11 maiores causas do envelhecimento precoce

Especialista da área:
atualizado em 22/06/2021

O envelhecimento é um processo natural do nosso corpo, que pode ser bem recebido por alguns, mas rejeitado por outros. Diante da certeza que os anos passarão para todos, buscamos cada vez mais recursos para nos manter jovens, ativos e saudáveis, mas algumas vezes o envelhecimento acaba chegando antes do tempo.

  Continua Depois da Publicidade  

O envelhecimento precoce compromete a nossa saúde, nos deixa mais suscetíveis a doenças, prejudica a nossa aparência, nos fazendo parecer mais velhos do que realmente somos, e esses fatores causam impactos diretos na nossa autoconfiança e autoestima. Mas aqui vai uma boa notícia: é possível prevenir o envelhecimento precoce e impedir a sua chegada prematura.

Vamos conhecer algumas causas do envelhecimento precoce e saber quais são as mudanças que podem contribuir positivamente para sua saúde e aparência.

O que é o envelhecimento precoce?

Precoce é definido como algo que ocorre ou se desenvolve antes do tempo natural, portanto o envelhecimento precoce é um envelhecimento antinatural que pode dar seus primeiros sinais ainda na juventude.

Sua chegada antecipada pode trazer uma série de problemas para a saúde e impactos também na aparência, principalmente no rosto.

Conhecer os fatores que contribuem para o envelhecimento precoce é necessário para que você possa adiar a sua chegada.

Como saber se estou envelhecendo prematuramente?

O envelhecimento precoce pode não apresentar nenhum sintoma, até que acontece algo impactante, como um ataque cardíaco, derrame ou até mesmo um câncer.

Na maioria das vezes ele envia sinais de que alguma coisa não está bem, e o sinal mais comum é a dor, que indica algum quadro de inflamação ou deficiência de nutrientes no nosso organismo.

Situações mais simples e rotineiras, como a queda de cabelo frequente e excessiva, dificuldade de concentração, o fato de precisar usar óculos enquanto você ainda é jovem e até aquela ruga que aparece antes da hora, são sintomas que indicam que o seu corpo está envelhecendo antes da hora, e que mudar é preciso.

Veja abaixo quais são as maiores causas e também algumas mudanças importantes para você combater o envelhecimento precoce.

  Continua Depois da Publicidade  

Envelhecimento precoce – Quais são as maiores causas?

1. Estresse

homem estressado no trabalho

O estresse é um assunto popular e seus efeitos são sentidos por todo o nosso corpo, podendo levar ao envelhecimento precoce.

O nosso corpo é composto por cadeias de DNA e em suas extremidades estão presentes os telômeros, que são responsáveis por proteger o nosso DNA e garantir a divisão das células, fato fundamental para evitar a sua morte.

As pessoas saudáveis apresentam telômeros com um comprimento maior que as pessoas doentes. Há estudos que ligam esse encurtamento ao estresse emocional, à ansiedade e preocupações crônicas, o que pode refletir no funcionamento do DNA e levar ao envelhecimento precoce.

2. Infelicidade

A nossa mente desempenha um papel fundamental no envelhecimento, pois ela pode ajudar a acelerar ou diminuir o seu ritmo, e sendo assim, devemos usar essa condição a nosso favor.

Repare que as pessoas felizes demonstram mais juventude. A sua alegria, o otimismo e a esperança interferem diretamente na forma de encarar os desafios, e consequentemente, na sua qualidade de vida.

A raiva, rancor e mau humor podem marcar permanentemente a pele do rosto, através de linhas e rugas de expressão. Entretanto, não significa que apenas um dia ruim será responsável por elas, mas entenda que o seu rosto é responsável por pelo menos 50% das suas expressões não verbais, e elas podem sim ser as causadoras do envelhecimento precoce, caso a “carranca” seja frequente.

Estar feliz permite que os músculos faciais passem mais tempo relaxados, proporcionando uma aparência mais jovem.

3. Má alimentação

Junk food

Você é o que você come. Com certeza você já ouviu essa frase e quando falamos sobre o envelhecimento, a sua alimentação pode acelerar esse processo. Optar por uma dieta rica em gorduras, açúcares e alimentos processados, ​​e pobre em frutas, vegetais frescos e grãos, por exemplo, pode acelerar o envelhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns alimentos, como o açúcar refinado e a farinha branca, podem desencadear um processo de inflamação que afeta diretamente o nosso organismo, e isso pode levar ao envelhecimento prematuro dos órgãos, como por exemplo é o caso da esteatose hepática.

A má alimentação pode afetar também a capacidade do corpo de produzir colágeno, refletindo na flacidez da pele, ocasionando o surgimento de linhas de expressão e rugas.

4. Peso (IMC)

Estar fora do peso adequado interfere diretamente no envelhecimento precoce de todo o corpo. Estar muito abaixo do peso diminui as gorduras naturais e afeta o tecido de sustentação do corpo, principalmente no rosto, o que pode permitir que a pele “caia”.

Além disso, estar com um IMC muito baixo interfere na velocidade que o seu organismo produz o colágeno, aumentando a incidência de rugas.

Um IMC muito abaixo da média também pode apresentar consequências negativas para o sistema imunológico, pois pode promover uma anemia e a falta de energia para as atividades diárias. Além disso, pessoas com IMC muito baixo estão suscetíveis a desenvolver uma pele seca e características esqueléticas, sugerindo uma idade diferente da real.

Já as pessoas que sofrem com o excesso de peso tendem a ter uma vida mais sedentária, consequentemente menos ativa. Esse cenário deixa o corpo mais propenso a desenvolver doenças crônicas, acelerando o processo de envelhecimento.

5. Falta de atividade física

homem com preguiça de acordar

Conviver com o sedentarismo é correr o risco de dobrar as chances do envelhecimento precoce surgir. Praticar uma atividade física não contribui apenas para músculos e ossos fortes, mas sim para o fortalecimento de todo sistema imunológico.

Estudos indicam que a atividade física melhora a circulação sanguínea, protege os telômeros, evitando a morte celular, evita o desenvolvimento de doenças cardíacas, ajuda a reduzir inflamações, obesidade, diabetes, depressão e até distúrbios psicológicos. Incluir atividade física na sua rotina ajudará no processo natural de envelhecimento dos órgãos e pele.

6. Pouca ingestão de água

Você já parou para pensar qual é o principal componente do corpo humano? Se respondeu “água”, a sua afirmação está correta. Aproximadamente 60% do nosso corpo é formado por água, sendo que a maior parte está dentro das nossas células, e esse percentual pode variar de acordo com o sexo e idade de cada um.

Beber água traz inúmeros benefícios para o corpo, pois ela é responsável por transportar nutrientes, regular a temperatura corporal, potencializar o desempenho físico, manter os níveis de energia adequados, promover as funções cerebrais, prevenir dores de cabeça e doenças diversas, ajudar o funcionamento adequado do intestino, auxiliar na perda e manutenção do peso e é fundamental para a hidratação da pele.

Manter o organismo hidratado terá reflexos diretos no envelhecimento precoce, pois ajudará o seu corpo inteiro a funcionar corretamente.

7. Hábito de fumar

mulher fumando

Dizer que o cigarro é muito nocivo para a nossa saúde não é novidade. Ele traz inúmeros problemas e inibe o nosso organismo de absorver nutrientes necessários para o organismo. Os seus reflexos são sentidos por todo o corpo e também no rosto, que para se manter jovem, precisa de colágeno, hidratação, elastina e oxigênio.

Os fumantes desenvolvem com mais facilidade linhas e rugas ao redor da boca, na testa, podem apresentar uma mudança na coloração da pele para um tom mais pálido ou amarelado, além de comprometer a saúde bucal.

8. Álcool

Assim como o cigarro, o álcool também agride muito o nosso corpo e consequentemente, a saúde, deixando marcas permanentes.

Beber em excesso prejudica o funcionamento de alguns órgãos, envelhecendo-os mais rapidamente e os seus malefícios também se tornam visíveis, pois desidrata a pele, muda a sua cor natural, traz flacidez, vasinhos ou pequenas veias aparentes em volta do nariz e bochechas, além de acne, espinhas, linhas finas e rugas.

9. Excesso de sol

mulher com rosto queimado de sol

O sol faz parte da nossa vida e a exposição adequada não é apenas segura, mas também necessária para a nossa saúde. Um estudo realizado no Hospital da Universidade de Oslo, na Noruega, descobriu que os benefícios da exposição solar superam os riscos que possam trazer.

Ela ajuda o nosso organismo na absorção de vitamina D, que contribui com a absorção de cálcio, saúde dos ossos, cardiovascular e muscular, e a deficiência de vitamina D já tem sido associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, autoimunes, artrite reumatoide e até mesmo o câncer.

Além disso, o sol também tem um impacto positivo no nosso humor, porque libera a produção de endorfinas, um hormônio responsável pelo bem-estar, prazer e felicidade.

Para aproveitar todos os benefícios do sol, alguns cuidados são necessários, pois a exposição inadequada pode trazer alguns prejuízos, principalmente para a nossa pele. Portanto procure tomar sol antes das 10hs e depois das 16hs, para evitar altas doses de radiação solar.

A radiação ultravioleta que recebemos através do sol pode atingir a derme, danificando o colágeno, e a elastina, o que permitirá gradualmente a formação de rugas, além de causar manchas brancas e escuras, uma vez que o excesso de sol danifica as células superficiais da pele e promove o envelhecimento precoce.

10. Depressão

Todos nós estamos sujeitos a enfrentar períodos de desânimo, mas para alguns isso pode ser consequência de um quadro de depressão, que tem impactos importantes no envelhecimento precoce, afetando todas as nossas células, e abrindo espaço para o aparecimento de processos inflamatórios e consequentemente outros problemas de saúde.

11. Sono irregular

insônia

O ditado popular afirma que “dormir é um santo remédio”, e é verdade. Dormir contribui para que o nosso corpo e mente descansem, permitindo o processo de regeneração e rejuvenescimento.

É durante o sono que os níveis hormonais atingem o seu pico e realizam o processo de reparação celular. Outro fator importante é que, ao dormir, o nosso organismo dissolve os radicais livres.

A falta de sono, por sua vez, promove níveis mais altos do hormônio do estresse, como o cortisol, além de nos deixar vulneráveis a outras doenças que também podem causar o envelhecimento precoce.

Faça algumas mudanças e ajude a retardar os efeitos do envelhecimento precoce

  • Mude a alimentação. Substitua uma dieta rica em açúcares, frituras e gorduras por alimentos mais saudáveis. Que tal acrescentar mais frutas, vegetais frescos, grãos integrais e mais fibras no seu prato?
  • Beba mais água. A quantidade recomendada é de 8 copos por dia, uma média de 2 litros, o que significa que é necessário beber água constantemente, ainda que não esteja com sede. E fique atento, não vale substituir ou completar a quantidade ideal com chás, sucos, refrigerante ou café.
  • Faça atividade física. Encontre um esporte ou atividade que seja prazerosa para você. Corridas, caminhadas, pular corda ou até mesmo dançar, não importa qual atividade você escolherá, porque o objetivo é se movimentar.
  • Pare de fumar e beber. Já sabemos que são vícios que trazem uma série de malefícios para a saúde e colaboram muito para o envelhecimento precoce.
  • Limpe adequadamente a sua pele. Lavar o rosto e o corpo é uma tarefa fácil e necessária para a nossa higiene, mas dependendo da forma que é feita, pode irritar a pele. Evite colocar muita pressão na hora de esfregar a pele, escolha produtos adequados para limpar cada parte do corpo e não use aqueles que podem agredir a pele.
  • Proteja-se do sol. Evite excesso de exposição, busque ficar na sombra, use roupas para proteger o corpo e o principal, não esqueça o protetor solar. Ele deve ser usado inclusive nos dias nublados.
  • Vá passear. Procure fazer passeios que tragam prazer e felicidade. Converse, sorria, interaja com pessoas, conheça novos lugares. Seja feliz.

Embora envelhecer seja inevitável, nós podemos tomar atitudes para que não aconteça de maneira precoce. Menos estresse, dieta adequada, atividades físicas, hábitos saudáveis permitirão uma plenitude, felicidade e vitalidade, que serão, sem dúvida, refletidas externamente.

Vídeo

Fontes e referências adicionais

Você acredita que pode estar sofrendo com o envelhecimento precoce? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média 4,40)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “11 maiores causas do envelhecimento precoce”