Alektos Engorda? Dá Sono? Para Que Serve, Posologia e Efeitos Colaterais

Veja a seguir se o medicamento Alektos engorda, se ele dá sono, para que serve esse remédio e seus possíveis efeitos colaterais.

Um dos efeitos colaterais mais temidos do tratamento com remédios certamente é a flutuação no peso. Se não dá para evitar usar um medicamento que possa causar reações do tipo, o que dá para fazer é preparar-se para lidar com elas.

Para isso, é preciso saber de antemão se um remédio pode afetar o peso ou não. Vamos investigar se o Alektos engorda, além de conhecer melhor outros aspectos do remédio?

Para as mulheres que possuem esse tipo de preocupação, também vai valer a pena descobrir se um medicamento anticoncepcional engorda, por exemplo.

O que é e para que serve Alektos?

Antes de começarmos a abordar se Alektos engorda ou não, precisamos ser apresentados ao medicamento, não é mesmo? Pois bem, o que temos aqui é um remédio da categoria dos antialérgicos, que é de uso oral, adulto e pediátrico a partir dos 12 anos de idade.

Ele pode ser indicado ao tratamento dos sintomas da rinoconjuntivite alérgica, como espirros, nariz entupido (congestão nasal), coceira e secreção nasal e olhos vermelhos e lacrimejantes. O médico também pode prescrever Alektos para tratar os sintomas da urticária crônica, como erupções da pele com placas avermelhadas (eritemas) e pápulas, acompanhadas de coceira.

Para comprar o medicamento, é necessário apresentar a prescrição médica branca comum.

E então, será que Alektos engorda?

De acordo com a bula de Alektos em comprimidos, é possível que o medicamento provoque o ganho de peso, entretanto, o efeito não é observado em todos os pacientes que usam o remédio.

Tanto o aumento de peso em si quanto a elevação do apetite, algo que pode favorecer um ganho de peso, aparecem listados pelo documento como possíveis reações adversas de Alektos.

Entretanto, ambos estão classificados no grupo dos efeitos colaterais comuns, ou seja, que podem atingir até 1 em 100 pacientes a 1 em 1000 pacientes que utilizam o medicamento.

Para quem perceber que engordou ou que teve o seu apetite aumentado ao longo do tratamento com o remédio, especialmente se isso acontecer de maneira expressiva, é aconselhável informar o médico a respeito do problema para confirmar se realmente Alektos engorda para você e saber o que deve fazer para amenizar os problemas.

É importante ter em mente que outros fatores como uma alimentação de baixa qualidade, composta por comidas calóricas, gordurosas e cheias de açúcares, também causam a elevação do peso corporal.

  Continua Depois da Publicidade  

Não interrompa o tratamento com Alektos sem antes consultar o médico porque isso pode ser perigoso para a sua saúde.

Alektos dá sono?

Quando pensamos em antialérgicos, outro efeito colateral que costuma ser bastante associado a essa classe de medicamentos é a sonolência. Mas será que Alektos dá sono mesmo?

Mais uma vez recorremos à bula do medicamento para descobrir isso e, conforme informa o documento, é possível que o paciente fique com sono durante o tratamento com o remédio. Isso porque a sonolência é mencionada como outra das possíveis reações adversas de Alektos.

Ela aparece classificada no grupo dos efeitos colaterais comuns, ou seja, que podem atingir até 1 em 10 pacientes que utilizam o medicamento.

Caso você experimente a sonolência durante o seu tratamento com o remédio, tenha a cautela de tomar cuidado ou até mesmo evitar atividades que requerem atenção como a direção de veículos e a operação de máquinas e peça ajuda de outras pessoas quando necessitar dessas tarefas.

Outros efeitos colaterais de Alektos

De acordo com a bula de Alektos em comprimidos, o medicamento também pode provocar as seguintes reações adversas:

Reações comuns – que podem afetar até 1 em 10 pacientes

  • Dor de cabeça.

Reações incomuns – que podem afetar até 1 em 100 pacientes a 1 em 1000 pacientes

  • Traçado anormal do coração no eletrocardiograma (ECG);
  • Alterações de determinadas enzimas do fígado (gama-glutamil transferase, alanina aminotransferase e aspartato aminotransferase);
  • Tontura;
  • Dor de estômago
  • Fadiga;
  • Batimento irregular do coração;
  • Náusea;
  • Ansiedade;
  • Nariz seco
  • Desconforto nasal;
  • Dor de barriga;
  • Diarreia;
  • Inflamação da parede do estômago;
  • Vertigem;
  • Sensação de fraqueza;
  • Sede;
  • Dificuldade para respirar;
  • Boca seca;
  • Dificuldade de digestão;
  • Coceira;
  • Herpes oral (feridas de frio);
  • Febre;
  • Tinido (ruído de sino nos ouvidos);
  • Dificuldade para dormir;
  • Alterações no exame de sangue que mostram como os rins estão funcionando (aumento de creatinina no sangue);
  • Aumento de gordura no sangue (aumento de triglicérides no sangue).

Reações com frequência desconhecida

  • Palpitações no coração;
  • Taquicardia (batimento rápido do coração);
  • Reações alérgicas, cujos sinais podem incluir dificuldade para respirar, tontura, desmaio ou perda de consciência, inchaço da face, lábios, língua ou garganta e/ou inchaço e vermelhidão da pele e vômitos.

Ao experimentar algum dos efeitos colaterais descritos na lista acima ou ainda algum outro tipo de reação adversa, avise o médico a respeito do problema, mesmo que não imagine se tratar de um sintoma tão grave assim.

Isso é importante para verificar a seriedade do efeito colateral em questão, receber o tratamento necessário e saber se deve continuar ou não a utilizar Alektos.

Contraindicações e outros cuidados com Alektos

A lista de contraindicações do medicamento inclui:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Casos de hipersensibilidade conhecida à bilastina ou aos demais componentes da fórmula do remédio;
  • Menores de 12 anos de idade;
  • Mulheres grávidas – a não ser quando for absolutamente necessário e somente sob a orientação e acompanhamento do médico;
  • Mulheres que amamentam – a não ser quando for absolutamente necessário e somente sob a orientação e acompanhamento do médico.

Uma vez que os anti-histamínicos como Alektos interferem nos testes cutâneos de alergia, ao receber a solicitação médica para realizar um exame do tipo, o paciente deverá informar ao médico que faz uso do medicamento.

Antes de iniciar o tratamento com o remédio, o paciente precisa relatar ao médico todos os outros medicamentos, suplementos e plantas que utilize para que o profissional verifique se não é perigoso administrar Alektos ao mesmo tempo em que a substância em questão.

Alektos tem corticoide?

O princípio ativo do medicamento é a bilastina, uma substância apresentada pela bula de Alektos em comprimidos como um composto anti-histamínico de segunda geração com atividade anti-inflamatória.

Os anti-histamínicos são remédios que tratam os sintomas da alergia por meio do bloqueio das histaminas, substâncias químicas que são liberadas quando o sistema imunológico excessivamente sensível de uma pessoa responde a um alérgeno.

Posologia – Como usar Alektos?

O medicamento não pode ser ingerido com alimentos ou bebidas – inclusive suco de frutas – porque isso pode diminuir o seu efeito.

Para evitar uma redução no efeito do remédio, a recomendação é esperar uma hora depois de tomar Alektos para consumir alguma comida ou suco de frutas ou aguardar duas horas após a ingestão de um alimento ou suco de frutas para tomar o remédio.

A administração de Alektos deve ocorrer exclusivamente via oral, em jejum e na companhia de uma quantidade suficiente de água para facilitar na hora de engolir o comprimido.

A recomendação em relação à dosagem é tomar um comprimido de 20 mg de Alektos por dia em uma dose única. Entretanto, o paciente sempre deve seguir as orientações que forem passadas pelo médico em relação à posologia do medicamento. Quem tem algum outro tipo de problema de saúde deve informar ao médico para que ele verifique se não é preciso fazer ajustes na dosagem.

A duração indicada do tratamento com o remédio para cada caso depende do tipo, da duração e do curso dos sintomas apresentados e deve ser determinada pelo médico.

Atenção: este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir a consulta ao médico e a leitura completa da bula que precisam acontecer antes de iniciar o tratamento com qualquer remédio, o que inclui Alektos.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já percebeu que Alektos engorda para você? Pretende continuar ou mudar o tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário