7 sintomas de ataque cardíaco

Especialista da área:
atualizado em 23/05/2022

Quando sentimos uma forte dor no peito, podemos ficar nervosos e pensar que se trata de um sintoma de ataque cardíaco. Mas, essa nem sempre é a realidade, pois a dor no peito pode ter outras causas.

Pensando nisso, separamos 9 sintomas de ataque cardíaco para te apresentar. Assim, vai ser mais fácil diferenciar caso desconfie que você ou alguém que você conhece está tendo um ataque no coração.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, antes de conhecer os sintomas, vale a pena lembrar que quem tiver mais de 3 desses sinais deve procurar o auxílio médico imediatamente. Agora sim, confira quais são eles:

1. Dor no peito

Dor no peito
A dor no peito é um dos sintomas de ataque cardíaco que mais chamam atenção

A dor no peito causada pelo ataque cardíaco costuma se parecer com uma grande pressão ou um grande aperto. Ela fica na região do coração, ou seja, no lado esquerdo do peito. Embora possa abranger todo o peito, o sintoma é mais focalizado nessa parte.

É uma dor muito intensa e que normalmente tem uma longa duração, ultrapassando 10 minutos. Certamente, trata-se do sintoma de ataque cardíaco mais evidente e difícil de ignorar.

2. Sensação de enjoo, dores estomacais e perda de apetite

Os enjoos e as náuseas são muito comuns nos episódios de ataque do coração. O indivíduo que está tendo um ataque cardíaco pode vomitar algumas vezes antes do infarto iniciar e durante o infarto também. Isso pode gerar um inchaço estomacal, e até mesmo comprometer a digestão pelos próximos dias.

As dores estomacais podem surgir durante um infarto. Afinal, a sensação de náusea e os vômitos deixam a região bastante sensível, o que certamente vai gerar incômodos por algum tempo. 

  Continua Depois da Publicidade  

Devido aos enjoos e problemas estomacais, outro sintoma do ataque cardíaco é a perda de apetite. O sinal é bem acentuado e a própria vítima percebe no momento em que ele ocorre.

3. Tontura e desmaio

Outro sintoma muito comum dos ataques cardíacos é a tontura. A pessoa pode apresentar alguns lapsos de perda de consciência ou realmente chegar a desmaiar. 

O mais importante a se fazer caso isso ocorra é buscar auxílio médico o mais rápido possível. Caso você se depare com alguém tendo um ataque cardíaco, ligue para o serviço de emergência, descreva o que ocorreu e pergunte se deve fazer uma uma massagem na região do coração da vítima até o socorro chegar.

Em casos de infarto, também é essencial acalmar a vítima e retirar roupas apertadas que ela esteja usando, pois elas pioram muitos dos sintomas de ataque cardíaco.

Como fazer massagem cardíaca

Desmaio
Caso tenha dificuldades com a massagem cardíaca, peça orientação do serviço de emergência

Siga os passos abaixo para fazer a massagem cardíaca na vítima

  • Mantenha a pessoa deitada no chão e ajoelhe-se ao seu lado.
  • Ponha uma mão sobre a outra e posicione-as em cima do osso do peito da vítima. Mantenha os seus braços esticados, jamais dobre os cotovelos.
  • Então, inicie a compressão do peito da pessoa, imprimindo peso sobre ela e soltando. A orientação é tentar afundar o tórax cerca de 5 centímetros e depois retornar, tirando o peso de cima do peito da vítima.
  • Faça 100 compressões por minuto. Se possível, a cada 100 compressões, reveze com outra pessoa até o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegar.

A técnica é cansativa, mas quem está realizando a massagem cardíaca deve persistir até a chegada da ajuda médica. Além disso, não deve-se intercalar a manobra com a respiração boca a boca.

  Continua Depois da Publicidade  

Caso nunca tenha feito uma massagem cardíaca ou tenha qualquer dúvida sobre o procedimento, aproveite a ligação que fez para o SAMU e peça que os profissionais te orientem sobre a realização do procedimento.

4. Dificuldade respiratória

A dificuldade respiratória é um sintoma bem intuitivo. Isso porque o ataque cardíaco bloqueia o bombeamento de sangue para o resto do corpo, ou seja, deixa de fornecer oxigênio.

Além disso, em um momento como esse, o pulmão da vítima está comprometido. A falta de ar é um dos sintomas mais marcantes do infarto, podendo gerar os desmaios, que já citamos acima.

Pedir ajuda médica durante o ataque cardíaco é uma tarefa difícil, pois a vítima se encontra com as suas funções comprometidas. Mas, é necessário tentar avisar alguém que esteja no mesmo local para conseguir ajuda.

5. Fraqueza

A tontura e a dificuldade para respirar deixam a vítima em uma situação de enorme fraqueza, em que não consegue nem mesmo segurar objetos leves e pequenos. É um momento delicado e difícil, por isso é tão essencial procurar por auxílio médico imediatamente.

6. Dores no pescoço, braços ou nas costas

A dor no peito causada pelo ataque cardíaco é muito intensa e difícil de ser ignorada. O problema é que, em diversos casos, essa dor pode se estender para outros membros do corpo.

  Continua Depois da Publicidade  

Falamos das dores estomacais, porém, também aparecem as dores no pescoço, nos braços ou uma sensação de peso enorme nas costas. O infarto pode gerar dores no corpo inteiro, até mesmo no maxilar da vítima.

7. Suor frio e tosse seca

A sudorese também pode ser um dos sintomas de ataque cardíaco e quando ela se apresenta em excesso, pode ser um sinal de alerta.

Além disso, como o infarto compromete a região do pulmão, ele ainda pode causar tosse seca em alguns casos. Mas, não se trata de uma tosse simples, ela é bem forte e incômoda para a vítima.

A tosse gerada pelo infarto é facilmente reconhecida, o que ajuda a diferenciar o sintoma de outras possíveis causas.

Fatores de risco do ataque cardíaco

Além de conhecer os sintomas de ataque cardíaco é importante saber o que pode aumentar as chances de sofrer um infarto para ficar alerta. Por exemplo, o ataque cardíaco é mais comum em pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e diabetes. 

Ao mesmo tempo, ele também tem relação com outros fatores de risco, como sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e sobrepeso.

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia todos esses sintomas de ataque cardíaco? Qual deles te chamou mais a atenção? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela UFRJ em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento em transplantes no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela UFRJ em 2010. Dr. Lucio Pacheco é autor de diversos livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D'Or e do Hospital Copa D'Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Para mais informações, entre em contato.

Deixe um comentário