiliam em relação à sensação de saciedade e são importantes para o crescimento e o desenvolvimento de crianças, adolescentes e mulheres grávidas, informou o portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos.

4. Alimento de fácil digestão

O guandu é um alimento de fácil digestão, tanto que algumas pessoas reclamam que, mesmo comendo uma quantidade suficiente do grão, em pouco tempo sentem fome novamente.

Entretanto, o consumo do guandu ajuda uma pessoa a estar bem alimentada.

5. Feijão guandu para diabetes

Uma reportagem da Folha de São Paulo, o feijão guandu estava sendo testado para o controle da diabetes por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em Piracicaba, SP.

De acordo com a matéria, os estudos foram iniciados em 1979 e testes conduzidos em ratos com altos níveis de açúcar no sangue mostraram que o extrato de guandu verde reduziu essas taxas.

Entretanto, observe que a pesquisa foi feita com ratos – não seres humanos – e que foi avaliado o extrato de guandu, que não sabemos se está disponível no feijão guandu cozido da mesma maneira que esteve na forma do guandu utilizada nos experimentos.

Portanto, antes de achar que o alimento é a solução para a sua diabetes, converse com o seu médico para saber se existem mesmo benefícios do feijão guandu em relação ao seu caso, em particular. E nada de deixar de seguir o tratamento já prescrito pelo médico, está certo?

Como fazer – Receitas com feijão guandu

Agora que já conhecemos algumas características e alguns benefícios do feijão guandu, vamos aprender a preparar algumas receitas com o alimento?

1. Feijão guandu cozido

Ingredientes:

  • 2 copos de feijão guandu cru;
  • ½ pimentão vermelho picadinho;
  • ½ pimentão amarelo picadinho;
  • 3 dentes de alho grandes bem picadinhos;
  • 1 punhado de cebolinha picadinha;
  • Pimenta-do-reino a gosto;
  • Curry a gosto;
  • Temperos fortes a gosto;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

Lavar o feijão e deixa-lo de molho de um dia para o outro; No dia de preparar o feijão guandu cozido, começar escorrendo toda a água do feijão de molho; Na sequência, colocar o feijão dentro de uma panela, cobrir todo o feijão com água e levar ao fogo para cozinhar até a água ferver. Então, escorrer a água da fervura e cobrir o feijão com uma nova água limpa (isso serve para tirar o amargo excessivo do feijão guandu).

Levar a panela ao fogo novamente e deixar o feijão cozinhar até ficar ligeiramente macio – não colocar sal na panela antes do feijão ficar macio porque isso pode endurecer a sua casca e fazer com que ele demore muito mais para amolecer.

Quando o feijão estiver se tornando macio, acrescentar o alho, os pimentões, os temperos e o sal. Provar para checar se o tempero está do seu gosto e acrescentar mais caso julgue necessário. Sempre que precisar, colocar mais água na panela e mexer de vez em quando para misturar bem o feijão e os outros ingredientes; Uma vez que os temperos tiverem sido ajustados e o feijão estiver completamente macio, adicionar a cebolinha picada, desligar o fogo, esperar esfriar um tantinho e servir-se.

2. Sopa de feijão guandu com brócolis e cenoura

Ingredientes:

  • ½ xícara de feijão guandu cru;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 2 cenouras pequenas descascadas, lavadas e cortadas em rodelas não muito finas;
  • 1 talo de salsão cortado em fatias não muito finas;
  • 1 cebola pequena cortada em cubos;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 1 pimenta dedo-de-moça fresca cortada em cubinhos, sem as sementes;
  • 1 ramo de alecrim;
  • Folhas de tomilho fresco a gosto;
  • ½ unidade de brócolis – separar os florestes e cortar os caules grossos em pedacinhos menores;
  • Azeite;
  • Queijo ralado;

Modo de preparo:

Levar o feijão para uma panela, cobrir com água, tampar e levar ao fogo até que ferva. Então, descartar a primeira água e adicionar todos os ingredientes, com exceção dos brócolis, do azeite, do tomilho e do queijo ralado, cobrir com outra água e levar novamente ao fogo com a tampa para ferver.

Depois que ferver, diminuir a temperatura e esperar o feijão cozinhar al dente, o que pode levar aproximadamente uma hora – o tempo pode ser menor se o feijão tiver ficado de molho no dia anterior ou maior caso ele não seja muito novo; Em seguida, retirar o ramo de alecrim, adicionar os brócolis e mexer para cozinhar mais um pouco, conforme você achar necessário. Se em sua opinião faltar caldo, acrescentar mais água à panela. Aproveitar para provar o sal e corrigir, se julgar que precisa;

Então, desligar o fogo, esperar dar uma esfriada, porém, servir a sopa ainda quente, finalizando com o tomilho fresco, um fio de azeite em cada prato e o queijo ralado.

Você já conhecia o alimento e tinha ouvido falar dos benefícios do feijão guandu para a saúde? Pretende incluir essas receitas em sua dieta agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*