Jejum Intermitente Ajuda Médico a Perder Mais de 55 Kg em 1 Ano e Meio

Enquanto o Dr. Kevin Gendreau observava sua irmã de 32 anos ficar cada vez mais doente devido a um agressivo câncer de ovário, ele reavaliou sua própria saúde. O médico, então com 28 anos de idade, tinha 136 kg em seus 1,75 m de altura.

“Minha pobre irmã, Rachel, não teve escolha com sua saúde”, disse Kevin, hoje aos 30 anos, de Massachusetts, nos EUA. “Eu estava escolhendo não ser saudável.”

Ele ganhou cerca de 23 kg como calouro da faculdade e manteve a compulsão alimentar para lidar com o estresse. Quando seu pai morreu de uma forma rara de melanoma, Kevin voltou-se para a comida em busca de conforto, mais uma vez. Durante a faculdade de medicina, ele ganhou ainda mais peso.

Enquanto observava sua irmã lutando contra o câncer, Kevin percebeu que seu estilo de vida pouco saudável havia trazido a sérios problemas de saúde, como pressão alta e colesterol, diabetes e apneia do sono.

“Fui para a faculdade de medicina, nunca resolvi a depressão e comia para esquecer problemas como o falecimento do meu pai.”

Assim que ele percebeu que estar acima do peso era uma escolha, algo o chamou a atenção e Kevin foi capaz de se concentrar em perder peso de uma forma que ele nunca havia feito antes. Quando começou, em agosto de 2016, ele cortou todos os carboidratos processados e comia cerca de 1.700 calorias por dia, que rastreava com um aplicativo de perda de peso. Os primeiros 20 kg foram embora rapidamente.

“Quando você tem uma história de compulsão alimentar e emocional, você perde toda a fé em sua capacidade de controlar suas emoções e sua fome”, disse ele. “Eu não tinha ideia de que eu era tão forte.”

Quando ele atingiu um platô, fez algumas mudanças em sua dieta. Ele se concentrou em comer frango, peru, legumes, café, chá, iogurte grego sem gordura, frutas e nozes. Essa mudança ajudou-o a perder ainda mais peso. Mas, novamente, seu progresso parou quando chegou aos 102 kg.

“Eu já me sentia muito melhor”, disse ele. “Mas como a condição da minha irmã havia piorado, isso me motivou mais no caminho. Eu sabia que ia ser importante nas vidas dos filhos dela.”

Quando sua irmã morreu em junho de 2017, deixando para trás seus filhos, Henry, de 3 anos, e Sophia, de 7, Kevin recomeçou sua perda de peso novamente com a dieta 16:8, também conhecida como jejum intermitente. Do meio-dia às 20h da noite ele consome quantas calorias quiser. Isso o ajudou a perder os últimos 27 kg de sua perda de peso de 56,6 kg, que levou um total de 18 meses.

“Estou chocado com como isso funciona. Há sempre uma nova dieta, mas esse hábito é muito científico, e é por isso que adorei”, disse ele.

Nos últimos meses, ele começou a treinar. Ele espera que o exercício ajude a eliminar o excesso de pele que ele ficou.

“90% da minha perda de peso veio da dieta”, explicou ele.

Desde fevereiro de 2018, Kevin mantém sua perda de peso e já está mais de 2 kg abaixo do seu objetivo inicial, que o ajudaria a atingir um índice de massa corporal (IMC) saudável. Ele não toma mais nenhum medicamento e reverteu todas as condições de saúde que tinha anteriormente.

“Eu apenas me importo com como eu me sinto e como me olho no espelho, e não com um número na balança”, disse ele.

Kevin, agora um médico geral, compartilha as dicas sobre o que o ajudou a ter sucesso.

1. Guarde suas imagens e suas roupas antigas

Quando Kevin está estressado e desmotivado, ele experimenta suas camisetas XXXL e calças tamanho 54. É um lembrete tangível de até onde ele chegou e o faz sentir-se muito melhor, até porque agora ele usa camisas tamanho P e calças tamanho 40.

“Às vezes você precisa de uma comparação para ver o que você realizou”, disse ele.

2. Encontre seu propósito

A razão de Kevin para perder peso estava enraizada na tristeza – sua irmã estava morrendo e ele precisava ficar por um longo tempo com seus sobrinhos. Mas ele acredita que isso o ajudou.

“Eu sabia que tinha que ser saudável”, disse ele. “Esse foi provavelmente o principal motivador.”

3. Engane o seu apetite

Mesmo que Kevin se concentre em uma alimentação saudável, ele ainda gosta de sair para comer com amigos e familiares. Quando ele não está no dia do lixo, ele escolhe salada ou peito de frango assado. Ele engana seu próprio apetite graças a um truque.

“Vou enganar meu apetite de propósito. Eu como uma pilha de nozes, uma pilha de cenouras e uma maçã no caminho. Dessa forma eu realmente não estou com tanta fome, então tudo que eu quero é uma bebida e uma salada”, explicou ele.

Você já experimentou fazer o jejum intermitente para perder peso? Acredita que possa funcionar mesmo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 3,91 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*