Modelo Fitness Sem Coração em Funcionamento Choca e Inspira Pessoas Mundo Afora

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Você é um daqueles que passa o dia todo preocupado com a bateria de todos os seus dispositivos, como celular, notebook, tablet, etc? Andrew “AJ” Jones, um modelo fitness profissional de Farmington, Connecticut, nos Estados Unidos, tem de passar por isso todo dia de forma realmente séria, do contrário, sua vida estaria em risco.

Ele não tem um pulso discernível. Ele não tem um coração funcionando. Como ele diz, “Eu sou certamente o zumbi mais em forma que você já viu.” Isso porque Jones conta com um coração artificial que está constantemente ligado a duas baterias e um computador, que ele carrega em uma mochila aonde quer que vá.

“Eu sempre tenho que carregar as baterias,” afirma Jones na entrevista do vídeo acima. “À noite, quando eu vou para a cama, eu ponho o meu telefone para carregar, e então ponho a mim também.”

Jones foi diagnosticado em 2015 com cardiomiopatia hipertrófica, uma condição na qual o músculo cardíaco engrossa, sem uma causa óbvia; seu médico lhe disse que ele ia precisar de um transplante. Entretanto, Jones recebeu um dispositivo auxiliar para o ventrículo esquerdo, uma bomba mecânica que transporta o sangue a partir da câmara mais baixa do coração para todo o corpo como um coração saudável faria – isso até que seja sua vez na fila de doação de órgãos e ele encontre um doador.

Já um aspirante a modelo fitness na época, Jones não deixou que sua condição cardíaca o atrapalhasse. Ele narra sua jornada diária em seu Instagram e em seu canal no YouTube, que conta atualmente com mais de 55.000 inscritos e também promove algumas dicas de boa forma.

Sua trajetória está ganhando força pela internet atualmente. “Estou tão animado com o fato da minha história estar se tornando conhecida e inpiradora!”, disse Jones sobre toda a atenção que vem recebido. “Vamos continuar inspirando as pessoas o máximo que puder!”.

Jones é uma das cerca de 120.000 pessoas atualmente na lista de espera por uma doação órgão, de acordo com a United Network for Organ Sharing e a própria organização de Jones, Hearts At Large, que ele fundou para conscientizar a população sobre a necessidade de doadores e criar um rede para aqueles que necessitam de doações de órgãos.

De acordo com a UNOS, um doador de órgãos pode salvar até oito vidas, mas uma média de 22 pessoas morrem por dia porque um órgão não estava disponível no momento.

Você acredita que teria a mesma força de vontade e dedicação que Jones teve após receber seu diagnóstico? Pretende ser um doador de órgãos para salvar pessoas que necessitem no futuro? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário