O Que Acontece Com a Sua Saúde Quando Você Para de Se Exercitar

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Correria no trabalho, falta de tempo, viagens longas, falta de motivação, preguiça ou doença. Enfim, são diversos os motivos que podem fazer com que uma pessoa resolva interromper o seu treinamento e deixar de ir à academia por um tempo.

Enquanto alguns casos demonstram simplesmente a falta de dedicação do praticante, outros realmente são impedimentos que impossibilitam de verdade que a pessoa se empenhe na malhação. Entretanto, fato é que seja por conta de uma situação ou outra, largar a academia traz prejuízos que vão além dos quilos a mais ou do aumento da barriguinha, isso também faz mal à saúde.

Mas então, quais seriam esses problemas? É exatamente isso que você verá a seguir, assim como o que pode ser feito para reverter a situação – como você já deve suspeitar, isso demanda voltar à ativa com a prática de exercícios físicos. Confira a lista:

1. A pressão arterial dispara

A pressão arterial costuma ser maior nos dias em que a pessoa não pratica nenhuma atividade física do que nos dias em que ela se exercita. Desse modo, quando ela abandona o treinamento, não demora para que esse efeito de disparada aconteça.

Em apenas duas semanas, os vasos sanguíneos já se adaptam ao estilo de vida mais parado e dentro de um mês após a interrupção dos exercícios, as artérias e veias estão mais endurecidas, de maneira que a pressão arterial atinge um nível similar ao de alguém bastante sedentário, que nem ao menos deixa o sofá de casa.

Como mudar a situação? Como já era de se esperar, a solução é voltar aos exercícios na academia. Com eles, a pressão arterial diminuirá um pouco a cada dia e os vasos sanguíneos passarão a trabalhar de maneira mais eficiente dentro de uma semana. 

Um pouco mais tarde, depois de um ou dois meses, o batimento mais forte do coração, em decorrência dos treinos, deixará os vasos sanguíneos mais flexíveis, causando, assim, uma diminuição da pressão arterial.

2. O nível de açúcar no sangue fica lá em cima

Um estudo publicado no jornal Medicine & Science in Sports & Exercise (Medicina & Ciência em Esportes e Exercício, tradução livre) explicou que normalmente, logo depois que uma pessoa se alimenta, o seu nível de açúcar no sangue aumenta, para então diminuir após ser usado pelos músculos e outros tecidos como fonte de energia. 

Entretanto, bastam cinco dias sem colocar o corpo e os músculos para trabalhar que a taxa de glicose no sangue que cresceu depois da refeição não diminuir mais.

Logo, se a pessoa continua com os hábitos sedentários, a quantidade de glicose no sangue continuará a aumentar, atingindo altos picos, e a colocará em maiores riscos de sofrer com doenças no coração e diabetes, disse um dos coautores da pesquisa, o PhD da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos, James Thyfault.

Como mudar a situação? De acordo com o pesquisador James Thyfault, apenas uma semana da prática de exercícios físicos regularmente é capaz de diminuir de forma significativa a taxa de glicose no sangue, até mesmo para as pessoas que sofrem com diabetes do tipo 2. 

3. Cansar-se com muita facilidade

Somente duas semanas sem frequentar a academia corretamente podem fazer com que uma pessoa se sinta cansada com maior facilidade, de acordo com a PhD e fisiologista Stacy Sims. Isso pode trazer dificuldades até mesmo para subir um lance de escadas, por exemplo. 

É que quando isso acontece o seu VO2 max diminui em até 20% – uma medida que avalia o condicionamento de um indivíduo, tendo em vista o volume máximo de oxigênio que o seu organismo consegue utilizar durante a realização de um exercício.

Esse fato ocorre porque com a parada na malhação, há a perda de mitocôndrias, uma das substâncias importantes para a conversão de oxigênio em energia dentro dos músculos. Uma recente pesquisa britânica revelou que duas semanas sem praticar nenhum exercício diminui a quantidade de mitocôndrias na mesma proporção que seis semanas de treinos de resistência conseguem aumentá-la. 

Além dessa maior exaustão, o PhD da Universidade de Creta, na Grécia, Nikolaos Koundourakis, ressalta que caso essa pessoa que interrompeu as idas à academia tenha começado recentemente um plano de treinamento, ela pode ver os seus ganhos sumirem completamente.

Como mudar isso? A boa notícia é que com a volta da prática das atividades físicas será possível recuperar a quantia de mitocôndrias perdidas. A má notícia é que o processo será mais longo que o de perda. Assim, é melhor voltar para a academia o quanto antes, não é mesmo?

Você já percebeu pioras na sua saúde depois de alguns dias sem ir à academia? Quanto tempo já ficou parado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário