Chá de Orégano Faz a Menstruação Descer em Quantos Dias?

Existe a suspeita de que algumas reações (causadas por ervas e especiarias) podem interferir no ciclo menstrual da mulher e, devido a isso, muitas mulheres alegam que o chá de orégano faz a menstruação descer. Confira a seguir se isso realmente acontece e como funciona.

No entanto, antes de sair em busca de receitas de como fazer chá de orégano, é fundamental saber se a bebida realmente funciona neste sentido e, principalmente, se o seu uso para essa finalidade não pode ser perigoso.

  Continua Depois da Publicidade  

E então, o chá de orégano faz a menstruação descer em quantos dias?

Para responder a essa pergunta, é necessário dar um passo atrás e fazer outro questionamento: “O chá de orégano realmente faz a menstruação descer”?

Segundo o livro “From Menarche to Menopause: Reproductive Lives of Peasant Women in Two Cultures” (Da Menarca à Menopause: Vidas Reprodutivas de Mulheres Camponesas em Duas Culturas, tradução livre), o orégano era utilizado pelos maias como um remédio para jovens mulheres que sofriam com dores menstruais ou com irregularidade em seu ciclo menstrual.

Entretanto, vale fazer um parêntese aqui e registrar que as evidências a respeito da efetividade e do uso do orégano para lidar com os períodos menstruais dolorosos são classificadas como insuficientes.

A erva era fervida na forma de um chá que era ingerido pela manhã de estômago vazio ao longo de diversos dias, detalhou a publicação de autoria do pesquisador da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, Yewoubdar Beyene. Aqui vale ressaltar que há quem alerte que a bebida deve ser consumida somente uma vez por dia.

Ainda de acordo com o livro, essa crença diz que o chá concentrado de orégano pode aumentar o fluxo menstrual. Como acredita-se que a bebida também pode provocar uma hemorragia, ela não é administrada às mulheres grávidas, por conta do receio de que ocorra um aborto, acrescentou “From Menarche to Menopause: Reproductive Lives of Peasant Women in Two Cultures”.

Esse temor foi confirmado pelo WebMD, que advertiu que o orégano pode ser perigoso quando utilizado em quantidades medicinais ao longo de uma gestação, pois existe a preocupação que consumir a especiaria em quantidades mais elevadas do que as normalmente encontradas nos alimentos possa resultar em um aborto.

O livro “Aromatherapy: Essential Oils for Vibrant Health and Beauty” (Aromaterapia: Óleos Essenciais para Saúde e Beleza Vibrante), de autoria da aromaterapista Roberta Wilson, também apontou que o orégano pode estimular o fluxo da menstruação quando utilizado em um banho de assento ou quando usado em uma massagem na região do abdômen.

Mas então, se existem pessoas que acreditam que o orégano realmente pode induzir a menstruação, o chá de orégano faz a menstruação descer? A questão é que não existe uma resposta exata para isso, uma vez que a afirmação que o orégano desencadeia a menstruação carece de embasamento científico.

Em outras palavras, mesmo que existam registros da utilização da especiaria na forma de chá ou banho de assento para tentar forçar a menstruação, não existem garantias de que a erva realmente pode provocar esse efeito.

Alguns importantes motivos para não usar ervas ou plantas para estimular a menstruação

Uma irregularidade ou ausência menstrual pode ser provocada por diversas causas. Entre elas encontra-se a ocorrência de uma gestação, tanto que o atraso na menstruação é um dos principais sintomas de uma gravidez.

  Continua Depois da Publicidade  

O uso de uma erva ou planta medicinal para forçar o sangramento da menstruação será extremamente perigoso se for esse o caso, podendo provocar um aborto ou uma malformação do neném.

Entretanto, a irregularidade, ausência ou atraso da menstruação também pode surgir em decorrência do uso de medicamentos como antipsicóticos, antidepressivos, remédios para pressão arterial e remédios para alergia, além do tratamento quimioterápico para o câncer, conforme informou a Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos.

Quando são esses os fatores por trás da interrupção da menstruação, o perigo reside na possibilidade do efeito da erva ou planta medicinal utilizada para forçar o fluxo sanguíneo menstrual poder interagir com o efeito medicamento em questão, provocando reações prejudiciais ou perigosas ao organismo.

Além disso, a menstruação pode faltar por conta de problemas de saúde como baixo peso, estresse, desequilíbrios hormonais como síndrome do ovário policístico, disfunção na tireoide, tumores benignos na glândula pituitária (hipófise) e menopausa prematura ou problemas estruturais como síndrome de Asherman (formação de cicatrizes ou aderências uterinas), ausência de órgãos reprodutivos e anormalidade na estrutura da vagina.

No caso da irregularidade, ausência ou atraso na menstruação devido a um desses problemas de saúde, quando a mulher simplesmente ignora os sintomas e resolve apenas tomar um chazinho para tentar colocar a menstruação de volta ao normal, ela corre o risco de deixar de tratar uma condição que pode evoluir e trazer complicações mais graves.

Portanto, para as mulheres que perceberam que o fluxo sanguíneo menstrual não está vindo como deve, o melhor e mais seguro a ser feito é procurar rapidamente o auxílio médico para investigar o que é que pode estar por trás da falta da menstruação.

Se for uma gravidez, ela já poderá se preparar para a chegada do seu neném, sendo encaminhada para o acompanhamento de sua gestação com toda uma equipe médica. Caso seja pelo uso de um medicamento, o médico poderá reavaliar o uso do mesmo – que só poderá ser interrompido se o profissional determinar. Já se houver uma doença ou problema de saúde, a condição em questão poderá começar a ser tratada ou controlada, de modo que complicações mais sérias sejam evitadas.

Efeitos colaterais e cuidados com o chá de orégano

Como não se conhece o suficiente sobre a segurança do orégano em quantias medicinais durante o aleitamento, a recomendação é que as mulheres que amamentam evitem a especiaria nesta forma.

O orégano pode provocar efeitos colaterais leves como perturbação no estômago e pode causar reação alérgica nas pessoas que sofrem com alergia às plantas da família Lamiaceae, que inclui manjericão, hissopo, lavanda, manjerona, menta e sálvia, além do próprio orégano.

A erva aromática pode aumentar o risco de sangramento nas pessoas que sofrem com distúrbios hemorrágicos. Justamente por conta de poder aumentar o risco de sangramento é que recomenda-se que o uso do alimento seja interrompido pelo menos duas semanas antes da data marcada para uma cirurgia.

Os pacientes com diabetes devem usar o orégano com cautela – a erva pode diminuir os níveis de açúcar no sangue, o que representa um risco de hipoglicemia (queda nas taxas de glicose no sangue), uma vez que eles já costumam seguir um tratamento contra o descontrole da glicemia.

Além disso, a erva aromática pode atrapalhar a habilidade do organismo para absorver minerais como cobre ferro e zinco.

  Continua Depois da Publicidade  

Quem faz uso de algum tipo de medicamento, suplemento ou planta deve consultar o médico antes de usar o chá de orégano para qualquer finalidade. Isso é necessário para checar se não pode haver uma interação que torne perigoso consumir a bebida ao mesmo tempo em que utiliza a substância em questão.

Referências Adicionais:

Você já sabia em quantos dia o chá de orégano faz a menstruação descer? Conhece alguém que possa confirmar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário