Fazer Esteira Perde Barriga Mesmo?

O emagrecimento não é algo que acontece da noite para o dia. Na verdade, existem dois fatores que determinam que a perda de peso aconteça: dieta balanceada e exercício físico. Alimentar-se bem é essencialmente importante para viver bem e emagrecer, por isso qualquer dieta deve levar em conta certos alimentos que equilibrem a sua ingestão calórica e absorção de nutrientes, ao mesmo tempo que essas calorias ingeridas são gastas em atividades físicas.

A prática de atividades fortalece os ossos, melhora o condicionamento físico, promove o gasto de energia e, consequentemente, de gordura no corpo. Mas você sabe qual a melhor forma de eliminar tecido adiposo na região do abdômen? Uma das maiores reclamações das pessoas é o acúmulo de gordura abdominal e um dos maiores desafios pode ser descobrir a forma mais eficaz de eliminar esses depósitos no tecido adiposo.

Assim, sabe-se que existem inúmeros exercícios e esportes que podem ser praticados, mas a dúvida que paira no ar é justamente sobre qual a melhor opção para perder barriga. Os profissionais de Educação Física são unânimes ao dizer que dentre as melhores opções está correr/caminhar na esteira.

Avaliando todos os equipamentos disponíveis em uma academia, pode ser difícil avaliar qual a melhor forma para emagrecimento e acreditar que um equipamento tão simples pode ser tão funcional, mas fazer esteira perde barriga sim e é isso que você verá com mais detalhes abaixo.

Fazer esteira perde barriga?

Praticar caminhadas e correr, seja ao ar livre ou em alguma esteira, é uma das melhores formas de gastar calorias com saúde. Trata-se de um exercício aeróbico e que depende de consumo de oxigênio para ser desenvolvido corretamente.

Se for feita de maneira correta e contínua, a esteira é um gatilho rápido para você perder gordura abdominal. Além disso, a esteira ainda auxilia na saúde do coração, pois melhora a resistência deste e a circulação sanguínea. Assim, caminhadas/corridas são excelentes para o corpo como um todo e a mente.

Entretanto, a diferença de uma esteira é que se pode ter um controle maior da sua atividade, pois é possível determinar velocidade, tempo, distância, calorias e até batimentos cardíacos. O correto é, se você for iniciante, começar devagar até melhorar seu condicionamento. Comece com caminhadas leves até ganhar um ritmo mais acelerado e intenso de treino. Pode ser que no início você não sinta grandes resultados, mas aumentando o ritmo ou o tempo de treino você verá resultados bastante satisfatórios. Confira aqui 5 dicas de treino HIIT na esteira para acelerar sua perda de peso.

Tempo de esteira

Como mencionado, o tempo na esteira pode variar de pessoa para pessoa e depende de alguns fatores específicos. Iniciantes devem começar devagar com caminhadas de 15 minutos por três vezes na semana, e após uns dias e após o corpo se acostumar, pode-se aumentar o tempo de esteira para 30 minutos em cinco dias na semana.

Se você preferir ir menos vezes na academia, você pode dobrar esse tempo por dia e reduzir suas idas, ou pode optar por treinamentos mais rápidos do estilo HIIT. Isso é apenas questão de se adaptar às necessidades e escolhas.

A questão é que não se pode ficar parado por muito tempo. Interromper ou quebrar a rotina que você formulou pode colocar tudo a perder. Por isso, mais do que andar na esteira é preciso disciplina para não começar a inventar desculpas e faltar nos dias predestinados. Muitas pessoas se preocupam com o tempo, achando que mais tempo significa mais resultados, mas isso não necessariamente ocorre na prática.

H.I.T

Você já ouviu falar em High Intensive Training? Trata-se de uma nova tendência fitness desenvolvida por Arthur Jones e aprimorado por Mike Mentzer, um dos fisiculturistas mais conhecidos da história. Na teoria (e na prática) a intensidade é inversamente proporcional ao volume, ou seja, remete ao grau de dificuldade do exercício, enquanto o volume faz referência ao número de repetições.

Assim, o HIT objetiva um treino árduo, infrequente e breve. Por isso ele deve ser realizado o mais intenso possível, em um curto período de tempo e não mais de três vezes por semana. Por isso, vale muito mais fazer uma esteira em um ritmo mais pesado em menos tempo para obter ganhos mais rápidos do que poucas caminhadas em períodos de tempo mais longos. Veja como funciona o treinamento intervalado para emagrecer.

Postura adequada

Tudo bem que fazer esteira perde barriga realmente, mas não basta caminhar ou correr na esteira e achar que está tudo certo. Se você não mantiver uma postura correta e adequada, você pode não só continuar com a barriga indesejada quanto ganhar alguma dor ou lesão.

Quando estiver na esteira, atente-se para sua postura e movimentos. A cabeça deve ficar alinhada com a coluna, mantendo o queixo paralelo à esteira para evitar dores no pescoço. Os ombros devem ficar voltados para trás para que não tensionem a musculatura. Os braços devem acompanhar o movimento do corpo mantendo os cotovelos flexionados a 90 graus. A barriga deve estar contraída enquanto caminha para trabalhar os músculos do abdômen e melhorar a postura.

Para caminhar, pise primeiro o calcanhar evdepois o restante do pé, e o tamanho da passada não deve ser muito curto e nem muito longo – caso fique difícil de visualizar essa última, peça ajuda para o profissional da academia. Para se beneficiar mais e otimizar o treino na esteira, você pode preferir aqueles equipamentos com simulação de subida para que você possa trabalhar também as pernas e glúteos.

Dicas gerais

Durante as caminhadas e corridas na esteira, é interessante portar uma garrafa com água para que a hidratação seja realizada de forma constante e abundante durante as atividades. É legal também levar uma toalha ou lenço para secar o suor ao longo do exercício e não atrapalhar a área de visão. Deve-se tomar cuidado sempre com a postura para não ficar curvado, sempre se mantendo alongado, com braços flexionados, ombros para trás, sem jogar os pés de encontro ao chão.

Vale a pena a orientação de um professor durante as atividades para que você faça tudo de forma correta. Sem sombra de dúvida fazer esteira perde barriga, o único alento é que você precisa seguir essas dicas básicas para ter sucesso completo.

Para intensificar o treino você pode intercalar a caminhada com corridas ou enquanto faz musculação utilizar o tempo de descanso entre um aparelho e outro para correr na esteira. Além disso, uma outra dica muito interessante para quem quer perder barriga na esteira é começar os treinos com a musculação, assim o estoque de glicogênio é gasto na musculação nos 20 minutos iniciais. Assim, ao ir para a esteira em seguida, o corpo utilizará a gordura como energia para gastar no treino, fazendo com que você perca barriga com mais eficiência.

Você já imaginava que fazer esteira perde barriga realmente, certo? Tem o costume de praticar esta atividade com frequência? Como que organiza o seu treino na esteira? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (43 votos, média: 3,74 de 5)
Loading...

9 comentários em “Fazer Esteira Perde Barriga Mesmo?”

  1. Estou fazendo esteira há 1 mês, 30 minutos por dia, 5 dias, na velocidade 6,0 … para tratar esteatose hepática, gordura no fígado… e tbm perder um pouco de peso e a barriga … daqui há mais um mês vou repetir o exame pra ver se estou melhor … mas já sinto diferença na minha barriga…. sei que terei que fazer sempre na minha vida pra ter saúde e um fígado saudável , além de cuidar da alimentação é claro …

  2. Eu caminho da velocidade rápida na esteira, até completar 5 km O tempo que fasto é de 46 minutos. estou na academia a 20 dias. Em seguida, faço a musculação de acordo com o dia, se é perna ou braço.. Faco também, duas vezes na semana após essa rotina, aula de Jump.

  3. Começo minha rotina de esteira hj em casa. Nunca subí numa esteira, confesso que tenho um pouco de medo de não conseguir ficar na postura correta. Mas vou a luta, preciso perder peso e melhorar a minha saúde que está um pouco abalada…sou hipertensa .

    • Treino na esteira há 8 meses, duas vezes na semana por 1 hora com velocidade 50 e aos poucos estou aumentando a elevação. A diferença do meu abdômen é visível. Intercalo a esteira com musculação três vezes por semana e adotei uma alimentação saudável. Reduzi medidas e peso.

Deixe um comentário