Mulher com desvio de septo

Desvio de Septo Nasal – O Que é, Sintomas e Cirurgia

O nariz possui diversas funções no organismo, auxiliando na respiração, no olfato, na umidificação e também na purificação do ar. Para que estas funções sejam realizadas de forma adequada, todas as estruturas dentro do nariz precisam estar em perfeitas condições.

Desta forma, as vias aéreas precisam estar totalmente livres para garantir a boa saúde nasal e qualquer problema deve ser diagnosticado e tratado da melhor maneira possível para manter a saúde das pessoas.

Vamos entender o que é o problema de desvio de septo nasal, saber quais são os principais sintomas e quais as formas de tratar e resolver o problema.

Qual a importância da saúde nasal?

Os problemas relacionados à obstrução nasal estão entre as maiores queixas nas clínicas médicas, impactando de forma crônica a saúde de muitas pessoas. Só no Brasil, mais de 38 milhões de pessoas sofrem com estas obstruções. Além disso, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as infecções do trato respiratório são a terceira maior causa de mortes em adultos.

A saúde nasal é essencial para uma vida saudável e o nariz é parte fundamental do organismo. Para que tudo funcione de forma correta dentro desta estrutura, as correntes aéreas, a mucosa, os cílios, o pH, a umidade, a limpeza e a temperatura do nariz precisam estar em condições ideais.

A função básica do nariz é ajudar a levar o ar, dentro de determinadas condições, para os alvéolos pulmonares para que este realize a homeostase. As fossas nasais promovem a purificação, o aquecimento e a umidificação do ar respirado, regulando também o fluxo aéreo e a resistência nasal. Quando existe uma obstrução nasal, a pessoa irá realizar a respiração pela boca, provocando um desconforto.

Dentro das cavidades nasais existe um tecido epitelial que contém diversas glândulas que secretam um muco. Este muco é responsável por reter partículas finas, poeira, bactérias e outras substâncias que estão presentes no ar. O muco também auxilia na manutenção da umidade das vias respiratórias, aumentando a qualidade do ar.

Quando esta parte do corpo não funciona corretamente, muitas outras partes são afetadas em função do mau funcionamento da respiração, impactando em diversos aspectos, afetando a qualidade do sono, atrapalhando na prática de exercícios físicos e causando prejuízos, inclusive, no desenvolvimento das crianças que podem sofrer com alterações na fala e na linguagem.

Os problemas relacionados às deformidades septais, entre elas o desvio do septo nasal, estão entre as mais comuns causas de obstruções nasais conhecidas. Entre os muitos tratamentos utilizados para auxiliar na recuperação da função respiratória nasal, estão a septoplastia e a cirurgia funcional do nariz, promovendo, assim, o alívio dos sintomas obstrutivos do nariz e ajudando a promover melhoria das funções nasais.

O que é o problema de desvio de septo nasal?

O septo nasal é uma estrutura interna do nariz formada por ossos na parte posterior e por cartilagem na parte anterior, dividindo o nariz em duas narinas. Internamente, o nariz é revestido pela mucosa nasal, que é um tipo de tecido. Quando esta estrutura está torta em direção a um dos lados, ocorre o problema de desvio de septo nasal, que deixa a passagem do ar mais estreita, atrapalhando na respiração.

Existem várias causas para desenvolver este problema, entre elas estão as causas congênitas, que acontecem durante o nascimento devido a uma lesão nasal durante o parto, durante a formação do nariz na gestação, ou com a predisposição genética. O trauma nasal que acontece ainda no útero ou durante o parto pode ocasionar diversos graus de deformidades septais.

Além disso, o desvio de septo nasal pode estar relacionado a causas adquiridas que podem acontecer muitas vezes por traumatismo nasal em função de impacto, traumas e contusões. Pequenos desvios também são comuns, aparecendo algum tipo de desvio da linha médio em 85% das pessoas, em diferentes graus de intensidade.

Os principais sintomas do desvio são os problemas de respiração, nariz entupido, dores de cabeça, sinusite, rinite crônica, ronco, cansaço e problemas de sono. Quando o problema persiste por muito tempo sem ser diagnosticado, podem acontecer outros sintomas como o aumento da ansiedade, quadros de depressão, problemas de desempenho no trabalho e até mesmo problemas na vida sexual.

Existe uma enorme variação nos sintomas que irá depender da severidade do desvio e também dos mecanismos de adaptação do nariz. Casos de rinite, intolerância a mudança climáticas, casos repetidos de sinusite, nariz constantemente entupido, dificuldade de sentir cheiros e sabores, além de dores de cabeça, podem significar um quadro de desvio de septo nasal.

O problema pode ser facilmente diagnosticado por um otorrinolaringologista através de observação com um aparelho chamado de espéculo nasal, ajudando na identificação do desvio. As formas de tratamento irão depender do tipo de desvio e de quais os sintomas presentes. Quando o desvio atrapalha a respiração é sempre indicada a cirurgia corretiva que é realizada com anestesia geral e com cortes na parte interna do nariz.

Como resolver o problema de desvio de septo nasal?

A cirurgia realizada para corrigir este desvio é chamada de septoplastia, sendo uma operação rápida, apesar de ser uma região delicada devido à enorme quantidade de artérias e veias que irrigam as fossas nasais e os seios paranasais. Esta cirurgia é feita com anestesia geral ou local, durante 60 a 90 minutos.

Através de uma pequena incisão na parte interna do nariz, é feita a retirada da mucosa que reveste e cartilagem e o osso do septo, permitindo acesso ao local. Desta forma, é possível realizar a centralização do septo nasal. Em geral, os pacientes precisam utilizar um tampão para evitar o sangramento após o procedimento cirúrgico e que é colocado por dentro do nariz, permanecendo por 1 a 3 dias até ser retirado.

O pós-operatório costuma ser rápido, não deixando nenhuma cicatriz externa, sendo necessária a hospitalização por apenas um dia. É importante seguir todas as orientações médicas, pois podem ocorrer complicações no pós-operatório, tais como problemas de infecção, sangramento nasal, diminuição do olfato, retorno do desvio à posição original, perfuração do septo nasal, entre muitos outros.

Estes problemas são raros, mas caso venham a acontecer podem ser facilmente resolvidos com o uso de antibióticos profiláticos. Outra questão é que os desvios cartilaginosos podem voltar a se formar, mesmo que a operação tenha sido bem-sucedida, podendo causar problemas futuros.

Além destas possíveis complicações, os pacientes podem ter outros problemas neste período de recuperação, apresentando quadros de dor, febre, vômitos, hemorragias, quadros de sinusite, presença de hematomas na face, no lábio superior e no palato, entre muitos outros, sendo sempre necessário o acompanhamento do médico responsável.

Quais os principais cuidados após a cirurgia?

Os cuidados no pós-operatório são essenciais e é recomendada a utilização de uma medicação antibiótica para evitar infecções, assim como uma limpeza interna do nariz para evitar a formação de crostas e de aderências. É sempre importante o acompanhamento do médico durante o período após a cirurgia.

Apesar de normalmente se recomendar a correção cirúrgica para que o problema seja resolvido, já existem empresas desenvolvendo alternativas para auxiliar na redução dos sintomas. O dilatador nasal, por exemplo, é um adesivo que é grudado no nariz para auxiliar na abertura das fossas nasais. Este tipo de adesivo é bastante utilizado por atletas para facilitar a respiração e também auxiliar na redução dos sintomas causados por pequenos desvios.

Antes de optar por qualquer procedimento cirúrgico, sempre busque a opinião de mais de um profissional da saúde para que seu caso seja adequadamente avaliado e para que não haja nenhuma complicação do problema.

Conclusão

Os problemas respiratórios são bastante comuns e podem afetar de forma considerável a qualidade de vida dos pacientes e sua produtividade nas atividades de rotina. O problema de desvio de septo nasal está entre eles e pode causar muitos sintomas incômodos. O procedimento cirúrgico é um dos principais tratamentos para esta condição, ajudando a restaurar as funções respiratórias para as condições normais.

Referências adicionais:

Você conhece alguém que já tenha passado por uma cirurgia de septo nasal? Já foi diagnosticado com o problema também e sofre com os sintomas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*