15 Dicas Para Deixar de Faltar à Malhação

Especialista:
atualizado em 14/01/2020

Por mais que a gente saiba que praticar exercício físico é super importante para a saúde e a forma física, todos nós temos aqueles dias em que a preguiça ou a correria toma conta e bate aquela vontade de matar o treino. Pode ser por conta de um dia cheio de trabalho, do clima que virou e ficou muito frio ou daquele desejo de simplesmente passar o dia na cama.

Se você já passou por isso, faltou à academia e se arrependeu, preste atenção na lista que trazemos abaixo com 15 dicas para você não matar mais aula na academia e nem faltar à malhação.

1. Transforme o seu hobby em uma oportunidade de malhar

Convenhamos, é bem mais fácil se estimular para fazer algo porque essa coisa te agrada do que somente por obrigação, não é mesmo? Por isso, na hora de escolher uma aula ou um treino específico, pense em algo que te dá prazer. Você pode optar por uma aula de dança, corrida, andar de bicicleta ou até um esporte coletivo com os amigos.

2. Tenha um parceiro na malhação

10bboaforma

A vantagem de fazer um treino a dois é sempre ter ao lado alguém com quem você pode contar para apoio e estímulo mútuo. Além disso, saber que outra pessoa conta com você provavelmente te fará pensar duas vezes antes de matar a academia.

3. Baixe um aplicativo para planejar e se lembrar dos treinos

10cboaforma

Com o auxílio de um aplicativo para smartphone – como o Workout Plan ou o Workout Trainer, por exemplo – você consegue planejar treinamentos específicos, escolhendo o tipo de malhação, sua duração e quando o fará e ainda pode adicionar alarmes no seu celular para que você se lembre da hora de fazer os exercícios. É uma ótima maneira de se organizar, agendando a malhação para o melhor momento para você, e de não se deixar levar pela correria do dia a dia e acabar se esquecendo de ir para a academia.

A dica que a diretora de esportes e de psicologia da saúde da Universidade Adler, em Chicago, nos Estados Unidos, Michelle Kerulis dá é “manter o compromisso (do treinamento) da mesma forma como se ele fosse uma reunião de trabalho”.

4. Premie a si mesmo quando conseguir cumprir o planejamento

Ao mesmo tempo em que você for planejando e agendando os seus treinamentos, estabeleça pequenas metas que você precisa cumprir em curto prazo (como uma semana ou 15 dias, por exemplo) e dê recompensas a si mesmo quando conseguir atingi-las.

Uma pesquisa mostrou que sistemas de premiação podem servir como motivação. Sendo assim, que tal se dar uma tarde no shopping depois que conseguir completar uma semana de exercícios ou um dia no spa após ficar um mês inteiro sem faltar à academia?

5. Troque exercícios aeróbicos longos e tediosos por treinamentos mais curtos de alta intensidade

Se o que te incomoda na academia é ter que passar muito tempo fazendo os exercícios aeróbicos, mesmo que eles sejam leves ou moderados, uma sugestão é tentar substitui-los por treinamentos mais intensos, porém que demorem menos tempo.

Um estudo já mostrou que as atividades mais intensas podem dar até resultados melhores que os treinamentos mais longos e tradicionais. Converse com o seu personal trainer e sugira mudar o tipo de treino, para fazer um teste.

6. Monitore os seus treinamentos

10fboaforma

Seja mantendo um diário em um caderninho ou usando um aplicativo no celular – como o Fitocracy, que permite que você registre os seus exercícios, acompanhe o seu progresso e oferece planos de treino – monitorar o seu próprio desempenho é algo que só ajuda quem pretende continuar em dia com a malhação.

Isso porque de acordo com uma pesquisa de 2005, quem mede o próprio progresso se exercita com mais frequência e tem menos dificuldade na hora de fazer os movimentos.

7. Deixe a balança um pouco de lado

10gboaforma

É claro que acompanhar a evolução do peso é importante, mas se tornar obcecado por cada grama perdida não é muito benéfico. Por isso, em vez de ficar se pesando como um louco, a dica é prestar atenção também em como você se sente em relação à sua disposição e condicionamento físico.

As vantagens de se exercitar não refletem apenas na perda de peso e se ater exclusivamente a ela pode te deixar desanimado caso você perceba que ainda não emagreceu o tanto que gostaria.

8. Inspire-se com as redes sociais

Você certamente já deve ter se deparado com alguma frase de efeito no Facebook, Twitter, ou Instagram, não é mesmo? E no meio de tantas, uma delas deve ter te motivado de alguma maneira. Então, quando você encontrar uma que te estimula a seguir em frente com os desafios, salve-a no computador ou celular e sempre que se sentir mais desanimado, leia novamente, para se sentir inspirado a continuar.

9. Motive a si mesmo e comemore suas vitórias

Ter alguém para nos estimular e dizer palavras de apoio é bom, mas por que não fazer isso consigo mesmo? Procure ser positivo ao falar de si mesmo e diga coisas que te encorajem e melhorem a sua autoconfiança. Quando conseguir fazer algo que tentava há tempos ou cumprir o desafio, se dê o direito de ser feliz e comemore a sua vitória!

Um estudo de 2008 identificou que dizer a si próprio frases motivacionais como “eu consigo” e “eu sou forte” enquanto malha, faz com que a pessoa se sinta mais capaz e melhora a sua performance.

10. Descanse e deixe o seu corpo se recuperar

Quando você perceber que está muito cansado, com sono, com dificuldade para realizar um exercício que normalmente faz com facilidade ou pegou um resfriado que está demorando muito para ser curado, isso é sinal de que o seu treinamento já passou dos limites.

É o seu corpo tentando te avisar que ele não descansou o tanto que devia e por isso não está recuperado para a sessão. Se isso acontecer não tem o que fazer: tire um descanso e deixe que ele se recupere adequadamente.

11. Tenha competições saudáveis com os amigos

10kboaforma

Com a ajuda de aplicativos como o Fitocracy é possível interagir com outros usuários, competindo, desafiando e animando uns aos outros. Essa é uma boa ferramenta para fazer umas competições saudáveis com os amigos, estimular-se a ir mais além, melhorar a performance nos exercícios e não faltar na academia.

12. Aproveite as faltas para descansar e fazer atividades de recuperação

10lboaforma

Se não tem jeito e você já matou a aula na academia, ficar se cobrando e sentindo culpado não resolverá o problema, não é mesmo? Então, aproveite esse tempo livre para descansar e realizar atividades leves para recuperar o corpo como uma sessão leve de yoga, uma caminhada, uma volta de bicicleta ou um mergulho tranquilo na piscina.

13. Enxergue-se como um praticante

Uma pesquisa de 2010 mostrou que as pessoas que se enxergam como praticantes de determinada atividade física tendem a ficar se exercitando por períodos mais longos, por sentirem que aquilo faz parte da identidade deles, de quem eles são.

Por isso, não veja o seu treinamento como algo passageiro na sua vida, mas como um hábito que você incorporou e que faz parte da sua rotina, de quem você é. Não é necessário correr uma maratona para ser um corredor ou fazer a pose mais difícil de yoga para ser um praticante da modalidade. Se você começou a fazer determinada atividade, você já é um praticante dela!

14. Não se prenda à dificuldade inicial

Os primeiros minutos da prática de um exercício físico podem ser bastante difíceis: o seu corpo ainda está se acostumando aos movimentos e a sensação de desconforto é evidente. Porém, a boa notícia é que esse sofrimento inicial não representa como o treinamento todo será.

O problema é que por se focarem em como o começo de um treino foi sofrido, algumas pessoas podem subestimar o quanto gostaram de realizá-lo, como demonstrou um estudo de 2010.

Assim, a sugestão é tentar não se prender tanto à dificuldade do começo do treinamento e trabalhar a mente para recordar como foi bom o simples fato de estar ali se exercitando, esforçando e se sentindo mais forte.

15. Monte uma playlist com músicas que combinem com o seu treino

Para acompanhar os exercícios, monte ou procure na internet uma playlist com músicas mais animadas e no ritmo certo para combinar com o seu treino. Pesquisas já mostraram que ouvir música enquanto malha pode ajudar a melhorar o humor, a resistência e fazer com que a pessoa sinta como se não estivesse se esforçando tanto quanto realmente está.

Geralmente você acaba faltando a academia por qual motivo? Como costuma contornar essa falta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário