Artrose no joelho – Sintomas e como tratar

Especialista:
atualizado em 26/01/2021

Dor e inchaço no joelho? Pode ser artrose. Confira então quais são os sintomas e saiba como tratar a artrose no joelho.

  Continua Depois da Publicidade  

Com o passar do tempo, as articulações do nosso corpo ficam cada vez mais desgastadas. Por isso, é comum o desenvolvimento de doenças como a artrose.

De fato, a artrose no joelho é uma doença crônica que afeta a articulação. Trata-se de um tipo de artrite em que as articulações do joelho inflamam – causando inchaço, dor e rigidez como principais sintomas.

Apesar da artrose ocorrer em outras articulações, a condição é bastante comum no joelho devido à grande pressão que o local sofre nas atividades do dia a dia – como caminhar e subir ou descer escadas, por exemplo.

Embora não tenha cura, é possível ter uma boa qualidade de vida se você souber como tratar a artrose no joelho.

Artrose no joelho

dor no joelho

Ao redor da articulação temos a cartilagem, e é o desgaste dela que causa o que chamamos de artrose ou osteoartrite.

Vale lembrar que existem muitos tipos de artrite, mas no joelho o tipo mais comum é a artrose. 

Nessa condição, a cartilagem que reveste a articulação do joelho se desgasta naturalmente ao longo do tempo. Como resultado, os ossos perdem parte do amortecimento e lubrificação natural e passam a encostar uns nos outros.

Antes de mais nada, é importante lembrar que no joelho está a maior articulação do corpo. E apesar de ser extremamente resistente, a articulação do joelho fica mais propensa a danos conforme ficamos mais velhos.

Além da idade acima de 45 anos ser um fator de risco, ser mulher também pode aumentar as chances de desenvolver artrose mais cedo. A saber, outros fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da doença incluem:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Obesidade ou sobrepeso;
  • Sedentarismo;
  • Lesões prévias nos ossos ou nos ligamentos do joelho;
  • Doenças articulares pré-existentes;
  • Deformidades ósseas;
  • Doenças inflamatórias prévias;
  • Prática de exercícios repetitivos ou de impacto;

Mesmo sem esses fatores de risco, uma pessoa está sujeita a sofrer degeneração da cartilagem e desenvolver artrose no joelho.

Sintomas de artrose no joelho

A artrose pode causar os seguintes sintomas:

  • Dor;
  • Rigidez;
  • Estalos ao movimentar o joelho;
  • Limitação dos movimentos;
  • Dificuldade para apoiar a perna;
  • Atrofia muscular na coxa;
  • Inchaço;
  • Sensibilidade;
  • Esporão ósseo;
  • Sensação de calor na região do joelho;
  • Fraqueza no joelho.

A depender da causa da osteoartrite, a inflamação pode afetar um ou ambos os joelhos.

Para confirmar o diagnóstico além dos sintomas, o médico pode solicitar exames de imagem como o exame de raios X e a ressonância magnética, por exemplo. Além disso, um exame de sangue e uma análise de fluido articular podem ajudar na identificação da artrose.

Como tratar a artrose no joelho

sintomas de artrose no joelho

Por não ter cura, o tratamento da artrose no joelho consiste em estratégias para aliviar o desconforto causado pela doença.

Analgésicos e anti-inflamatórios não esteroides

O paracetamol é uma das melhores opções para aliviar a dor nos joelhos. Outras opções incluem o ibuprofeno e o naproxeno sódico, por exemplo.

Suplementos

Apesar de não existir comprovação científica, suplementos de condroitina e glicosamina parecem ajudar na produção de colágeno. Assim, eles podem ser úteis para evitar a progressão da artrose.

Corticoides

Em casos de muito inchaço ou de dores muito fortes que não melhoram com um anti-inflamatório comum, o corticoide é uma boa saída.

  Continua Depois da Publicidade  

As injeções de corticoides – como a triancinolona ou a cortisona, por exemplo – ajudam no alívio imediato de inflamações graves. 

Ácido hialurônico

O ácido hialurônico pode ser injetado para aliviar a dor e a rigidez articular. Isso funciona porque o ácido hialurônico está presente naturalmente no líquido articular e tem um papel importante na lubrificação local. 

Dessa forma, o ácido pode ajudar a reduzir o atrito entre os ossos e a diminuir o desconforto..

Fisioterapia

Ser acompanhado por um fisioterapeuta é importante para que ele te ensine exercícios que servem para fortalecer os músculos que ficam em volta da articulação.

Além de fortalecer os músculos, a fisioterapia é capaz de:

  • Melhorar a flexibilidade;
  • Diminuir a dor e a rigidez articular;
  • Evitar complicações de saúde.

Cirurgia

A cirurgia pode ser útil para fazer reparos no joelho. A artroscopia, por exemplo, serve tanto para examinar o local quanto para fazer pequenos reparos.

A osteotomia é outro procedimento cirúrgico que serve para:

  • Realinhar os ossos do joelho;
  • Distribuir melhor o peso do corpo;
  • Evitar danos adicionais à articulação.

Por fim, também é possível fazer uma cirurgia para substituir a articulação comprometida por um implante ou prótese artificial.

Estilo de vida

Os ajustes no estilo de vida servem para retardar o progresso da doença e proteger a articulação do joelho. Mesmo em casos de cirurgia, é importante seguir as dicas abaixo pois as articulações artificiais também sofrem desgaste ao longo dos anos.

Assim, algumas mudanças no seu dia a dia podem incluir:

  • Reduzir atividades que pioram a artrose, como subir escadas, por exemplo;
  • Procurar fazer atividades físicas de baixo impacto no joelho, como ciclismo ou natação, por exemplo;
  • Perder peso a fim de diminuir a pressão sobre a articulação do joelho;
  • Fazer compressas quente e fria de forma alternada a fim de relaxar os músculos e aliviar a dor;
  • Usar acessórios como bengalas ou palmilhas especiais indicadas por um médico a fim de reduzir a pressão sobre os joelhos ao caminhar.

Ainda que você sinta um pouco de desconforto, é fundamental fortalecer os músculos inferiores e praticar ao menos uma atividade física de baixo impacto regularmente.

Se mesmo com essas dicas a osteoartrite estiver prejudicando a sua qualidade de vida, você pode procurar um terapeuta ocupacional, pois esse profissional vai te ajudar a melhorar os seus hábitos e a adaptar o ambiente e as suas atividades cotidianas a impactar menos o seu joelho. 

Embora seja difícil conviver com uma doença crônica como a artrose no joelho, é possível encontrar uma combinação de tratamentos que funcionem para você e, assim, ter uma boa qualidade de vida.

Fontes e Referências Adicionais

Você tem algum sintoma de artrose no joelho? Se sim, já procurou um médico? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Artrose no joelho – Sintomas e como tratar”

  1. Dr. Tenho um pequeno derrame nos dois joelhos. Tb dores devido ao desgaste das cartilagens. Médico recomendou Pilates e o disfor artro. Está certo?