Cardo Mariano: o que é, benefícios, efeitos colaterais e como tomar

Especialista da área:
atualizado em 11/07/2021

O cardo mariano é uma planta medicinal que tem muito a oferecer, e sua utilização está diretamente ligada à manutenção da saúde do fígado.

  Continua Depois da Publicidade  

As plantas medicinais são opções interessantes para aqueles que procuram tratamentos caseiros, mas não menos eficientes. A principal vantagem das plantas é, obviamente, sua composição natural. Isso significa que, além de ter propriedades medicinais, tendem a trazer menos irritações e efeitos colaterais para o usuário. Basta conhecê-las bem, sabendo seus efeitos e a dosagem recomendada.

A seguir, iremos conhecê-lo melhor, entendendo quais são seus benefícios, como também suas contraindicações. 

O que é o cardo mariano

flor de cardo mariano

Cardo mariano (ou silybum marianum) é uma planta nativa da Europa e da Ásia pertencente à família Asteraceae (membro da família do girassol). Pode ser conhecido também como santa-maria, cardo-branco, cardo-do-leite, cardo-de-nossa-senhora e cardo-santo.

Suas folhas são verde-escuras, grandes e espinhosas. Cresce entre 1,5 e 3 metros de altura. Assim que quebrados, as folhas e o caule dessa planta escorrem uma seiva leitosa. As frutas são pintadas, pretas ou cinzentas.

O cardo mariano é utilizado como planta medicinal desde o século 4 a.C., porém, seu uso no tratamento de doenças hepatobiliares data do século XVIII. Desde essa época, já se tinha conhecimento da forma que o cardo mariano age no fígado e na bile. Porém, os usos do cardo mariano vão além desse objetivo, pois pode ser utilizado até para a bronquite, e como substituto para o café, conforme veremos mais adiante.

O cardo-do-leite é composto por açúcares, silimarina, flavonoides, histamina, óleo essencial, óleo fixo, mucilagem, proteínas e saponinas. 

Silimarina

O componente ativo do cardo mariano, responsável pela proteção do fígado, é conhecido como silimarina. A silimarina está no grupo de flavonoides (silibina, silidianina e silicristina), e seu papel é de reparar as células do fígado que estão danificadas devido ao excesso de substâncias tóxicas, como o álcool. 

Além disso, a silimarina evita que novas células do fígado sejam danificadas e reduz a inflamação, já que tem poder antioxidante. A maior parte dos produtos feitos a partir do cardo mariano possuem de 70% a 80% de silimarina.

Benefícios do cardo mariano

cardo de leite

Alguns dos benefícios do silybum marianum que podemos citar são suas propriedades anti-sépticas, anti-inflamatórias, antioxidantes, digestivas, diuréticas, regeneradoras e tônicas. 

  Continua Depois da Publicidade  

O cardo do leite ajuda a manter a saúde do fígado, protegendo-o de intoxicações através da silimarina que está presente nas sementes da planta.

Algumas das complicações que ele consegue amenizar são a hepatite viral, doença hepática crônica, cirrose, dentre outras.

Quem deve tomar

Pessoas que poderão usufruir do cardo mariano são as que sofrem com hepatite C, problemas do fígado, doenças crônicas, alcoolismo, pessoas com baixa imunidade, atletas interessados em melhorar sua performance.

O cardo mariano é capaz de gerar novas células no fígado, protegendo-o e recuperando-o. Alcoólatras e atletas, que fazem muito uso de suplementos que sobrecarregam o fígado, por exemplo, poderão encontrar no cardo mariano uma ótima planta medicinal para preservar a saúde hepática.

Intercalar a utilização de suplementos para desenvolvimento muscular, termogênicos e energéticos com o consumo de cardo mariano é uma forma de ajudar a manter o bom funcionamento e a saúde desse órgão tão importante, pois é nesse período que a planta medicinal irá tratar o fígado dessas pessoas.

Efeitos colaterais do uso do cardo mariano

Primeiramente, é importante deixar claro que, apesar de ser uma planta medicinal, o cardo mariano poderá causar efeitos colaterais se administrado de maneira incorreta. Em doses excessivas, o chá dessa planta pode causar queimaduras e irritações nas mucosas das vias digestivas, além de vômitos, náuseas e diarreia.

Pessoas com problemas renais, úlceras, gastrite e hipertensas não devem utilizar o cardo mariano. Isso porque as sementes do cardo mariano, quando ingeridas em grandes quantidades, podem elevar a pressão arterial. 

Outro motivo para não exceder no consumo do cardo mariano é por conta do nitrato, que muitas vezes fica excessivamente acumulado nas folhas, o que pode ser tóxico para o consumidor.

  Continua Depois da Publicidade  

Como tomar

Muitos especialistas recomendam a ingestão dos comprimidos do cardo mariano, sendo que a quantidade recomendada diariamente é de 420 mg e os comprimidos são de 140 mg, normalmente. Essa dose é indicada para as pessoas que sofrem de doenças hepáticas que ainda estão em desenvolvimento, como a cirrose. 

O tempo indicado de consumo é de 8 a 12 semanas. Após esse período, a dose poderá diminuir para 280 mg ao dia. Para os que procuram o cardo mariano apenas com intenções preventivas, podem consumir 280 mg diariamente.

Pode-se, também, realizar infusões com as sementes, de 12 a 15 gramas destas. Porém, essa prática não é tão indicada, pois um dos principais componentes do cardo mariano, a silimarina, não se dilui em água.

De qualquer maneira, é importante consultar seu médico antes de ingerir qualquer produto com fins medicinais, pois ele irá fazer os exames necessários e prescrever a dosagem adequada para o seu caso em particular. 

Vídeos

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia os benefícios do cardo mariano? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (207 votos, média 3,77)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

52 comentários em “Cardo Mariano: o que é, benefícios, efeitos colaterais e como tomar”

  1. Gosteido muito, principalmente a forma como foi esplicada,principalmente como usar, para que serve e os efeitos secundários, de uma forma bem simples obrigado e continuem assim fazendo esse ótimo trabalho de pesquisa a equipe está de parabéns

    Responder
  2. Tomei o chá de cardo santo uma semana atraz é desde q tomei tenho diarréia constante,tudo oq eu como passa direto para o intestino dando dores intensas no abdômen e cólicas muito forte assim q como parece passar direto para o intestino, sai uma água amarela parecendo sisi com um odor muito forte não sei mais oq fazer para parar essa diarréia nunca mais quero tomar esse chá, estou muito mal.

    Responder
  3. tomei 1 capsula ao dia me deu uma dor de barriga horrível ,mais fora isso não sentir mais azia nem refluxo nem queimação,vou parar de tomar não gosto de sentir dor .

    Responder
  4. Cardo Santo é um excelente remédio para botulismo , Doença que da em animais por ingestão de alimentos estragados, (Veterinários confundem infecção intestinal com botulismo)
    Minha cachorra quase morreu ,Caiu os quartos (paralisou o quadril)Só se arrastava,Por fim nem se movimentava mais ,foi aí que eu dei o Cha de cardo Santo .Precisei de uma seringa por que os dentes dela estavam cerrados ela nem mais abria a boca .Dei o Chá como se fosse um soro E a cachorrinha ficou curada rapidamente e engordou bastante o cardo santo é um santo remédio .

    Responder
  5. A partir de certa dose altera a tensão arterial.tomei hoje pela 1a vez.
    Vou continuar mas com redução da dose para metade, isto é, uma colher de chá de cardo para 1/ 2 de agua.

    Responder
  6. Se você tem pressão arterial alta, anemia, depressão, ansiedade, problemas de coração, problemas no pulmão Cardo Mariano (Silymarin) não é pra você. Ele irá agravar todos esses problemas. Ervas naturais também tem contraindicações, pesquise muito leia os pós e contras, não duvide de nada. Saúde é tudo.

    Responder
  7. Tenho uma amiga que tpmou o Cardo Mariano em cápsulas (250 mg por dia) enquanto fazia Quimio. Os problemas de fígado foram todos resolvidos.

    Responder
  8. Olá, meu marido está com tumor canceroso no´figado,, estou dando o chá das sementes do cardo mariano e qdo ele toma o chá, em vez de ter diarréia aquosa que é consante a diarréia vem com fezes, a impreensão que temos é que limpa o intestino dele.

    Responder