Dieta Ornish – Para que serve e como fazer

Especialista da área:
atualizado em 24/02/2021

A dieta Ornish é recomendada para prevenir e tratar doenças cardíacas. Confira aqui para que serve e como fazer essa dieta que promete melhorar a saúde do seu coração.

  Continua Depois da Publicidade  

Desenvolvida pelo médico e pesquisador Dr. Dean Ornish, o foco da dieta Ornish é o baixo consumo de gordura associado com alimentos nutritivos e saudáveis.

Aliás, outra dieta que traz benefícios para a saúde cardiovascular é a dieta mediterrânea. Ambas participaram de um concurso em que especialistas elegeram a dieta mediterrânea como a melhor para 2021, enquanto a Ornish empatou com a mesma no quesito melhor dieta para o coração.

Embora hoje em dia os médicos recomendem uma dieta balanceada que também inclua gorduras saudáveis, a dieta Ornish com baixo teor de gordura parece funcionar para pessoas com problemas cardíacos.

Veja então se a dieta Ornish funciona e as premissas básicas de como seguir esse plano alimentar.

Dieta Ornish – O que é

princípios da dieta ornish

A dieta Ornish é um plano alimentar que foca em uma alimentação à base de plantas. Por não conter nenhum tipo de carne, o teor de gordura dessa dieta é muito baixo.

Trata-se de uma dieta lacto-ovo-vegetariana que permite o consumo de clara de ovo e de laticínios livres de gordura. Por isso, a dieta Ornish é uma boa escolha para quem quer seguir uma dieta vegetariana.

O Dr. Ornish defende o consumo de alimentos como frutas, vegetais e grãos integrais. Além disso, ele enfatiza que a ingestão de carboidratos refinados, proteínas de origem animal e todo tipo de gordura devem ser evitados ao máximo.

De fato, apenas 10% das necessidades calóricas diárias devem corresponder a gorduras na dieta Ornish.

Além disso, outro ponto importante da dieta Ornish é que ela também foca em técnicas de gerenciamento de estresse que ajudam a ter melhores resultados na dieta. 

  Continua Depois da Publicidade  

De acordo com o Dr. Ornish, técnicas como yoga, meditação e exercícios de respiração profunda, por exemplo, são importantes para lidar com o estresse provocado por qualquer dieta.

Por isso, além do cuidado com a alimentação, a dieta Ornish defende a prática de exercícios físicos e o controle do estresse.

Para que serve

O destaque da dieta Ornish (ou dieta para doença cardíaca) são os seus benefícios à saúde do coração. Mas seguir a dieta pode trazer mais benefícios, como a perda de peso e uma boa qualidade de vida.

Em resumo, os benefícios da dieta Ornish incluem:

  1. Redução do risco de doenças crônicas, como a doença cardíaca e a diabetes, por exemplo;
  2. Aumento do consumo de frutas e vegetais;
  3. Diminuição da ingestão de açúcar, sódio e álcool;
  4. Estímulo à prática de exercícios físicos;
  5. Redução do estresse;
  6. Perda de peso;
  7. Auxílio no tratamento de doenças cardíacas;
  8. Prevenção do envelhecimento precoce.

Assim, além de proteger o coração, a dieta Ornish melhora vários outros aspectos da saúde.

Como fazer a dieta Ornish

cardápio para dieta ornish

A dieta Ornish não é uma dieta de contagem de calorias. Por outro lado, a dieta promove o consumo de alimentos mais saudáveis e nutritivos, que acabam contribuindo para a perda de peso.

Existem dois tipos de dieta Ornish: uma versão para pessoas que querem prevenir doenças crônicas e um plano mais rígido para quem já está com a saúde cardíaca comprometida. A diferença entre elas está no teor de gordura permitido em cada uma delas.

Na versão preventiva, é possível incluir algumas porções de proteína animal e, assim, ingerir alimentos como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Peixe;
  • Frango;
  • Abacate;
  • Nozes;
  • Sementes.

Porém, é importante que as porções de alimentos gordurosos sejam moderadas. 

Por outro lado, na versão da dieta para doença cardíaca comprometida, o Dr. Ornish indica a redução drástica na gordura do dia a dia. 

Dessa forma, não é permitido comer alimentos como carne, peixe e aves. Além disso, não é recomendado ingerir cafeína e é necessário limitar o consumo de açúcar, sódio, álcool e produtos de soja.

Os alimentos permitidos em ambas versões da dieta Ornish são:

  • Legumes;
  • Grãos integrais;
  • Leguminosas;
  • Sementes e nozes com moderação;
  • Tofu;
  • Frutas;
  • Soja;
  • Clara de ovo;
  • Leite, iogurte e derivados desnatado;
  • Chá verde.

A dieta Ornish funciona?

Sem dúvidas, a dieta Ornish resulta em melhorias no estilo de vida, já que além dos alimentos mais saudáveis, a recomendação é praticar pelo menos 30 minutos de atividade física diária. 

Além do mais, a dieta é flexível e não requer a contagem de calorias. Por isso, ela é mais fácil de seguir do que outras dietas.

Diversos estudos indicam que a dieta Ornish funciona. Segundo um estudo de 2005 da revista The Journal of Urology, a dieta é capaz até de ajudar no tratamento e prevenção do câncer de próstata em estado inicial. 

De acordo com outro estudo de 2005, da revista American Journal of Cardiology, a dieta Ornish foi capaz de melhorar os níveis de glicose no sangue e até mesmo possibilitar a redução da dose da medicação para diabetes. 

Por fim, uma pesquisa de 2007 da revista JAMA comprovou que, por causa das mudanças de estilo de vida que acompanham a dieta Ornish, a dieta resulta em uma perda de peso significativa.

No entanto, alguns médicos alertam que a dieta Ornish pode trazer algumas desvantagens.

A principal é a limitação de gordura na dieta e a redução da ingestão de proteína animal. Apesar de isso parecer uma coisa boa, consumir muito pouca gordura pode dificultar a absorção de alguns nutrientes – causando deficiências nutricionais, como por exemplo:

Por isso, é essencial ter o acompanhamento de um nutricionista para garantir suas necessidades nutricionais e calóricas durante a dieta.

Por fim, não deixe de ver o vídeo a seguir em que nutricionista Patricia Leite mostra os alimentos poderosos que reduzem o risco de ataque cardíaco:

Fontes e Referências Adicionais

Você já conhecia ou já experimentou a dieta Ornish para perda de peso ou para melhora da função cardiovascular? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário