Dieta Detox 7 Dias – Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 15/04/2020

Você certamente já deve ter ouvido falar das dietas detox, seja por conta de propagandas, seja por meio de notícias divulgadas na imprensa, seja por meio de um amigo que aderiu a um desses programas alimentares.

O intuito dessas dietas é desintoxicar o organismo, eliminando as toxinas que são provenientes do exagero na ingestão de comidas gordurosas, ricas em açúcar e de bebidas alcoólicas. O método ainda promete remover o excesso de líquido do corpo.

Uma dieta detox costuma trazer itens como sucos, sopas, shakes, chás e alimentos sólidos como frutas e verduras. Ela também prevê o consumo de poucas calorias por dia, o que faz com que não possa ser seguida por períodos longos.

Dieta detox 7 dias

Agora que já sabemos um pouco do que se trata a dieta detox, vamos conhecer algumas formas de seguir o método ao longo de uma semana, ao entrarmos em contato com dois modelos de dieta detox 7 dias. Confira:

Modelo 1 

Para seguir este primeiro modelo da dieta detox 7 dias, recomenda-se escolher uma semana em que tiver uma folga dos seus compromissos profissionais, acadêmicos, familiares e sociais. Nos primeiros dias de dieta, é possível sentir alguns efeitos colaterais como dores de cabeça ou intestino solto. Entretanto, acredita-se que esses sinais diminuem em 24 a 48 horas.

O nosso primeiro modelo de dieta detox 7 dias determina que algumas coisas sejam evitadas. São elas:

  • Bebidas alcoólicas;
  • Cigarros;
  • Produtos do leite;
  • Açúcar, mel, xarope de ácer e adoçantes artificiais;
  • Café;
  • Farinha, centeio, cevada, aveia, espelta e arroz;
  • Frutas secas.

Já entre os alimentos que aparecem no cardápio desta dieta detox 7 dias, estão:

  • Qualquer tipo de fruta fresca;
  • Qualquer tipo de vegetal fresco;
  • Peixes frescos ou enlatados em água ou óleo de oliva;
  • Duas porções semanais de frango sem a pele ou carne vermelha magra;
  • Legumes secos ou enlatados como lentilha, grão-de-bico e feijão;
  • Ovos orgânicos;
  • Óleo de oliva (preferencialmente) extravirgem e óleo de coco não processado;
  • Amêndoas, nozes, macadâmias e castanhas de caju cruas e sem adição de sal;
  • Sementes de gergelim, sementes de abóbora e sementes de girassol cruas e sem adição de sal;
  • Chá verde e chá branco descafeinados.

Outros hábitos ainda devem fazer parte desta dieta detox 7 dias:

  • Logo após acordar, espremer o suco de meio limão em um copo de água morna e consumir antes de tomar o café da manhã. Isso ajuda a dar o pontapé inicial ao processo digestivo e limpar o organismo;
  • Evitar cozinhar e consumir comidas cruas devido ao fato que os alimentos crus são dotados de mais nutrientes e enzimas;
  • Beber três litros de água por dia;
  • Desintoxicar não apenas o corpo, mas também a mente e meditar 15 minutos a cada dia;
  • Para auxiliar a circulação e melhorar a desintoxicação da pele, recomenda-se escovar o corpo com uma bucha ou escova de fibras naturais antes de entrar no banho;
  • Mastigar os alimentos de 10 a 12 vezes antes de engolir. Isso traz maior consciência do que se come, melhora a digestão e gera uma sensação de saciedade, o que previne a comilança em excesso.

Modelo 2

O segundo modelo de dieta detox 7 dias foi criado pela nutricionista Juliette Kellow, não é tão extremo e restritivo quanto outras dietas detox, permitindo o consumo de uma gama maior de alimentos do que apenas frutas e vegetais.

O cardápio da dieta elaborada por Kellow permite os seguintes alimentos e bebidas:

  • Qualquer tipo de fruta: fresca, desidratada ou congelada;
  • Sucos de frutas caseiros e naturais e industrializados desde que sejam naturais ou sem a adição de açúcar;
  • Qualquer tipo de vegetal: fresco, congelado ou enlatado em água sem a adição de sal;
  • Qualquer tipo de grão e lentilha, incluindo aqueles que foram desidratados ou enlatados em água;
  • Tofu;
  • Aveia;
  • Todos os tipos de batata;
  • Arroz integral;
  • Qualquer tipo de peixe fresco;
  • Biscoito de centeio e pão de aveia;
  • Nozes sem adição de sal;
  • Pipoca natural sem adição de sal ou açúcar;
  • Iogurte natural vivo (com lactobacilos);
  • Óleo de oliva extravirgem e vinagre balsâmico;
  • Alho, gengibre e ervas frescas;
  • Pimenta-do-reino moída;
  • Mel;
  • Chás de ervas ou de frutas;
  • Água – consumir no mínimo 2 l por dia.

Já a lista de itens que devem ser evitados nesta dieta detox 7 dias inclui:

  • Carne vermelha, frango, peru, salsicha, linguiça e hambúrguer;
  • Leite, ovos, queijo e cremes;
  • Margarina e manteiga;
  • Qualquer comida que contenha farinha como pão, bolo, e biscoito;
  • Lanches como salgadinhos e nozes com adição de sal;
  • Alimentos processados, comidas prontas, molhos prontos e comidas encomendadas da rua;
  • Álcool;
  • Café e chá (com exceção dos que aparecem na lista acima dos alimentos permitidos);
  • Molhos, picles, temperos de salada prontos e maionese;
  • Sal;
  • Bebidas gaseificadas como refrigerantes mesmo em suas versões diet.

Cardápio

Confira abaixo opções de pratos para o cardápio da dieta detox 7 dias de Juliette Kellow:

Café da manhã:

  • Mingau de banana com iogurte natural, passas e mel OU;
  • Salada de frutas com iogurte e aveia OU;
  • Smoothie com frutas frescas, iogurte natural e mel (se desejar adoçar) OU;
  • Muesli caseiro com aveia, sementes, nozes e frutas secas, acompanhado de iogurte OU;
  • 1 fruta fresca com um pote de iogurte natural adoçado com mel.

Almoço: 

  • Sopa de vegetais ou lentilha com pão de aveia OU;
  • Batata assada recheada de milho e atum enlatado em água com iogurte natural e salada OU;
  • Arroz integral com salada de abacate, tomate, manjericão fresco, pimenta-do-reino e um punhado de nozes sem adição de sal OU;
  • Guacamole caseiro feito com abacate, suco de limão, pimenta-malagueta fresca, tomate e alho servido com pão de aveia OU;
  • Abacate fresco acompanhado de camarão, salada, vinagre balsâmico e suco de limão OU;
  • Batata assada recheada com filé de bacalhau grelhado e vegetais levemente cozidos a vapor.

Jantar:

  • Bok choy (acelga chinesa), cebolas, cogumelos e rebentos de bambu refogados com óleo de oliva, alho e gengibre e arroz integral para acompanhar OU;
  • Batata assada recheada com filé de salmão grelhado e vegetais cozidos a vapor OU;
  • Atum e camarão com vegetais refogados e arroz integral;
  • Cebolas, cogumelos, milho, couve e cogumelos refogados acompanhados de arroz integral OU;
  • Caçarola de batata, vegetais e grãos.

Lanches:

  • Fruta fresca ou salada de frutas frescas OU;
  • Iogurte natural misturado com mel OU;
  • Pipoca natural sem adição de sal ou açúcar;
  • Punhado de nozes ou sementes sem adição de sal.

O outro lado das dietas detox

Antes de aderir a uma dieta detox 7 dias, consulte seu médico e/ou nutricionista para verificar se é realmente seguro para sua saúde que você siga esse tipo de programa alimentar. Isso porque as dietas detox podem trazer prejuízos à saúde, especialmente se forem feitas sem o acompanhamento de um profissional de saúde.

Para as pessoas que têm uma rotina agitada por conta de estudos, trabalho e/ou obrigações familiares ou praticam atividades físicas com frequência, as dietas detox não são indicadas, pois o programa alimentar não oferece a quantidade de energia suficiente para executar todas essas atividades, podendo gerar tontura, fraqueza, mal-estar e até desmaios.

Já para quem possui diabetes ou deseja prevenir-se contra a doença, uma dieta baseada em sucos, como a detox, também não é uma boa escolha. A explicação é que os sucos têm menos fibras do que as frutas em sua forma original.

Com um menor teor de fibras, eles têm o seu índice glicêmico elevado. Quando uma bebida ou comida apresenta um alto índice glicêmico, os níveis de açúcar no sangue crescem rapidamente, uma maior quantidade de insulina é liberada e esses picos de glicose e do hormônio podem causar resistência à insulina, o que aumenta as chances de desenvolvimento do diabetes.

Outra crítica à dieta detox é que, como ela não pode ser seguida por muito tempo, pelo fato de prescrever o consumo de poucas calorias, quando a pessoa retorna a sua alimentação normal, corre sérios riscos de sofrer o efeito sanfona, recuperando rapidamente os quilos que foram perdidos.

Além disso, vale lembrar que o corpo humano já possui um órgão responsável por se livrar das toxinas: o fígado. Porém, é bem verdade que ele ganha um impulso com alimentos como brócolis, couve-flor, raiz-forte, berinjela, uva e cereja, que são fontes de antocianinas, que contêm enzimas responsáveis pelo processo de desintoxicação.

Entretanto, para se beneficiar das antocianinas dessas comidas, recomenda-se consumi-las com frequência na dieta e não somente durante um período curto de tempo.

Contraindicações 

Mulheres grávidas, que estejam em processo de amamentação de seus bebês, idosos, pessoas com hipertensão, que estejam abaixo do peso ou tenham sido proibidas pelo médico de fazer a dieta não devem adotar o método.

Qual destes modelos da dieta detox 7 dias você achou mais viável? Experimentaria fazer um deles para conhecer os resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,38 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário