Ter um Cachorro é Ótimo para Saúde e Longevidade, Afirmam Estudos

Especialista:
atualizado em 03/02/2020

Quem quando criança nunca pediu para ganhar um cachorrinho ou gatinho de estimação de presente dos pais? Mas, se vamos ser sinceros, não podemos negar que mesmo quando adultos esses “iti malia” para lá de fofinhos não deixam de ser amados e mimados por nós humanos.

Entretanto, além de despertar e oferecer um amor sincero, ser o melhor amigo de muitos adultos e crianças, servir de companhia para as pessoas solitárias e render muitos momentos divertidos e engraçados, um cãozinho ou gatinho pode beneficiar a saúde de seus tutores mais do que a gente poderia imaginar.

E é justamente isso o que a gente vai conferir na listinha a seguir, baseada em informações do site Cottage Life. Depois que conhecer essas vantagens, aproveite para saber mais como um cãozinho de estimação pode influenciar o seu sono, cuja qualidade é parte importante da nossa saúde.

5 maneiras como o seu cãozinho faz bem para a sua saúde

1. Diminuição dos riscos de desenvolvimento de doença no coração

Uma pesquisa publicada no Medical Journal of Australia (Jornal Médico da Austrália, tradução livre) indicou que os donos de animaizinhos de estimação geralmente apresentam níveis mais baixos de pressão arterial, triglicerídeos e colesterol em comparação com as pessoas que não possuem bichinhos de estimação.

De acordo com informações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês) dos Estados Unidos, a pressão arterial elevada e as taxas altas de colesterol são classificadas como fatores de risco para o desenvolvimento da doença no coração.

Da mesma forma, a Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos, advertiu que apresentar níveis elevados de triglicerídeos no sangue pode aumentar os riscos de sofrer com a doença no coração.

No entanto, mesmo quando um problema no coração como um ataque cardíaco é desenvolvido, o fato de ser dono de um cãozinho pode ter as suas vantagens. Isso porque uma pesquisa conduzida na Suécia apontou que os donos de cachorrinhos possuem uma propensão de três a quatro vezes maior de sobreviver a um ataque no coração.

2. Formação e/ou melhoria da imunidade

Uma pesquisa realizada pela Universidade Wilkes, nos Estados Unidos, identificou que as pessoas que acariciaram um cachorrinho ao longo de 18 minutos registraram uma elevação expressiva em um anticorpo que trabalha contra a invasão de germes, conhecido pelo nome de imunoglobulina A secretora.

Outro estudo afirmou que as pessoas que são donas de bichinhos de estimação precisam fazer menos consultas médicas, principalmente no que se refere a condições de saúde sem gravidade.

Existe ainda uma pesquisa conduzida pela Universidade Purdue, também nos Estados Unidos, que indicou que os nenéns que moram em casas onde há cachorros ou gatos sofrem com uma quantidade menor de resfriados ou infecções no ouvido no seu primeiro ano de vida, em comparação àqueles bebês que não têm os animaizinhos em sua residência.

O estudo da universidade americana apontou também que ter cãezinhos ou gatinhos em casa pode fazer com que os bebês tenham uma menor tendência a sofrer com a asma e ao desenvolvimento de alergias comuns.

Além do contato com o bichinho de estimação, existem outras maneiras para contribuir com o aumento da imunidade.

3. Diminuição do estresse e da ansiedade

Cientistas da Suécia também observaram que demonstrar afeição aos cachorrinhos por meio de beijos ou cafunés aumenta os níveis da oxitocina, uma substância que também é conhecida como o hormônio do amor ou da união.

Acredita-se que esse hormônio possa diminuir a pressão arterial, assim como as sensações de ansiedade. Além disso, o ato de acarinhar ou brincar com o cachorrinho de estimação também já foi associado à diminuição do cortisol, que é conhecido como o hormônio do estresse.

Isso se torna especialmente vantajoso quando descobrimos que, segundo esclareceu a Mayo Clinic, a ativação de longo prazo do sistema de resposta ao estresse ao lado da superexposição ao cortisol e a outros hormônios do estresse pode prejudicar praticamente todos os processos do organismo.

Como consequência, isso coloca uma pessoa em risco de sofrer com problemas de saúde como ansiedade, depressão, problemas digestivos, dores de cabeça, doença no coração, dificuldades para dormir, ganho de peso e prejuízos de memória e concentração, acrescentou a organização.

4. Aquela forcinha para se tornar uma pessoa mais ativa

A necessidade de precisar levar o cachorro para passear todos os dias obriga o tutor a ser uma pessoa mais fisicamente ativa. Ao mesmo tempo, ao ter que sair de casa com o bichinho, o dono ganha uma oportunidade de receber as suas doses diárias de vitamina D. É importante registrar que a deficiência de vitamina D representa problemas para a saúde.

De acordo com a Harvard Health Publications (Publicações de Saúde de Harvard, tradução livre), uma série de pesquisas já associaram o fato de ser dono de um cachorro ao auxílio à diminuição do peso corporal.

Uma pesquisa com duração de um ano indicou que caminhar com um cachorro acima do peso auxiliou tanto o animal quanto o seu tutor a emagrecer. Outro estudo apontou que os participantes que passearam com um cãozinho por até 20 minutos ao longo de cinco dias por semana perderam uma média de aproximadamente 6,5 kg em um ano.

Se tanto você quando o seu cachorro de estimação estão acima do peso e necessitam emagrecer, que tal começar caminhando com o animalzinho mais vezes por semana? Tudo isso sem esquecer de cuidar e controlar direito a dieta – de ambos!

5. Aumento da alegria

Esta aqui provavelmente muita gente já desconfiava. Mas vale a pena saber que a ciência confirma que interagir com o cachorro de estimação pode aumentar os níveis de serotonina e dopamina, dois neurotransmissores associados às sensações de bem-estar e contentamento.

E sabe aquele argumento de que os bichinhos de estimação oferecem companhia e colaboram com o combate às sensações de solidão? Então, pesquisas já demonstraram que até mesmo visitas rápidas, porém regulares, a cachorrinhos podem fazer com que uma pessoa se sinta menos sozinha.

Está esperando o que para ir até o abrigo mais próximo e adotar um cachorrinho ou gatinho? Se não for possível mantê-lo na sua casa, você sempre pode visitar um amigo ou parente que tenha um animal em casa ou se voluntariar nos próprios abrigos para passar um tempinho toda semana com os bichinhos sem dono. Pode fazer muito bem não somente para você como também para o animal!

Agora que já conheceu os possíveis benefícios de ter um bichinho de estimação, tire um tempo para se divertir com o cachorro praticante de yoga.

Fontes e referências adicionais:

Você possui um cachorro em casa e trata-o como seu melhor amigo? Que tal agora saber que ele faz bem para sua saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário