Bromelaína – O Que é, Benefícios e Para Que Serve

A bromelaína é uma enzima encontrada na composição do abacaxi ou comercializada na forma de suplemento, que é conhecida como um agente anti-inflamatório e anti-inchaço.

Acredita-se que a substância atue provocando o corpo a produzir substâncias que combatem a dor e o inchaço e que ela contenha substâncias químicas que desaceleram a coagulação sanguínea.

Para que serve – Os benefícios associados à bromelaína 

Agora que já vimos o que é a bromelaína, vamos conhecer alguns dos benefícios que já foram atribuídos a ela:

1. Saúde digestiva

A bromelaína é uma enzima que colabora especificamente com a digestão de proteínas e foi associada ao efeito de auxiliar o organismo a absorver nutrientes e medicamentos com maior facilidade.

Um estudo de 2008 feito por um pesquisador da Universidade Duke, nos Estados Unidos, ao lado de mais três colegas, sugeriu que a bromelaína diminui a inflamação do cólon e reduz a secreção de citocinas pró-inflamatórias que danificam o revestimento do intestino.

A substância também já foi apontada como benéfica para pessoas com problemas no trato gastrointestinais como doença inflamatória do intestino, colite ulcerativa, câncer de cólon, prisão de ventre, azia, diarreia e dispepsia (dificuldade de digestão) ou úlceras pépticas em virtude de infecções pela bactéria H. pylori.

Entretanto, converse com o seu médico antes de utilizar a bromelaína para qualquer das condições mencionadas neste tópico.

2. Alergia e respostas inflamatórias

Uma pesquisa feita com ratos divulgada na publicação Evidenced-Based Complementary and Alternative Medicine (Medicina Alternativa e Complementar Baseada em Evidências, tradução livre) indicou que a bromelaína diminui a sensibilização da alergia e para o desenvolvimento de outras respostas inflamatórias que afetam as vias respiratórias.

Isso sugere que a enzima ajuda a modular o sistema imunológico. Porém, veja que o estudo foi feito com ratos, não seres humanos. Logo, antes de utilizar a bromelaína neste sentido, não deixe de consultar o seu médico.

3. Sinusite (inflamação dos seios paranasais ou seios da face)

Um estudo piloto realizado por pesquisadores da Universidade de Colônia, na Alemanha, tratou 12 pacientes que já tinham sido submetidos à cirurgia sinusal com a bromelaína ao longo de três meses.

Resultado: houve melhora na contagem total de sintomas, nos resultados de suas rinoscopias (exame para diagnosticar a sinusite), a qualidade de vida melhorou de maneira geral e reações adversas não foram registradas.

Como a cirurgia pode ser frequentemente ineficaz para tratar a cirurgia, a pesquisa traz esperanças para quem sofre com o problema de maneira crônica. Porém, se você tem sinusite, deve conversar com o seu médico antes de usar a bromelaína.

Até porque quem sofre com alergia ao abacaxi (condição para qual um dos sintomas pode ser justamente a congestão sinusal – nos seios da face), também pode ter alergia à bromelaína.

4. Dor nas articulações

Outra pesquisa, dessa vez divulgada na publicação Alternative Therapies in Health and Medicine (Terapias Alternativas em Saúde e Medicina, tradução livre), avaliou 42 pacientes diagnosticados com osteoartrite (inflamação articular que também atinge o osso), que tinham problema degenerativo na coluna ou dor nas articulações e receberam cápsulas de bromelaína de duas a três vezes ao dia.

A conclusão à qual os pesquisadores chegaram foi que a dor diminui em até 60% para os pacientes com dor aguda e em mais de 50% para os participantes com distúrbios crônicos. Para os cientistas, “a bromelaína demonstrou ter propriedades anti-inflamatórias e analgésicas que podem prover uma alternativa mais saudável ou um tratamento adjunto para a osteoartrite”.

Antes de utilizar a bromelaína para o seu caso de osteoartrite ou dor nas articulações, consulte um médico.

5. Entorses e tensões

A bromelaína também pode ser utilizada para ajudar a recuperação de entorses e tensões, diminuindo o inchaço e promovendo a regeneração dos tecidos.

Se você sofrer com um desses problemas, converse com o seu médico sobre o uso da bromelaína para ajudar a recuperação, antes de recorrer à substância.

6. Fluxo sanguíneo

Outro benefício atribuído à bromelaína foi o efeito de promover um fluxo sanguíneo saudável por meio da diminuição da agregação de plaquetas nas artérias e da redução das chances de que coágulos sejam formados.

Isso pode auxiliar a diminuir os riscos de desenvolvimento de aterosclerose e outras doenças cardiovasculares.

Cuidados com a bromelaína

A enzima é considerada segura para a maioria das pessoas quando ingerida em quantidades apropriadas. Entretanto, ela pode provocar efeitos colaterais como diarreia, desconforto intestinal, desconforto estomacal e reações alérgicas, principalmente em pessoas que já têm algum tipo de alergia.

Quem tem alergia ao abacaxi, ao látex, ao trigo, ao aipo, à cenoura, à papaína, ao funcho (erva-doce), ao pólen de cipreste ou ao pólen de grama também pode sofrer com reação alérgica à bromelaína.

Os sintomas da alergia ao abacaxi incluem: dificuldades para respirar, coceira intensa, urticária, prisão de ventre, congestão sinusal e choque anafilático.

Como a substância pode aumentar o risco de sangramento antes e durante uma cirurgia, recomenda-se que ela deixe de ser utilizada no mínimo duas semanas antes da data marcada de um procedimento cirúrgico.

Por não se ter certeza a respeito da segurança do uso da bromelaína ao longo de uma gestação ou durante o período de aleitamento, a orientação é que ela seja evitada durante esses períodos.

Antes de usar um suplemento de bromelaína, consulte um médico para ter certeza de que ele é indicado para você, que não te fará mal e em que dosagem você deve utilizar. Obviamente, essa recomendação serve para todos, porém, principalmente para mulheres grávidas ou amamentando, crianças, adolescentes, idosos ou pessoas que tenham alguma doença ou condição de saúde.

Também é importante verificar com o profissional se a bromelaína não pode interagir com algum medicamento, suplemento ou produto natural que você esteja utilizando.

Referências adicionais:

Você já conhecia o que é a bromelaína e seus benefícios para a saúde? Já experimentou algum suplemento da substância e teve bons resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...

Deixe um comentário