Artrose no joelho – Sintomas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 26/01/2021

Dor e inchaço no joelho? Pode ser artrose. Confira então quais são os sintomas e saiba como tratar a artrose no joelho.

Com o passar do tempo, as articulações do nosso corpo ficam cada vez mais desgastadas. Por isso, é comum o desenvolvimento de doenças como a artrose.

  Continua Depois da Publicidade  

De fato, a artrose no joelho é uma doença crônica que afeta a articulação. Trata-se de um tipo de artrite em que as articulações do joelho inflamam – causando inchaço, dor e rigidez como principais sintomas.

Apesar da artrose ocorrer em outras articulações, a condição é bastante comum no joelho devido à grande pressão que o local sofre nas atividades do dia a dia – como caminhar e subir ou descer escadas, por exemplo.

Embora não tenha cura, é possível ter uma boa qualidade de vida se você souber como tratar a artrose no joelho.

Artrose no joelho

dor no joelho

Ao redor da articulação temos a cartilagem, e é o desgaste dela que causa o que chamamos de artrose ou osteoartrite.

Vale lembrar que existem muitos tipos de artrite, mas no joelho o tipo mais comum é a artrose. 

  Continua Depois da Publicidade  

Nessa condição, a cartilagem que reveste a articulação do joelho se desgasta naturalmente ao longo do tempo. Como resultado, os ossos perdem parte do amortecimento e lubrificação natural e passam a encostar uns nos outros.

Antes de mais nada, é importante lembrar que no joelho está a maior articulação do corpo. E apesar de ser extremamente resistente, a articulação do joelho fica mais propensa a danos conforme ficamos mais velhos.

Além da idade acima de 45 anos ser um fator de risco, ser mulher também pode aumentar as chances de desenvolver artrose mais cedo. A saber, outros fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da doença incluem:

  • Obesidade ou sobrepeso;
  • Sedentarismo;
  • Lesões prévias nos ossos ou nos ligamentos do joelho;
  • Doenças articulares pré-existentes;
  • Deformidades ósseas;
  • Doenças inflamatórias prévias;
  • Prática de exercícios repetitivos ou de impacto;

Mesmo sem esses fatores de risco, uma pessoa está sujeita a sofrer degeneração da cartilagem e desenvolver artrose no joelho.

Sintomas de artrose no joelho

A artrose pode causar os seguintes sintomas:

  • Dor;
  • Rigidez;
  • Estalos ao movimentar o joelho;
  • Limitação dos movimentos;
  • Dificuldade para apoiar a perna;
  • Atrofia muscular na coxa;
  • Inchaço;
  • Sensibilidade;
  • Esporão ósseo;
  • Sensação de calor na região do joelho;
  • Fraqueza no joelho.

A depender da causa da osteoartrite, a inflamação pode afetar um ou ambos os joelhos.

  Continua Depois da Publicidade  

Para confirmar o diagnóstico além dos sintomas, o médico pode solicitar exames de imagem como o exame de raios X e a ressonância magnética, por exemplo. Além disso, um exame de sangue e uma análise de fluido articular podem ajudar na identificação da artrose.

Como tratar a artrose no joelho

sintomas de artrose no joelho

Por não ter cura, o tratamento da artrose no joelho consiste em estratégias para aliviar o desconforto causado pela doença.

Analgésicos e anti-inflamatórios não esteroides

O paracetamol é uma das melhores opções para aliviar a dor nos joelhos. Outras opções incluem o ibuprofeno e o naproxeno sódico, por exemplo.

Suplementos

Apesar de não existir comprovação científica, suplementos de condroitina e glicosamina parecem ajudar na produção de colágeno. Assim, eles podem ser úteis para evitar a progressão da artrose.

Corticoides

Em casos de muito inchaço ou de dores muito fortes que não melhoram com um anti-inflamatório comum, o corticoide é uma boa saída.

As injeções de corticoides – como a triancinolona ou a cortisona, por exemplo – ajudam no alívio imediato de inflamações graves. 

  Continua Depois da Publicidade  

Ácido hialurônico

O ácido hialurônico pode ser injetado para aliviar a dor e a rigidez articular. Isso funciona porque o ácido hialurônico está presente naturalmente no líquido articular e tem um papel importante na lubrificação local. 

Dessa forma, o ácido pode ajudar a reduzir o atrito entre os ossos e a diminuir o desconforto..

Fisioterapia

Ser acompanhado por um fisioterapeuta é importante para que ele te ensine exercícios que servem para fortalecer os músculos que ficam em volta da articulação.

Além de fortalecer os músculos, a fisioterapia é capaz de:

  • Melhorar a flexibilidade;
  • Diminuir a dor e a rigidez articular;
  • Evitar complicações de saúde.

Cirurgia

A cirurgia pode ser útil para fazer reparos no joelho. A artroscopia, por exemplo, serve tanto para examinar o local quanto para fazer pequenos reparos.

A osteotomia é outro procedimento cirúrgico que serve para:

  • Realinhar os ossos do joelho;
  • Distribuir melhor o peso do corpo;
  • Evitar danos adicionais à articulação.

Por fim, também é possível fazer uma cirurgia para substituir a articulação comprometida por um implante ou prótese artificial.

Estilo de vida

Os ajustes no estilo de vida servem para retardar o progresso da doença e proteger a articulação do joelho. Mesmo em casos de cirurgia, é importante seguir as dicas abaixo pois as articulações artificiais também sofrem desgaste ao longo dos anos.

Assim, algumas mudanças no seu dia a dia podem incluir:

  • Reduzir atividades que pioram a artrose, como subir escadas, por exemplo;
  • Procurar fazer atividades físicas de baixo impacto no joelho, como ciclismo ou natação, por exemplo;
  • Perder peso a fim de diminuir a pressão sobre a articulação do joelho;
  • Fazer compressas quente e fria de forma alternada a fim de relaxar os músculos e aliviar a dor;
  • Usar acessórios como bengalas ou palmilhas especiais indicadas por um médico a fim de reduzir a pressão sobre os joelhos ao caminhar.

Ainda que você sinta um pouco de desconforto, é fundamental fortalecer os músculos inferiores e praticar ao menos uma atividade física de baixo impacto regularmente.

Se mesmo com essas dicas a osteoartrite estiver prejudicando a sua qualidade de vida, você pode procurar um terapeuta ocupacional, pois esse profissional vai te ajudar a melhorar os seus hábitos e a adaptar o ambiente e as suas atividades cotidianas a impactar menos o seu joelho. 

Embora seja difícil conviver com uma doença crônica como a artrose no joelho, é possível encontrar uma combinação de tratamentos que funcionem para você e, assim, ter uma boa qualidade de vida.

Fontes e Referências Adicionais

Você tem algum sintoma de artrose no joelho? Se sim, já procurou um médico? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário

1 comentário em “Artrose no joelho – Sintomas e como tratar”

  1. Dr. Tenho um pequeno derrame nos dois joelhos. Tb dores devido ao desgaste das cartilagens. Médico recomendou Pilates e o disfor artro. Está certo?

    Responder