Dor na sola do pé: 7 principais causas e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 18/11/2021

Todo mundo já sentiu dor no pé após um dia inteiro andando ou após longas horas em pé. A sensação piora se o calçado estiver apertado ou tiver um solado muito fino e duro. Poucas horas com um salto alto e bico fino são suficientes para deixar os pés doloridos e exaustos. 

  Continua Depois da Publicidade  

Os pés recebem impactos, sofrem atritos e pressões ao longo do dia. As dores, lesões e calos nos pés incomodam e atrapalham as atividades diárias. 

Existem vários motivos da dor na sola dos pés, alguns requerem tratamentos específicos, mas para a maioria existem medidas simples que trazem alívio e conforto para os pés cansados. Fazer um escalda pés ou deixa-los para cima já trazem um conforto imediato, gerando uma sensação de bem-estar

Veja as principais causas da dor na sola dos pés e o que fazer para diminuir ou eliminar esses problemas. 

Fascite plantar

Dor na sola

A fáscia plantar é uma estrutura pouca elástica que recobre a musculatura da sola do pé, desde o osso do calcanhar até a base dos dedos dos pés, mantendo a curvatura do pé firme. Ela ajuda a amortecer e distribuir o impacto.  

O estiramento dessa estrutura ou pequenas lesões na sola do pé podem causar a fascite plantar. As mudanças na estrutura da fáscia podem ter relação com a prática excessiva de exercícios físicos, sobrepeso ou idade

A dor da fascite plantar é do tipo “pontada” na sola dos pés. Geralmente, é mais forte pela manhã e vai aliviando ao longo do dia. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que fazer

  • Aplicação de gelo: encha uma garrafa pet com água e congele. Coloque a garrafa no chão e role-a na sola do pé, para frente e para trás, durante 10 minutos;
  • Massagem: use uma bola de tênis para massagear a sola do pé, movimentando-a em todas as direções;
  • Alongamento: sente-se em um colchonete com as costas retas e pernas esticadas. Com uma toalha, puxe a ponta dos pés;
  • Usar palmilhas ortopédicas: ajudam a distribuir melhor o peso do corpo sobre os pés;
  • Usar órtese noturna: evita o encurtamento do arco plantar durante a noite, prevenindo as dores pela manhã;
  • Terapia por ondas de choque: reduzem a dor, melhoram o fluxo sanguíneo e a cicatrização das pequenas lesões;
  • Analgésicos e anti-inflamatórios: via oral ou por aplicação direta no ponto de maior dor;
  • Cirurgia: é feita a liberação da fáscia, quando os outros tratamentos não são eficazes.

Confira outros exercícios para fascite plantar.

Esporão do calcâneo

O esporão do calcâneo é o crescimento anormal de um pedaço de osso na parte de baixo ou de trás do calcanhar. Esse crescimento acontece como consequência de pequenos traumas causados pelo encurtamento da fáscia plantar ou dos tendões.

O calcâneo é o osso que dá forma ao calcanhar e recebe todo o impacto do peso corporal, distribuindo para as outras regiões do pé, durante a caminhada.

A dor costuma aparecer após a pessoa passar por um período de descanso e apoiar os pés no chão. Algumas pessoas podem sentir dor após muito tempo em pé, numa mesma posição ou até depois de realizem uma atividade física intensa. Outras pessoas podem não apresentar sintomas associados ao esporão.

O que fazer

  • Repouso: assim que sentir dor no calcanhar ao praticar alguma atividade física, pare e repouse o pé dolorido; 
  • Compressas de gelo: aplique uma bolsa de gelo por 15 minutos, para aliviar a dor;
  • Elevação do pé dolorido: deixe o pé elevado, com o uso de um travesseiro ou apoio;
  • Palmilhas ortopédicas de silicone (calcanheiras): diminuem a pressão sobre o esporão;
  • Terapia por ondas de choque: aliviam a dor, estimulam a circulação e a cicatrização;
  • Alongamento: sempre alongue e aqueça os músculos antes das atividades físicas;
  • Massagens;
  • Analgésicos e anti-inflamatórios;
  • Cirurgia: remoção do esporão, caso todos os outros tratamentos falhem.

Metatarsalgia

É uma dor que atinge a parte da frente da sola dos pés, antes dos dedos. Essa dor pode ser causada pelo esforço repetitivo em atividades físicas que exigem saltos e impactos nessa região, como é o caso da corrida

Em mulheres, pode ser causada pelo uso de sapatos de salto alto ou sapatilhas, que têm pouco amortecimento. 

  Continua Depois da Publicidade  

A dor na parte da frente do pé pode ser bem pontual ou espalhada por toda a região. A sensação pode ser semelhante à de pisar em uma pedra dentro do sapato e tende a piorar com atividade física ou com caminhada com pés descalços. 

O que fazer

  • Calçados adequados: são aqueles que fornecem espaço para os dedos se movimentarem;
  • Palmilhas ortopédicas: distribuem melhor o peso do corpo pelo pé;
  • Diminuir a frequência de atividades físicas que exijam muito salto e que gerem impacto na parte da frente do pé;
  • Fisioterapia: correção da pisada, aumento de força, equilíbrio e mobilidade dos pés;
  • Analgésicos e anti-inflamatórios;
  • Cirurgia: corrige deformidades ou desalinhamentos, quando os outros métodos terapêuticos não resolvem. 

Sesamoidite

É uma inflamação dos ossos sesamoides, dois ossos bem pequenos localizados atrás do dedão, na região do peito do pé. Eles inflamam por excesso de pressão nessa região, causada pelo impacto de algumas atividades físicas, sobrepeso ou uso de sapatos altos e com bico e sola finos. 

A pessoa sente dor nos pés, inchaço, aumento da temperatura na região inflamada e ocorre a formação de calos

O que fazer

  • Uso de medicamentos anti-inflamatórios;
  • Aplicação de bolsa de gelo;
  • Fisioterapia;
  • Troca dos sapatos;
  • Controle do peso.

Calos

São espessamentos na pele, causados pelo atrito com o calçado ou por pressão excessiva durante a caminhada, sendo os calos caracterizados por uma pele mais grossa, áspera, seca e dolorida.

O que fazer

  • Usar sapatos confortáveis, que não apertem o pé;
  • Usar almofadas ou espumas nos locais onde se formam os calos, disponíveis em farmácias;
  • Aplicação de ácido salicílico: dissolve a proteína que compõe o calo e a pele morta ao seu redor; 
  • Não cortar ou raspar o calo em casa: pode gerar uma entrada para infecções na pele. Esse procedimento deve ser feito pelo podólogo;
  • Tratamento com aparelhos ortopédicos: ajudam a reduzir a pressão sobre os calos, distribuindo melhor o peso do corpo pelos pés;
  • Cirurgia: raspagem do osso que está causando uma pressão excessiva no calo. 

Síndrome do túnel do tarso

A síndrome do túnel do tarso é um problema que atinge o nervo que passa pelo tornozelo e sola do pé. Quando ele fica comprimido, a pessoa sente dor, formigamento e queimação em todo o pé, podendo atingir até os dedos. 

Esses sintomas pioram ao andar e ao usar calçados mais apertados. Além da dor e formigamento, os pés incham e a pessoa sente dificuldade para caminhar. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que fazer

  • Imobilização do pé, para diminuir a pressão no nervo;
  • Uso de anti-inflamatórios;
  • Diminuir a frequência e intensidade das atividades físicas;
  • Fisioterapia e tratamentos com ultrassom, para descomprimir o nervo;
  • Cirurgia.

Entorse do pé

É uma lesão muito comum não somente entre os atletas, mas pode acontecer no dia a dia, andando pela calçada por exemplo. 

Ela é causada por uma torção do tornozelo, que estiram os ligamentos dessa região, causando inchaço, dor na sola do pé e dificuldade para caminhar. 

O que fazer

  • Tomar um analgésico e um anti-inflamatório
  • Passar pomadas anti-inflamatórias
  • Aplicar uma compressa fria no local por 15 minutos; 
  • Dependendo do grau da torção, pode ser necessária a imobilização.
Fontes e referências adicionais

Você já sentiu dor na sola do pé? O que você fez para aliviar a dor? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário