4 erros de quem faz jejum intermitente para emagrecer

Especialista da área:
atualizado em 17/06/2021

Certamente você já ouviu falar a respeito do jejum intermitente. Esse método de alimentação intercala períodos de jejum com períodos em que se pode comer normalmente. Ou seja, as refeições ocorrem dentro de algumas horas específicas.

  Continua Depois da Publicidade  

Há jejuns de 12, 16, 22 e até de 24 horas! Fato é que a estratégia se tornou famosa e ganhou muitos adeptos. Entretanto, para ter bons resultados é preciso fazer tudo direitinho e evitar alguns erros. Por exemplo:

1. Associar o jejum a uma mudança drástica na alimentação

Isto é, começar a fazer o jejum intermitente ao mesmo tempo em que inicia uma mudança drástica no seu padrão de alimentação. Por exemplo, começar a fazer jejum intermitente e resolver que também vai passar a seguir uma dieta low carb.

Separadamente, ficar várias horas sem comer e cortar os carboidratos já são mudanças radicais. Assim, pode ser bem difícil aguentar manter ambas ao mesmo tempo, especialmente de início.

Isso pode deixar a pessoa muito nervosa e frustrada. Resultado: ela não dá conta de nenhuma das duas e acaba chutando o balde em seus cuidados com a alimentação.

É por isso que o ideal é começar aos pouquinhos com uma coisa de cada vez. Aliás, para quem está começando do zero, o início do jejum deve ser gradual.

A orientação é iniciar com um jejum de 12 horas e aumentar até um número indicado para você, sempre conforme o acompanhamento profissional.

2. Comer demais

Comer muito

Comer demais na janela aberta do jejum, ou seja, naquelas horas do dia reservadas para a alimentação, é outro erro.

Algumas pessoas podem fazer isso logo que a janela abre por estarem cheias de fome. Já outras comem demais pouco antes da janela fechar, para evitar ficar com fome.

O jejum intermitente não tem um controle tão rígido de calorias, pois ao ficar muitas horas sem comer há um déficit calórico no organismo. Mas também não dá para cometer exageros, extrapolar no consumo de calorias e esperar ver bons resultados.

  Continua Depois da Publicidade  

Há casos de seguidores do método que chegam a concentrar 2 mil calorias em uma única refeição! Todo esse excesso de calorias pode colocar o sacrifício feito no jejum intermitente para emagrecer a perder.

3. Não beber água o suficiente

Um erro grave é achar que a água também está proibida na janela fechada, ou seja, na hora do jejum. Pelo contrário! Na verdade, é fundamental beber muita água (o máximo possível) durante todas essas horas sem comer.

Isso é necessário para manter os níveis de hidratação corretos, facilitar a perda de peso e a eliminação de toxinas. Isso sem contar a importância de evitar uma desidratação.

4. Comer apenas besteira

Pizza

Isto é, comer junk food, fast food, alimentos industrializados e ultraprocessados na janela aberta, sem se importar com a qualidade nutricional. É preciso lembrar que o jejum intermitente retira algumas refeições do dia.

Portanto, é essencial que as refeições que permanecem sejam nutritivas e equilibradas. Elas devem ter alimentos frescos e saudáveis, compostos por fibras, carboidratos saudáveis, vitaminas, minerais, proteínas, gorduras boas, e antioxidantes.

Passar 16, 18 horas ou até mais sem comer e então optar por um hambúrguer ou pizza na hora de se alimentar não vai trazer os nutrientes que o corpo precisa, o que pode resultar em problemas de saúde.

Sem contar que algumas dessas comidas não sustentam. Assim, a fome retorna mais cedo e fica ainda mais difícil segurar o jejum.

Contraindicações

Antes de iniciar qualquer tipo de jejum intermitente você deve passar por uma avaliação médica. Isso porque não é todo mundo que pode seguir o método. Conheça alguns casos de pessoas que não podem fazer jejum intermitente.

  Continua Depois da Publicidade  

Ao mesmo tempo, para garantir que o processo ocorra de forma segura e gere os resultados desejados, é importante contar com o acompanhamento de um nutricionista.

Vídeo

Não perca o vídeo abaixo! A nossa nutricionista também explica sobre os grandes erros que devemos evitar no jejum intermitente para emagrecer e saúde:

Você já fez ou faz jejum intermitente? Acha que vale a pena? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 4,67)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário