Especialista da Área:

Basófilos Altos ou Baixos Demais – O Que Significa

O sangue é o meio que o corpo utiliza para transportar todo o oxigênio e os nutrientes para as diversas células no organismo. Ele também é responsável pela eliminação do gás carbônico e de outras substâncias que precisam ser eliminadas do corpo, ajudando na limpeza e na desintoxicação.

O sangue é produzido na medula óssea e este é dividido, basicamente, em três componentes: o plasma, os glóbulos brancos e os glóbulos vermelhos. No grupo dos glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, existem vários tipos de células que atuam de forma diferente dentro do organismo, entre elas os basófilos.

Vamos conhecer o que significa o problema de basófilos altos ou de basófilos baixos, aprender sobre sua função e mais sobre a sua importância no organismo.

O que são os basófilos?

Os leucócitos, também chamados de glóbulos brancos, são células incolores, de formato esférico, produzidas pela medula óssea e que podem ser encontradas ao longo de todo o corpo humano, principalmente no sangue e no sistema linfático. Eles são agrupados em duas categorias: os leucócitos mononucleares (formados pelos linfócitos e pelos monócitos) e os polimorfonucleares (formados pelos neutrófilos, eosinófilos e basófilos).

Os basófilos são células do sistema imunológico e que fazem parte do grupo dos leucócitos que contêm grânulos no citoplasma, ou seja, participam do grupo dos leucócitos granulócitos. Neste grupo também se encontram os neutrófilos e os eosinófilos que, basicamente, são células responsáveis por toda a defesa do organismo, auxiliando no combate a infecções.

O sistema imunológico, por sua vez, é a forma como o corpo se defende em resposta à ação de agentes patogênicos. Esta resposta acontece através das células do sistema imune que produzem anticorpos e através de substâncias que combatem estes agentes. Neste caso, portanto, cada célula possui uma determinada função no sistema imune, atuando de maneira específica.

Os basófilos possuem diversas funções e são responsáveis pela liberação de algumas substâncias importantes. A primeira dessas substâncias é a heparina, que atua como um potente anticoagulante, impedindo a coagulação sanguínea e ajudando a acelerar a remoção de partículas de gordura do sangue.

A segunda substância é a histamina, que causa as alergias e que também atua como vasodilatora. A histamina, por sua vez, é liberada no organismo e atua através da ligação com receptores encontrados nas diferentes células-alvo. A histamina é um dos principais mediadores químicos envolvidos nas respostas inflamatórias anafiláticas e também nas respostas alérgicas.

Tanto a heparina quanto a histamina são consideradas substâncias mediadoras de inflamação, atuando nos processos do sistema imunológico.

Qual a importância dos exames de sangue?

Os exames de sangue são um dos mais importantes exames dentro do grupo de análises clínicas e laboratoriais que são feitas pelos médicos para a realização de diagnósticos e também para a verificação da saúde de seus pacientes. O hemograma completo inclui todos os testes laboratoriais utilizados para examinar as células do sangue e através destes testes é possível verificar a contagem de cada uma dessas células.

Quando ocorre a proliferação de micro-organismos, por exemplo, isto irá desencadear um conjunto de respostas do organismo em função da agressão realizada pelos agentes patogênicos. Esta resposta irá envolver todo o corpo, independente do tecido que foi afetado.

Neste caso, a medula óssea tem contribuição fundamental na realização da resposta do processo inflamatório, liberando e aumentando a produção de leucócitos conforme a necessidade. No hemograma é possível se observar, assim, esta resposta medular em função de cada caso.

Entre os diversos tipos de hemogramas está o chamado leucograma, que envolve a interpretação dos dados de toda a série branca do sangue, incluindo-se os leucócitos ou glóbulos brancos. Este exame tem a função de identificar a contagem total e diferencial destas células, podendo-se avaliar, assim, se há basófilos altos, basófilos baixos ou se estes estão dentro do normal.

O que significa basófilos altos?

A contagem de basófilos é também possível de ser verificada através do exame de hemograma. Os basófilos, no entanto, são encontrados em poucas quantidades no sangue, atingindo no máximo 2% do total de células sanguíneas.

Além disso, para cada tipo de célula, existem valores de referência que determinam a quantidade normal destas no organismo, ajudando no possível diagnóstico em caso de alterações. Tanto em mulheres quanto em homens, as quantidades de basófilos encontradas são bastante pequenas e, normalmente, atingem o máximo de 200 células/mm3.

Quando ocorre o problema de basófilos altos, isto pode indicar que o sistema imune tenha detectado algum problema de alergia no organismo ou uma possível inflamação prolongada como quando acontece nos casos de asma, rinite ou de urticária, por exemplo. Desta forma, os basófilos liberam mais histamina e heparina como forma de combater estes problemas.

Existem várias possíveis causas para os níveis de basófilos altos, que é um problema também conhecido como basofilia. Este aumento pode estar relacionado a problemas de sinusite e rinite, que são inflamações nas vias respiratórias, pode estar associado à colite ulcerativa, que é uma inflamação do intestino, e às artrites, que são inflamações nas juntas dos corpos.

O aumento de basófilos também pode ocorrer em função de problemas de insuficiência renal crônica, de anemia hemolítica, que está relacionada ao menor transporte de oxigênio e nutrientes pelo sangue, e também em função de varíola, varicela, doença de Hodgkin, leucemia ou como problema após os tratamentos de quimioterapia.

O que significa basófilos baixos?

Outra situação que pode ser identificada através do hemograma é o caso de basófilos baixos, também chamado de basopenia. Apesar de ser normal a presença de uma pequena quantidade de basófilos no sangue, quando estes valores estão abaixo de 20 células/mm3, isto pode indicar alguns problemas no organismo.

Entre as possíveis causas para este problema estão a ingestão de medicamentos que possam enfraquecer o sistema imunológico, como é o caso dos corticoides, a presença de problemas como a urticária, doenças endócrinas como a síndrome de Cushing e o hipertiroidismo, infecção aguda, ovulação ou gravidez, assim como também pode acontecer em períodos de maior ansiedade e estresse.

Conclusão

A realização dos exames médicos de rotina é fundamental para nossa saúde. Os exames de sangue, por exemplo, auxiliam na avaliação da contagem de células sanguíneas que possuem papel essencial na manutenção da saúde e no combate de doenças através do sistema imunológico.

Existem muitas causas relacionadas às alterações nos valores normais destas células, sendo sempre importante o acompanhamento para que sejam identificados quaisquer problemas de forma adequada e também de forma prévia.

Fontes e Referências Adicionais:

Você foi diagnosticado, através de um exame de sangue, com basófilos altos ou baixos? O que seu médico recomendou? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (30 votos, média: 4,07 de 5)
Loading...

5 comentários em “Basófilos Altos ou Baixos Demais – O Que Significa”

  1. Tenho 89 anos de idade, e o meu resultado do exame de sangue deu : HDL-COLESTEROL 29 mg/dl.
    Por gentileza está normal ?
    Muito grato! Marzola

Deixe um comentário