Esporão no pé – O que é, causas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 08/04/2021

Saiba o que é o esporão no pé, as principais causas e como tratar esse grande desconforto que afeta o osso do calcanhar.

  Continua Depois da Publicidade  

Se você tem uma dor no calcanhar, pode ser que você tenha um esporão no calcâneo.

Muita gente confunde um esporão com a fascite plantar, mas saiba que essas condições são diferentes e aproveite para aprender os melhores exercícios para quem tem fascite plantar.

No caso do esporão, o que ocorre é uma calcificação de um ligamento no calcanhar. Como resultado, surge um novo pequeno osso no local.

Em alguns casos, o desenvolvimento desse pequeno osso não causa nenhum sintoma. Mas há quem reclame de dor no osso e desconforto para andar por causa dele.

Esporão no pé – O que é

dor no pé

O calcâneo é o nome do maior osso do pé. De fato, ele é o osso mais importante que dá suporte ao peso corporal.

Aliás, outra estrutura importante que dá suporte para caminhar e cumprir diversas funções é o tendão de Aquiles. Por isso, veja também o que é tendinite no tendão de Aquiles e como ela pode prejudicar a sua mobilidade física. 

Causas do esporão no calcanhar

A principal causa do esporão no pé é o acúmulo de microtraumatismo ao longo da vida. Geralmente, o esporão ocorre por causa de várias distensões musculares e ligamentares ao longo do tempo.

Além disso, apresentar alguns fatores de risco pode aumentar as chances de desenvolver um esporão, como por exemplo:

  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Gota;
  • Fascite plantar;
  • Osteoartrite;
  • Artrite reumatoide.

Por fim, algumas pessoas desenvolvem um esporão no calcâneo porque usam sapatos que não se ajustam bem aos pés.

  Continua Depois da Publicidade  

Sintomas

Na maioria das vezes, um esporão é assintomático. A dor pode surgir quando a pessoa desenvolve uma inflamação crônica ao redor do crescimento ósseo.

Sendo assim, o sintoma não é do esporão em si, mas sim da inflamação que ele pode causar.

Neste caso, os sintomas que podem acontecer são:

  • Dor aguda no calcanhar;
  • Inchaço local;
  • Sensação de que a pele está mais quente ao toque;
  • Leve protuberância óssea no calcanhar.

Além disso, outra característica marcante dessa dor é que ela piora ao se movimentar e melhora com o repouso.

Como tratar

médico estudando esporão no pé

Antes de começar o tratamento, faça alguns exames de imagem como o raio X, por exemplo, para saber como está o crescimento ósseo. Além disso, exames adicionais podem ser solicitados por um médico para avaliar a existência de inflamação.

Uma estratégia terapêutica que costuma funcionar bem para um esporão no calcâneo é o método RICE (do inglês Rest: descanso, Ice: gelo, Compression: compressão e Elevation: elevação).

  • Descanso: o repouso é fundamental para melhorar qualquer tipo de inflamação, principalmente quando ela afeta o pé que sustenta todo o nosso peso;
  • Compressa de gelo: comprimir o local, de preferência usando uma compressa de gelo, durante 15 minutos várias vezes ao dia ajuda a reduzir a inflamação, anestesiar o local e diminuir a dor. Além disso, essa técnica também minimiza o inchaço;
  • Elevação dos pés: deixar os pés elevados é muito bom para diminuir a inflamação em volta de um esporão. 

Aliás, há casos em que usar palmilhas ortopédicas indicadas por um médico também ajudam.

De fato, essas palmilhas de silicone podem amortecer o impacto da pisada e reduzir a pressão sobre o esporão. Algumas podem até corrigir a pisada.

  Continua Depois da Publicidade  

Por outro lado, é importante usar a palmilha apenas pelo tempo necessário ou de acordo com a orientação médica, já que o uso prolongado pode aumentar a pressão sobre a planta do pé e causar outros problemas.

Mais opções de tratamento

Outras opções de tratamento incluem:

  • Fisioterapia: alongar os músculos do pé é muito importante para prevenir e aliviar a dor. Para que você aprenda a fazer os exercícios com segurança, é essencial consultar um fisioterapeuta.
  • Terapia por ondas de choque (ultrassom)
  • Analgésicos: a dor aguda no calcanhar pode ser tratada com analgésicos de venda livre, como por exemplo o acetaminofeno ou o paracetamol.
  • Anti-inflamatórios: alguns anti-inflamatórios, como por exemplo o ibuprofeno, a aspirina e o naproxeno podem ajudar a aliviar a dor, a inflamação e o inchaço – se houver.
  • Corticoides: quando a dor é muito forte, o médico pode indicar injeções de corticosteroides. Trata-se de um anti-inflamatório mais forte que alivia a dor e a inflamação quase que instantaneamente.
  • Cirurgia: se o seu esporão no pé causa dor constante ou muita dificuldade para caminhar, o médico pode sugerir uma cirurgia. Neste procedimento, o esporão é removido cirurgicamente. Logo após a recuperação, a dor desaparece e a mobilidade do pé pode ser reconquistada com a fisioterapia.

Aliás, é sempre muito importante que você procure um ortopedista para fazer uma avaliação médica – já que nem toda dor no calcanhar é resultado de um esporão ósseo. Só assim o seu problema será tratado de forma adequada e segura para a sua saúde.

Vídeo

Por fim, se você sofre de problemas nos pés além do esporão, não deixe de ver o vídeo abaixo em que a nossa nutricionista mostra os sinais nos pés que podem indicar problemas no fígado:

Fontes e Referências Adicionais

Você já teve ou tem um esporão no pé? O que você já tentou para aliviar a dor? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 4,50)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário