Dicas de Creme para Estrias na Gravidez

🕐 18/11/2019

Passar por uma gestação e ter um bebê muda muito a vida de uma mulher. São muitos desafios para enfrentar e uma vida completamente diferente de antes. Algumas dessas mudanças são físicas como as estrias que surgem durante a gestação. Você descobrirá a seguir várias dicas de creme para estrias na gravidez que servem para prevenir e também para tratar essas marcas na pele.

As estrias estão longe de ser a principal preocupação para mulheres que acabaram de ter um filho. São tantos desafios na nova rotina e tantas preocupações em relação ao bebê que a mulher muitas vezes fica sem tempo para pensar na sua própria aparência.

Você também pode buscar outras alternativas para as suas estrias, como é o caso dos 15 remédios mais usados para estrias. Dentre essas opções, você encontrará medicamentos, suplementos e até outras opções naturais para ajudar com as suas estrias. Não deixe de conferir.

Mas ainda durante a gestação é comum que as gestantes se perguntem se há algum produto para prevenir as estrias ou para ameniza-las depois do nascimento do bebê.

Além de conhecer alguns cremes, você vai se deparar com dicas de outras coisas que você pode fazer ainda durante a gravidez para prevenir o surgimento das temidas estrias.

Estrias na Gravidez

As estrias são marcas longas e paralelas e geralmente finas que se formam na pele quando ela estica muito rapidamente. Assim, as estrias são muito comuns em pessoas que sofrem do “efeito sanfona” ou em mulheres grávidas que ganham e perdem peso em poucos meses.

A estria pode ser de várias cores – branca, vermelha ou roxa, por exemplo – e pode se desenvolver em qualquer local do corpo. Nas grávidas, as estrias tendem a se concentrar na barriga que é o local em que a pele mais estica, mas também é possível que apareçam estrias nos seios, nos quadris, nas nádegas, nas coxas e nos braços.

Além da pele esticar por causa do ganho de peso durante a gravidez, existem 2 substâncias que podem contribuir para o surgimento de estrias. São eles o colágeno e a cortisona.

O colágeno é uma proteína presente na pele que a torna mais elástica. Quando não há colágeno suficiente no corpo, o risco de estrias aumenta.

Já a cortisona – ou cortisol – é um hormônio secretado pelas glândulas suprarrenais que é conhecido como o hormônio do estresse. Ele é liberado como uma resposta a situações estressantes e pode enfraquecer as fibras e a elasticidade da pele.

Níveis de cortisol na gravidez são altos, principalmente no fim do terceiro trimestre da gestação. Por esse motivo, muitas mulheres apresentam estrias proeminentes já nos primeiros 3 meses de gravidez.

Dicas de Creme para Estrias na Gravidez

As estrias são como cicatrizes na pele e apesar de as marcas poderem ser suavizadas, é difícil se livrar delas. O uso de alguns cremes durante e depois da gestação podem prevenir as estrias ou torna-las menos perceptíveis.

– Bio-Oil

Essa dica não é um creme, mas sim um óleo de uma das marcas mais respeitadas do mundo. O óleo corporal da Bio-Oil ajuda a hidratar a pele e a restaurar a sua elasticidade natural, evitando o surgimento de estrias. Ele também pode suavizar estrias e cicatrizes já existentes além de poder ser usado no corpo todo, inclusive no rosto.

Trata-se de um óleo – feito a partir de vários óleos naturais como o óleo de calêndula, o óleo de camomila, o óleo de alecrim e o óleo de lavanda – adequado para todos os tipos de pele e ele não apresenta nenhuma fragrância, o que é ótima para os primeiros meses da gestação em que a mulher normalmente sofre com náuseas e sensibilidade a cheiros.

Ele é um produto completo que promove hidratação e ajuda a evitar o surgimento de estrias durante o crescimento da barriga e também na restauração da pele no pós-parto. Sem dúvidas, produtos da Bio-Oil estão entre os melhores dessa lista.

– Bepantol

O bepantol é um creme usado como um medicamento para cicatrizes e para tratar assaduras que pode ser útil no tratamento de estrias.

O creme conta com ingredientes como a vitamina B5, o óleo de amêndoas e a lanolina que promovem hidratação e nutrição para a pele.

Por ser um medicamento, é recomendado conversar com seu médico para saber se o bepantol pode ser usado como uma medida preventiva contra estrias durante a gestação ou se o seu uso é mais seguro apenas depois do nascimento do bebê.

– Óleo para estrias Weleda

O óleo para estrias da Weleda melhora a textura e a saúde da pele. Sua fórmula contém vitamina A, vitamina D e vitamine E.

Por conter vitamina A, ele não deve ser usado durante a gestação pois há uma relação entre o uso de vitamina A e a ocorrência de defeitos congênitos. Alguns especialistas defendem que após o primeiro trimestre da gestação, não existe mais o risco de defeitos congênitos, mas se você preferir evitar o uso na gestação, o óleo da Weleda ainda pode ser um ótimo aliado para suavizar estrias que possam ter surgido durante o período gestacional.

Existe também a versão para mães que não contém vitamina A e que é composta por vários óleos e por extrato de arnica e que pode ser usado sem problemas em qualquer etapa da gravidez.

– Vaselina

Apesar de não ter sido desenvolvido especialmente para as grávidas, a vaselina é ótima para hidratar o corpo e prevenir as estrias.

No entanto, ela é derivada do petróleo e algumas mulheres grávidas tendem a preferir optar por cremes orgânicos e naturais.

– Clarins

O creme para estrias da Clarins estimula a produção de colágeno e melhora a elasticidade da pele. O produto pode ser usado na gravidez para hidratar a pele e para prevenir ou tratar as tão temidas estrias.

A fórmula do produto contém extratos naturais que hidratam e reparam a pele além de não apresentar perfume. O produto é muito bom, mas é um dos mais caros.

– Manteiga de cacau da Palmer’s

A manteiga de cacau da Palmer’s é um bom produto para prevenir estrias na gravidez. A manteiga de cacau cria uma espécie de barreira que mantém a umidade retida, preservando a hidratação da pele que é mantida por até 48 horas depois da aplicação do produto.

O creme também apresenta vitamina E que ajuda a combater as estrias. Outros ingredientes encontrados no creme são óleo de argan que ajuda a condicionar a pele e substâncias como a luteína, o colágeno e a elastina que ajudam a melhorar a elasticidade da pele além de óleo de amêndoas e óleo de coco que deixam a pele macia e saudável. A manteiga de karité também está presente na fórmula do produto, garantindo nutrição, hidratação e penetração profunda na pele.

– Mama mio

O creme da Mama mio protege contra o desenvolvimento de estrias e aliviar a coceira na barriga. Ele pode ser usado tanto na gravidez quanto na amamentação com segurança e pode ser usado em qualquer tipo de pele.

Ele hidrata e promove a elasticidade da pele, evitando que estrias surjam. Os ingredientes encontrados em sua formula são manteiga de karité, óleo de coco, óleo de abacate e outros óleos orgânicos. Além de uma ótima composição, o produto é livre de corantes e de parabenos.

– Mederma

O creme para estrias da Mederma ajuda a prevenir estrias e pode ser utilizado com segurança a partir do segundo trimestre da gravidez.

Trata-se de um produto nutritivo e livre de parabenos. A fórmula também conta com ácido hialurônico e extratos de plantas.

O Mederma também pode suavizar estrias. Relatos indicam que o creme pode reduzir as estrias em até 12 semanas. Outros produtos fornecem resultados mais rápidos, mas o Mederma é uma opção mais barata em relação a outras.

Embora não seja indicado nos primeiros 3 meses da gestação devido à presença de ácido hialurônico, depois disso o uso do produto é livre, inclusive durante a amamentação.

– Mustela

O Mustela é um creme que previne estrias. Ele possui em sua fórmula ingredientes como peptídeos de abacate que hidratam a pele e minimizam a tensão que a qual a pele é exposta na gestação.

Além disso, o creme contém ingredientes que promovem a elasticidade e outros hidratantes potentes como a manteiga de karité e a cera de abelha.

Como Usar

Não há nenhum mistério no uso desses cremes ou óleos para estrias. Geralmente, cada produto tem uma orientação específica de uso. Mas normalmente, eles são aplicados 1 ou 2 vezes ao dia – de manhã ou à noite. Uma pequena quantidade massageada por toda a pele é o suficiente para prevenir as estrias.

Se o objetivo for tratar uma estria já existente, é importante focar a aplicação no local da estria para que a pele receba nutrição e hidratação suficiente para sua recuperação.

Como Escolher o Melhor Produto

Na hora de escolher o melhor creme para estrias, é importante considerar os ingredientes contidos no produto, especialmente se você for aplicar o creme enquanto ainda está gravida.

Também é preciso basear sua escolha no que você deseja. Se o que você espera é um produto para prevenção, cremes que sejam nutritivos, hidratantes e seguros para mãe e feto são a melhor escolha. Já se o que você procura é um creme para suavizar estrias formadas durante a gravidez, pode ser preciso procurar por cremes contendo vitamina A ou vitamina E.

Ingredientes para evitar na gestação

Retinoides, por exemplo, são derivados da vitamina A e são ótimos para tratar marcas na pele como rugas, cicatrizes e estrias. Porém, durante a gravidez o uso de retinoides não é indicado pois ele pode fazer mal para o feto em desenvolvimento e causar defeitos congênitos. Dessa forma, esse tipo de creme só deve ser aplicado nas estrias após o parto e a amamentação para suavizar eventuais marcas na pele.

Ingredientes que podem ser tóxicos ou prejudiciais como parabenos, sulfatos, outros derivados do petróleo ou fragrâncias sintéticas também devem ser evitados.

Ingredientes seguros durante a gestação

A vitamina E é uma substância considerada segura durante a gestação que pode ajudar tanto para tratar quanto para prevenir estrias.

Substâncias naturais como óleos essenciais, extratos de plantas e outros compostos hidratantes e nutritivos como vitaminas podem ser usados, desde que não contenham vitamina A ou derivados.

Evitando o Desenvolvimento de Estrias

Nenhum dos métodos descritos abaixo é infalível para evitar as estrias. Mas eles podem ajudar a evitar estrias ou ao menos contribuir para que elas sejam menos perceptíveis.

– Limitar o ganho de peso

É normal e esperado que a mulher ganhe peso durante a gestação, mas é importante alinhar o ganho de peso com a expectativa do seu médico.

Isso porque o ganho de peso em excesso não é saudável e pode contribuir para o surgimento de estrias.

Ainda assim, não é recomendado fazer dietas de emagrecimento durante a gestação sem aconselhamento médico, pois isso pode interferir nas necessidades nutricionais do bebê.

Mas em geral, ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos na medida do possível durante a gravidez é o suficiente para evitar o aumento de peso excessivo.

– Exercitar-se

Além de ajudar a limitar o ganho de peso, o exercício físico ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo. A circulação sanguínea adequada ajuda a melhorar a nutrição e a elasticidade da pele, o que pode evitar o desenvolvimento de estrias.

A atividade física também é muito importante para lidar melhor com as emoções do período gestacional e para evitar o estresse, ajudando a reduzir a produção de cortisol que influencia o aparecimento de estrias na pele.

– Manter a hidratação

Uma pele bem cuidada e hidratada é menos propensa a ter estrias. Além de usar cremes hidratantes pelo corpo, é indispensável beber bastante água e líquidos ao longo do dia.

– Consumir alimentos nutritivos

A ingestão de alimentos nutritivos não só contribui para a saúde do feto como também para deixar a pele mais saudável. Os nutrientes certos ajudam a aumentar a elasticidade da pele e a diminuir o risco de estrias. Exemplos incluem vitamina C, vitamina E, vitamina B2 (riboflavina), vitamina B3 (niacina), zinco, ômega 3 e proteínas em geral.

O consumo de alimentos como leguminosas, ovos, tomates, abacates, laranjas e a maioria das frutas e vegetais ajuda a fornecer todos esses nutrientes.

Concluindo

Manter a pele bem hidratada é a maneira mais eficaz de manter a mesma saudável e livre de estrias.

De uma forma geral, qualquer creme hidratante pode dar conta do recado, mas como certos ingredientes – como a vitamina A, por exemplo – não devem ser usados na gestação, os produtos formulados especialmente para essa fase da vida da mulher são as opções mais seguras.

Não importa se o produto que você escolheu é um creme, um óleo, um gel ou uma loção. O mais importante é que ele contenha os nutrientes que você precisa sem prejudicar a sua gravidez.

Se o desenvolvimento de estrias for inevitável, ainda é possível recorrer a tratamentos dermatológicos como a terapia a laser, por exemplo, para suavizar as marcas na pele.

É bom lembrar que estrias leves podem se tornar quase que imperceptíveis com o passar do tempo. Às vezes, ter paciência é o melhor remédio para ter estrias pouco visíveis.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia essas opções de creme para estrias na gravidez? Pretende experimentar algum? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário