Forskolin

Forskolin – O Que é, Para Que Serve e Efeitos Colaterais

Forskolin já é utilizado há muitos anos pela medicina popular para gerenciar alguns problemas de saúde, mas há alguns anos ele foi publicamente declarado como um emagrecedor milagroso. Desde então, a sua popularidade cresceu e milhões de pessoas têm utilizado o forskolin acreditando que essa é uma fórmula mágica e capaz de eliminar os quilos a mais. Será?

Para entender melhor se o forskolin realmente pode proporcionar esse e outros benefícios para a saúde, abordaremos aqui o que é, para que serve e também os seus efeitos colaterais.

Forskolin – O que é?

Forskolin é um suplemento vegetal derivado da raiz de uma planta conhecida como coleus. Ela pertence à família das mentas e cresce na Tailândia, Nepal e partes da Índia.

A planta coleus é uma velha conhecida de algumas culturas e comumente usada na medicina ayurvédica. Tradicionalmente, tanto ela como o forskolin eram utilizados com o objetivo de promover a saúde geral, mas ela se destacava quando o foco era tratar a asma e distúrbios respiratórios.

Os mais antigos utilizam a raiz do coleus para preparar um chá capaz de proporcionar o bem-estar, mas atualmente ele é mais popular como um suplemento.

Forskolin – Para que serve?

O forskolin pode trazer benefícios para a saúde de forma geral, mas sem dúvida muita gente procura esse produto por causa de sua fama de emagrecedor. Isso aconteceu principalmente depois que um médico apresentou o suplemento em um programa de TV, recomendando o produto como eficaz para a redução de peso. Depois disso, a busca pelo forskolin aumentou consideravelmente.

Segundo teorias, ele pode estimular a criação de enzimas chamadas lipase e adenosina. Ambas são responsáveis por liberar ácidos graxos das células do corpo, porque quando estão livres, podem ser queimados como combustível para gerar energia. A queima de ácidos graxos é vantajosa porque pode reduzir a gordura sem afetar a massa muscular magra, porém alguns estudos não apoiam essa eficácia.

Forskolin também pode ajudar no tratamento contra o câncer, pois tem efeitos antitumorais e contribui com a morte de células cancerígenas, ajuda a previr a hipertensão, o ganho de peso em pessoas com sobre peso e obesas, além de ajudar a tratar o glaucoma, asma e estar se destacando como um suplemento promissor e natural para gerenciar a doença de Alzheimer.

Principais benefícios do forskolin

Vamos conferir quais são os benefícios comprovados do forskolin e de que forma este suplemento pode impulsionar a saúde.

1. Reduz a pressão arterial elevada

Pressão alta é um problema que precisa ser gerenciado para evitar o surgimento de algumas doenças relacionadas. O forskolin pode ser um aliado importante, pois ele é conhecido por tratar doenças cardíacas como a hipertensão.

Sua eficácia foi comprovada através de um estudo feito na Índia, que mostrou que o extrato reduziu efetivamente a pressão arterial em mais de 75% dos pacientes testados.

2. Reduz os níveis de açúcar no sangue

O uso de forskolin pode ajudar a diminuir e manter normais os níveis de glicose no sangue em jejum, segundo um estudo publicado no International Journal of Medical Sciences em 2014. Ele teve o objetivo de investigar a glicemia e estresse oxidativo em ratos e os resultados indicaram que a administração regular do suplemento por oito semanas diminuiu os níveis de glicose no sangue em jejum e ajudou a manter os níveis normais de açúcar no sangue.

3. Pode ajudar a tratar o câncer

Forskolin demonstra ter efeitos antitumorais, pois é capaz de impedir o crescimento de tumores de câncer retal, e o mais impressionante é que em alguns tipos de câncer retal ele demonstrou retardar ou até parar o crescimento do tumor, o que é muito relevante.

Isso é possível porque forskolin consegue ativar a proteína fosfatase 2 (PP2A), que é uma enzima que promove a rápida divisão celular. Além disso, as pesquisas também mostraram que forskolin é capaz de causar apoptose de células cancerígenas de mieloma múltiplo. Por fim, quando sua ingestão é feita paralela a drogas quimioterápicas comuns, pode reduzir os efeitos colaterais causados ​​pelos tratamentos.

4. Demonstra potencial para o tratamento de Alzheimer

O mal de Alzheimer é considerado uma doença neurodegenerativa. Ela acumula placas beta-amilóides dentro das células cerebrais. Segundo um estudo realizado com ratos, o forskolin foi capaz de diminuir aspectos negativos causados ​​pela doença de Alzheimer, inclusive as placas em várias áreas do cérebro, além da redução da atividade inflamatória. Esse estudo promissor foi publicado no Journal of Neuropathology and Experimental Neurology em julho de 2016.

5. É eficaz para tratar a asma

Ter as vias aéreas inflamadas e inchadas costuma resultar em um ataque de asma para aqueles que sofrem com essa condição. Forskolin é um suplemento que tem efeitos positivos em pacientes com asma e durante alguns estudos ele se mostrou mais potente que o ácido cromóglico. Os pacientes foram divididos e cada grupo recebeu uma das substâncias. O grupo que recebeu forskolin teve metade dos ataques de asma do que os que tomaram ácido cromóglico.

Outro experimento o comparou com a beclometasona, um tratamento comum para a asma, e revelou que os resultados de ambos são muito semelhantes. Isso significa que esta pode ser uma opção de tratamento natural, segura e eficaz para quem sofre de asma.

6. Ajuda a tratar os sintomas do glaucoma

O tratamento para o glaucoma costuma ser feito através de uma injeção diretamente no olho, mas alguns estudos mostraram que tomar forskolin por via oral e associar o uso à rutina pode impactar de forma positiva os níveis de pressão ocular.

Porém, na investigação para evidenciar seus efeitos sobre a morte das células ganglionares da retina, o forskolin apresentou poucos efeitos, enquanto que uma abordagem combinada com mais dois suplementos naturais como a homotaurina e L-carnosina mostrou uma proteção mais eficaz quando injetada.

O estudo foi realizado com ratos, então uma realização em humanos é necessária para confirmar a eficácia.

7. Ajuda a gerenciar o peso

Manter um estilo de vida saudável e associar ao uso de forskolin pode evitar o ganho de peso em pessoas com sobrepeso ou obesas.

Um estudo realizado em 2011 para analisar o controle de peso como resultado do consumo de um produto específico mostrou que após 12 semanas de ingestão, áreas como cintura, quadris, nádegas e abdômen diminuíram e a celulite foi reduzida relevantemente. O produto era composto por tetrahidroxipropil etilenodiamina, cafeína, carnitina, forskolina e retinol.

O que dizem os estudos sobre a eficácia do forskolin para a perda de peso?

Muitos estudos já foram realizados, mas apenas alguns foram capazes de trazer resultados consistentes referentes à associação do forskolin com a perda de peso. Eles foram realizados com humanos e outro com ratos. Veja as abordagens e os resultados:

Em 2005 foi realizada pela Universidade do Kansas a primeira pesquisa com humanos para investigar os efeitos na perda de peso do forskolin. Participaram do estudo 30 homens com sobrepeso ou obesos que receberam 250 miligramas de um extrato contendo 10% de forskolin, ingeridos por via oral duas vezes ao dia.

O estudo descobriu que a substância impactou positivamente, pois foi capaz de diminuir o percentual de gordura corporal e a massa gorda. Outros resultados significativos incluíram um aumento na massa óssea e nos níveis de testosterona no sangue, que geralmente estão relacionados com menor peso e perda de peso sustentada. Embora os resultados pareçam ser promissores, os participantes deste estudo não perderam peso, o que significa que não se cumpriu aqui a promessa de que o forskolin emagrece.

No mesmo ano, um segundo estudo administrou a mesma dosagem, também por um período de 12 semanas em 23 mulheres levemente acima do peso. Diferente do primeiro estudo, os pesquisadores não relataram diferenças relevantes entre a massa de gordura, o que significa que a composição corporal não foi afetada. Também não foram encontradas diferenças significativas em quaisquer marcadores metabólicos ou lipídios no sangue, como aconteceu no primeiro estudo que indicou o aumento da testosterona.

Um estudo mais recente feito em 2014 foi realizado com ratos. Eles foram divididos em cinco grupos, incluindo um grupo controle e quatro combinações de dieta mais suplementação. O forskolin e/ou rolipram foi administrado durante 10 semanas.

Os resultados mostraram que ambos estimularam a lipólise e inibiram o aumento do peso corporal, pois foram capazes de aumentar os níveis de AMP, uma molécula que aumenta os níveis de queima de gordura.

Simplificando, o forskolin evitou o ganho de peso, mesmo com uma dieta totalmente inadequada. Isso significa que a suplementação pode ajudar a gerenciar o ganho de peso, e por esse motivo destacamos esse ponto como um dos benefícios do suplemento. 

Efeitos colaterais

Suplementos como forskolin podem apresentar alguns efeitos colaterais, embora seu uso pareça ser seguro, principalmente se comparado a outros suplementos no mercado.

Algumas reações negativas relatadas são:

  • Rubor;
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Pressão arterial baixa quando tomado por via oral;
  • Irritação do trato respiratório superior, tosse, tremor e inquietação quando inalados;
  • Ardor nos olhos e aumento dos vasos sanguíneos;
  • Dor de cabeça. 

Contraindicação

Pessoas que fazem o uso de anticoagulantes ou medicamentos antiplaquetários e experimentam algumas condições de saúde não devem tomar forskolin.

  • Drogas para a pressão alta podem interagir com o suplemento, incluindo os bloqueadores beta, bloqueadores dos canais de cálcio, clonidina e hydralazine.
  • Forskolin também deve ser evitado se você tem doença renal policística.
  • Mulheres grávidas ou amamentando não devem tomar, pois a segurança não é conhecida.
  • Mulheres com síndrome do ovário policístico devem evitar o uso, pois existem indicações preliminares de que o forskolin pode aumentar o tamanho dos cistos.

Palavras finais

Se o seu objetivo é tomar forskolin para emagrecer, saiba que ele não demonstra esse efeito, mas pode sim ajudar a prevenir o ganho de peso. Infelizmente não existe milagre, o melhor caminho continua sendo manter uma dieta saudável e equilibrada e fazer exercícios físicos regularmente.

Embora esse efeito não tenha sido comprovado, a sua aplicação demonstra capacidade de ajudar a saúde de outras formas, então se esse é o seu objetivo, vale a pena investir no uso de forskolin.

Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar do suplemento Forskolin? Tem vontade de experimentá-lo? Para que propósitos ou benefícios que listamos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*