Home » Dieta » A Dieta Que Pode Cortar Riscos de Demência, Doença Cardíaca, Câncer e Ajudar a Emagrecer
Dieta MIND

A Dieta Que Pode Cortar Riscos de Demência, Doença Cardíaca, Câncer e Ajudar a Emagrecer

A dieta MIND tem gerado muita repercussão ultimamente e com boas razões. MIND combina aspectos da dieta mediterrânea e da dieta DASH para criar um plano alimentar focado na saúde do cérebro – mais especificamente a prevenção da demência e do declínio cognitivo relacionado à idade.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas a dieta MIND também oferece outros benefícios, incluindo a redução do risco de doenças crônicas e até mesmo a promoção da perda de peso. As pesquisas corroboram sua eficácia e ela pode ser seguida por qualquer pessoa.

Veja como segui-la, o que as pesquisas dizem e possíveis desvantagens a serem percebidas.

O que é a dieta MIND?

MIND, em português “mente”, é a sigla em inglês para Intervenção DASH-Mediterrânea para Atraso Neurodegenerativo (Mediterranean-DASH Intervention for Neurodegenerative Delay).

Parece complicado, mas o pensamento por trás disso é simples. Em vez de um plano de refeições definido, a principal diretriz da dieta MIND é comer regularmente mais porções de 10 alimentos comprovadamente bons para a defesa do cérebro:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Verduras: seis ou mais porções por semana;
  • Todos os outros vegetais: pelo menos uma porção por dia, particularmente vegetais sem amido;
  • Nozes: cinco porções ou mais por semana;
  • Bagas: pelo menos duas porções por semana;
  • Feijão: no mínimo quatro porções por semana;
  • Azeite: para ser utilizado como o seu principal óleo de preparação e de cozinha;
  • Grãos integrais: pelo menos três porções por dia;
  • Peixe: pelo menos uma vez por semana, particularmente peixes gordurosos ricos em ômega-3, como salmão, sardinha, cavala, truta e atum;
  • Aves: frango ou peru duas vezes por semana ou mais (mas não frito)

O azeite também faz parte da dieta MIND; ele deve ser usado como seu principal óleo de cozinha. O método de preparação de alimentos a evitar é fritar. O plano sugere manter sua ingestão de alimentos fritos para uma vez por semana ou menos.

Na lista de alimentos a serem limitados estão manteiga e margarina (menos de 1 colher de sopa por dia), queijo (uma porção por semana ou menos), vinho (não mais que um copo por dia), carne vermelha (não mais que três porções semanais) e doces (limite de quatro vezes por semana).

Benefícios da dieta MIND

A dieta MIND tem muitos prós. É claramente um padrão alimentar saudável, focado em alimentos integrais e ricos em nutrientes. Como esses alimentos são ricos em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes, seguir a dieta MIND pode resultar em uma variedade de benefícios para a saúde. Estes incluem a prevenção de doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer, bem como reduções na pressão arterial e melhoria da saúde digestiva.

Nos estudos, o plano mostrou reduzir a inflamação, um conhecido fator desencadeante do envelhecimento prematuro e de doenças.

Uma ressalva: já que a MIND é mais recente que a dieta mediterrânea e a dieta DASH, há menos estudos sobre seus resultados. No entanto, a pesquisa publicada é impressionante. Em um estudo de quase mil adultos mais velhos, aqueles que seguiram a dieta MIND à risca tiveram um risco 53% menor de desenvolver o mal de Alzheimer em comparação com aqueles que se afastaram das diretrizes da MIND.

As pesquisas também já mostraram que a dieta mediterrânea é boa para o cérebro. Uma recente revisão de estudos a relacionou a uma melhor memória e menor declínio cognitivo, não apenas em adultos mais velhos, mas também em pessoas mais jovens.

  Continua Depois da Publicidade  

Desvantagens da dieta MIND

A MIND resume-se basicamente a isso que citamos, mas a execução pode ser complicada. Por exemplo, muitos não têm ideia do que é uma porção de nozes, cereais integrais ou outros alimentos. E a maioria também sofre para transformar as diretrizes da MIND em planos e receitas concretas.

Como o plano se concentra em alimentos integrais e ricos em fibras, ele também pode ajudar a perder peso, desde que você não esteja comendo demais os alimentos permitidos. Comer muito até mesmo de alimentos saudáveis, como quinoa, arroz integral e nozes, pode evitar a perda de peso bem-sucedida.

Você deve tentar a dieta MIND?

Conclusão: A dieta MIND é uma abordagem sólida, saudável e sustentável para a alimentação. Se você precisar de ajuda para transformar o esquema básico em exatamente o que e quanto comer, considere consultar um nutricionista, que pode adaptar o plano às suas necessidades e objetivos.

  Continua Depois da Publicidade  

Você já tinha ouvido falar da dieta MIND? O que acha de experimentar esse plano alimentar para obter todos esses benefícios? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*