DHEA: O que é, benefícios e efeitos colaterais

Especialista:
atualizado em 18/09/2020

Suplementos de DHEA são usados por pessoas que buscam ganhos musculares, vitalidade sexual, combater os efeitos do envelhecimento e melhorar algumas condições de saúde.

Entretanto, não há evidências suficientes de que esses benefícios sejam verdadeiros.

Além disso cabe aqui ressaltar que o DHEA é um medicamento anabolizante que está sujeito ao controle especial. Sua venda é restrita e segundo a ANVISA, a legislação brasileira não permite a presença de hormônios em suplementos alimentares.

Se o seu objetivo é ganhar massa muscular, conheça os 10 melhores suplementos para ganho de massa muscular.

Entretanto, em outros países é permitida a venda livremente do DHEA, como nos Estados Unidos por exemplo, em que se pode adquirir o DHEA em qualquer loja de suplementos alimentares.

A seguir você encontra o que a ciência sabe sobre esse suplemento, para que serve, quais são seus benefícios e efeitos colaterais.

Suplemento de DHEA
Suplemento de DHEA

O que é DHEA?

DHEA (desidroepiandrosterona) é um hormônio produzido pelas glândulas adrenais do corpo. Os suplementos de DHEA são produzidos a partir de soja ou inhame selvagem.

Não se conhece ainda todas as propriedades sobre o DHEA, mas sabe-se que é um precursor dos hormônios sexuais masculinos e femininos, incluindo testosterona e estrogênio.

A produção de DHEA no corpo atinge seu pico depois dos vinte anos e começa a diminuir depois dos trinta. A diminuição é mais rápida nas mulheres do que nos homens.

Sabe-se que pessoas com transtornos hormonais, HIV/AIDS, Mal de Alzheimer, doenças cardíacas, depressão, diabetes, inflamação, transtornos no sistema imune e osteoporose tem níveis mais baixos de DHEA.

Além disso, corticosteroides, anticoncepcionais orais e agentes de tratamento de transtornos psiquiátricos também podem diminuir os níveis naturais de DHEA no organismo.

Desequilíbrios hormonais são normalmente o foco para a utilização de DHEA.

Porém fabricantes começaram a anunciar o produto como uma cura mágica para muitas coisas, e talvez por esse motivo ele oscila entre dois extremos, sendo rotulado desde “a fonte da juventude”, até sendo considerado uma mera fraude.

Qual a verdade? Para que serve a DHEA? Continue lendo e descubra.

Benefícios da DHEA

Há poucos estudos bem formulados que atestam os efeitos dos suplementos de DHEA.

Não há evidências que apoiam o uso de suplemento de DHEA como medicamento anti-idade ou para ajudar na perda de peso. O suplemento também parece não ter efeito para aumentar a libido, aumentar a força muscular ou proteger contra o Mal de Alzheimer.

Entretanto, há pesquisas que apoiam a utilidade dos suplementos de DHEA em certas condições. Aqui estão algumas delas.

Pode favorecer o combate à osteoporose

Tomar DHEA em forma oral pode favorecer o aumento da densidade óssea em mulheres e homens mais velhos com osteoporose.

Um estudo de 2002 publicado no Chinese Medical Journal relatou que após seis meses de tratamento, 44 homens com osteoporose experimentaram um aumento significante na densidade óssea em comparação ao grupo de controle.

Pode ter efeitos no humor e na esquizofrenia

De acordo com um estudo de 2003 do Archives of General Psychiatry, aumentar os níveis de DHEA pode ajudar a diminuir sintomas de ansiedade e depressão em pessoas com esquizofrenia.

De acordo com os autores do estudo, DHEA também pode ajudar a melhorar o humor, aumentar o bem-estar e a energia em pessoas com esquizofrenia.

Pode contribuir para a ereção

Embora sejam poucos os estudos que testaram a DHEA em pacientes com disfunção erétil, um deles mostra que homens que receberam uma dose diária do suplemento por seis meses tiveram uma melhora significativa na capacidade de alcançar e manter uma ereção.

Por outro lado, os pacientes do grupo de controle não tiveram nenhum tipo de melhora.

Efeitos Colaterais da DHEA

A DHEA é um hormônio, e portanto, deve ser tomado sob a supervisão e recomendação de um médico. Crianças e mulheres grávidas ou lactantes não devem usar DHEA.

Os efeitos colaterais incluem:

  • acne;
  • insônia;
  • fadiga;
  • oleosidade da pele;
  • dor abdominal;
  • perda de cabelo;
  • congestão nasal;
  • aumento dos níveis de colesterol;
  • aceleração dos batimentos cardíacos, taquicardia e palpitações.

Em mulheres, a DHEA também pode trazer os seguintes efeitos:

  • mudanças no ciclo menstrual;
  • crescimento de pelos faciais e engrossamento da voz.

Já os possíveis efeitos colaterais que atingem especificamente os homens são os seguintes:

  • aumento dos seios, assim como sensibilidade na região;
  • agressividade.

Interações Medicamentosas

Suplementos de DHEA podem aumentar os efeitos de medicamentos como AZT (para tratamento do HIV), barbitúricos, medicamentos contra câncer, estrogênio, anticoncepcionais orais, testosterona e benzodiazepinas.

Além disso os suplementos também podem ter efeitos imprevisíveis quando consumidos em conjunto com medicamentos como corticosteroides, insulina, lítio, medicamentos para alergia, medicamentos anti-fungais, medicamentos para câncer e colesterol.

Como Tomar DHEA

Um médico deve determinar a necessidade e a dosagem apropriada para consumo do suplemento, de acordo com o tratamento definido.

O uso de suplementos de DHEA quando não há necessidade ou em doses indiscriminadas pode ser prejudicial, podendo causar os efeitos colaterais mencionados anteriormente.

Assista o vídeo abaixo em que nossa nutricionista fala sobre o DHEA.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2.378 votos, média: 3,76 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário