Vitamina C para o rosto

Vitamina C para o Rosto – Benefícios e Como Usar

A vitamina C é essencial para várias funções do corpo e também para a pele, especialmente a do rosto. As propriedades antioxidantes da vitamina C, assim como o seu papel na síntese do colágeno, são apontadas por estudos como capazes de promover benefícios relevantes para a pele, e justamente por esse motivo a indústria cosmética já incluiu a vitamina C em inúmeros produtos destinados para os cuidados com a pele.

Obtenha aqui mais informações sobre o uso da vitamina C para o rosto, assim como os benefícios de incluir esse produto na sua rotina e também como usar.

O que é vitamina C e o que ela faz?

A vitamina C está naturalmente presente em muitos alimentos, mas também costuma ser adicionada a produtos como loções, cremes, séruns para a pele e outros de cuidados pessoais.

Conhecida também como ácido L-ascórbico, ela é uma vitamina solúvel em água e um poderoso antioxidante presente na epiderme e na derme da pele. Como é solúvel em água, ela não é armazenada no corpo em quantidades relevantes e o excesso geralmente é eliminado; por esse motivo, ela é um componente dietético indispensável.

A vitamina C pode promover uma pele mais saudável devido aos seus efeitos antioxidantes capazes de neutralizar o estresse oxidativo, causado por vários fatores ambientais e pela poluição. Ela também desempenha um papel vital na construção de tecido conjuntivo, cicatrização de feridas e na produção de colágeno, o que beneficia a pele de várias formas e melhora o aspecto de linhas finas de expressão.

Além disso, a vitamina C ajuda a proteger a pele dos raios nocivos do sol, diminuindo os danos causados ​​por ele, como por exemplo, a pigmentação e tons irregulares, pois inibe a atividade da tirosinase (oxidação), diminuindo assim a produção de melanina.

Benefícios da vitamina C para o rosto

Como percebemos, a vitamina C é capaz de ajudar a pele rosto de várias formas. Abaixo, trouxemos informações mais detalhadas sobre cada um destes benefícios.

1. Promove a produção de colágeno

O colágeno é uma proteína produzida abundantemente pelo nosso corpo, mas quando chegamos aos 20 anos a produção começa a diminuir gradativamente. Por esse motivo, a flacidez, linhas e rugas de expressão começam a aparecer, conforme os anos passam.

A produção de colágeno também pode ser afetada por fatores ambientais, poluição e pelo estilo de vida, que trazem um impacto para a elasticidade da pele, resultando em um aspecto mais envelhecido, às vezes até precocemente.

A vitamina C é um componente fundamental para a produção de hidroxiprolina e hidroxilisina, ambos necessários para ligar as moléculas que produzem colágeno. Isso proporciona uma pele mais firme e tonificada, reduzindo as rugas e os sintomas do envelhecimento.

2. Protege a pele dos danos causados pelo sol

Os radicais livres costumam trazer muitos prejuízos para a saúde e eles geralmente são aumentados pela radiação dos raios UV. Isso acontece porque eles são moléculas livres e solitárias que procuram células saudáveis para se “ligar”, o que pode provocar uma série de problemas para a saúde, além de acelerar o envelhecimento.

Para combater, os antioxidantes oferecem um elétron ao radical livre, o que protege as células e transforma-o em um agente inofensivo.

A vitamina C é um poderoso antioxidante e a sua aplicação na pele do rosto pode proteger dos danos causados pela exposição excessiva ao sol, justamente porque eles ajudarão a combater a ação dos radicais livres. Também são capazes de diminuir as queimaduras solares e as manchas que são consequência do excesso de sol.

O uso de vitamina C para o rosto deve ser constante, pois o sol diminui os níveis presentes no corpo, e vale reforçar que ela não deve ser usada como substituto do protetor solar e sim como um complemento.

3. Reduz o envelhecimento precoce

Além da exposição solar, outros fatores podem estimular os radicais livres. A poluição, o estresse e o hábito de fumar são alguns e podem ser até mais nocivos do que os provenientes do sol. Esse tipo de radical livre ataca todo tipo de célula, um processo conhecido como estresse oxidativo que é capaz de estimular a mutação do DNA, danificar a pele e destruir a barreira natural de umidade, e o resultado é o aparecimento de linhas, rugas e uma pele mais seca e áspera.

Novamente, os antioxidantes potentes da vitamina C entram em ação, pois eles ajudam a combater o estresse oxidativo e consequentemente retardar o envelhecimento.

4. Ajuda a prevenir o “endurecimento” da pele

Um processo chamado glicação da pele pode danificar as moléculas de colágeno, o que provoca uma pele menos flexível e consequentemente mais predisposta a desenvolver rugas e flacidez.

A glicação é uma reação entre a glicose (açúcares) e proteínas que estão presentes na pele. Ela reveste proteínas como o colágeno e a elastina em uma substância semelhante ao açúcar e isso provoca um endurecimento, que traz impactos negativos para a pele, como os citados acima.

Existem vários componentes que podem estimular o processo de glicação, como o excesso de carboidrato e álcool na alimentação e também os radicais livres. Usar a vitamina C pode ajudar a proteger o colágeno e neutralizar a glicação, o que ajuda a evitar todos os danos causados pelo processo.

5. Ajuda a melhorar a textura da pele

A vitamina C estimula a formação de elastina, que engrossa, protege e cura as células da pele. Ter uma pele mais grossa ajuda a reter a umidade e aumentar a circulação. O colágeno também fornece a estrutura para os vasos sanguíneos, pois os pequenos vasos sob a pele carregam oxigênio e nutrientes que mantêm a pele saudável. Sem nutrientes suficientes, a pele ficará áspera e seca.

O uso de produtos contendo vitamina C para o rosto pode resultar em uma pele com a aparência mais saudável e hidratada no local.

6. Pode tratar manchas

A vitamina C pode interromper a produção de melanina, diminuir a quantidade de pigmento produzido pelas células da pele e clarear manchas provocadas pela hiperpigmentação.

Um estudo publicado em 2002 pelo Journal of Drugs in Dermatology mostrou que a aplicação tópica da vitamina C para o rosto foi capaz de tratar manchas causadas pela superexposição. Apenas 20 pessoas participaram e os resultados do uso de 24% de ácido L-ascórbico melhoraram a pigmentação e rugas finas de 16 pessoas. O estudo concluiu que aplicar vitamina C é um tratamento seguro e eficaz para as manchas da idade.

Já um estudo mais recente, realizado em 2011 e publicado pelo Journal of Cosmetologu and Dermatology descobriu que um tratamento com vitamina C foi eficaz e trouxe poucos efeitos colarterais na despigmentação de manchas de idade, conhecidos como lentigos solares.

Através desses resultados podemos afirmar que a vitamina C é capaz de tratar manchas e também prevenir a sua formação, promovendo a aparência mais iluminada, limpa e saudável.

7. Reduz a inflamação e a vermelhidão da pele

Mais um benefício da vitamina C para o rosto é a sua capacidade de reduzir a inflamação da pele, que geralmente se apresenta através de vermelhidão e coceira e pode te fazer experimentar uma sensação de queimação no rosto.

A vitamina C tem efeitos anti-inflamatórios, e eles podem até ajudar com casos mais avançados, como a rosácea e erupções de acne. Além disso, pode combater radicais livres à base de nitrogênio, que é liberado por fertilizantes ricos em nitrogênios, escapamentos de carros e árvores. Esse tipo de radical livre costuma inflamar a pele, mas pode ser neutralizado pelos antioxidantes da vitamina C.

Estudos apontaram que a vitamina C pode apresentar resultados rápidos em relação ao fortalecimento dos vasos sanguíneos e danos causados à pele vermelha pelos capilares danificados. Também pode ajudar a diminuir os vasinhos dilatados na pele, provocados pelos capilares quebrados.

8. Cura queimaduras, feridas e acne

Os antioxidantes presentes na vitamina C são tão potentes que eles conseguem ajudar a tratar lesões causadas por queimaduras e melhoram a cicatrização de feridas, incluindo as erupções causadas pela acne. A vitamina C suporta o crescimento de novos tecidos e pele, o que ajuda a sarar queimaduras e feridas mais rapidamente, além de reduzir a vermelhidão e inflamação, dois aspectos relevantes para o tratamento da acne e das marcas provocadas por elas.

Qual o melhor produto para obter esses benefícios?

O mercado está repleto de produtos contendo vitamina C, mas qual deles é o mais recomendado para obter todos esses benefícios?

Geralmente, os soros faciais são mais leves e finos, e aplicados no rosto após a limpeza e antes da hidratação, e eles costumam ser projetados para penetrar nas camadas da pele, enquanto os hidratantes e creme trabalham mais no tecido superficial. Por esse motivo, a utilização do soro pode ser mais eficaz.

Na hora de escolher, procure um produto que contenha entre os ingredientes ativos o ácido ascórbico, nome mais popular da vitamina C ou outras variações, que estão listadas abaixo. A concentração pode variar entre 10%, 15% e 20%, mas é interessante começar com a concentração menor e depois que a sua pele estiver acostumada, aumentar gradativamente.

Diferentes variações de vitamina C

A vitamina C costuma apresentar uma variedade de formas e derivados. Alguns produtos incluem um componente adicional para estabilizar o componente ativo e proporcionar uma vida útil mais longa.

  • Ácido L-ascórbico (LAA): É a forma mais potente de vitamina C, além de ser aquela que contém mais pesquisas para comprovar a eficácia. Porém, pode não ser tão estável, o que pode causar irritações na pele se altas doses forem usadas. Se você não tem uma pele sensível, que se irrita facilmente com qualquer produto, então essa é sem dúvida a melhor opção de vitamina C para o rosto.
  • Fosfato ascórbico de magnésio: É um derivado da vitamina C solúvel em água. É mais estável e causa menos irritação, tornando-o a melhor opção para pessoas com pele sensível ou seca.
  • Palmitato de ascorbilo: É considerado a forma mais estável de vitamina C, sendo comumente usado em fórmulas de cuidados com a pele à base de óleo. Ele não é tão potente quanto as outras formas, mas é muito relevante para combater os danos causados pelos radicais livres, prevenindo e tratando a pele dos sinais de envelhecimento.
  • Glucosamina ascórbica: É mais uma variação da vitamina C que é solúvel em água. Comumente usada por suas propriedades antioxidantes e clareadoras da pele, sendo uma boa opção para o tratamento de hiperpigmentação.
  • Ascorbato de tetrahexidecilo: Este é recomendado para o tratamento geral da pele, e é uma versão mais estável dentre todas. Além disso, o fato de ser solúvel em gordura facilita a penetração nas camadas profundas da pele.
  • Fosfato ascórbico de sódio: Esta forma de vitamina C converte-se em ácido ascórbico após a sua absorção. Ele efetivamente ilumina a pele e combate os danos dos radicais livres e é um derivado estável e solúvel em água.

É comum também encontrar outros ingredientes adicionados à vitamina C. Eles podem ser inseridos para ajudar a estabilizar e também para oferecer alguns benefícios adicionais.

  • Ácido hialurônico: O ácido hialurônico trabalha para hidratar a pele. Ele potencializa a capacidade da pele de reter água, levando para as camadas mais profundas. O benefício desse efeito é a redução das linhas finas e dos sinais de envelhecimento, sem contar o mais óbvio, que é a hidratação profunda da pele.
  • Vitamina E: Uma combinação dessas duas vitaminas (A e C) forma um super antioxidante para combater os radicais livres que impedem a produção eficaz de colágeno, além de apoiar a barreira lipídica da pele.
  • Ácido ferúlico: Este é outro antioxidante que ajuda a impulsionar e estabilizar as vitaminas C e E. Ele também ajuda a combater aos danos dos radicais livres para apoiar a produção de colágeno.

Como usar?

Usar a vitamina C para o rosto é muito fácil, mas pode ser diferente, dependendo do produto que estiver usando.

Como aplicar:

  • Se estiver usando um soro de vitamina C, a aplicação deverá ser feita assim que limpar a pele com um produto adequado para este fim. Se na sequência você utilizar um toner para equilibrar o pH, espere secar completamente antes de aplicar o soro, mas se não é o caso, a aplicação pode ser feita com a pele úmida. Agora, se você estiver usando um hidratante de vitamina C para o rosto, a aplicação deverá ser realizada após qualquer outro tratamento que costuma fazer.
  • Use os dedos limpos para espalhar o soro ou o creme hidratante sobre o rosto limpo e pescoço. Geralmente algumas gotas de soro são utilizadas, mas a quantidade adequada deve estar listada no rótulo de instruções do produto.
  • Espere 15 minutos para o soro ser absorvido completamente e passe o hidratante e protetor solar. Uma dica importante é: se após os 15 minutos você perceber uma camada de soro na superfície da pele, isso significa que provavelmente você está usando mais do que é necessário, pois esse produto costuma ser absorvido totalmente pela pele.

Dicas importantes:

  • Comece com a menor concentração, que é 10%, e aumente à medida que a sua pele se acostuma ao produto.
  • Faça um teste para evidenciar se tem alergia antes de começar a usar o produto. Aplique uma pequena quantidade no pulso ou atrás da orelha e aguarde entre 24 e 48 horas para se certificar de que você não tenha uma reação de pele. Se apresentar vermelhidão, coceira, erupções e outros, não utilize o produto.
  • Para obter os melhores resultados, sempre siga as instruções da aplicação presentes nos rótulos ou folhetos de orientação.
  • Use regularmente; se aplicar apenas de vez em quando, não verá resultado algum. Também tenha paciência, os resultados não são imediatos.

Cuidados para armazenar:

  • Mantenha o produto longe da luz e devidamente fechado. A vitamina C é vulnerável à oxidação da luz e oxigênio. Então, sempre guarde o soro em algum lugar escuro e verifique se a embalagem está bem fechada, para evitar a entrada de ar.
  • Veja qual é a orientação do fabricante para conservar o produto. Alguns recomendam que o armazenamento seja feito na geladeira, mas outros não.
  • Antes de usar, sempre analise a cor, cheiro e consistência do seu soro, para garantir que ele não oxidou. A cor deve ser clara, branca ou com um leve tom de champanhe. Se estiver turvo ou escuro, descarte o produto. Já o cheiro deve ser neutro, se estiver azedo significa que está inadequado para o uso.
  • Os hidratantes de vitamina C costumam ter cores diferentes, pois as fórmulas são mais cremosas e contêm outros ingredientes, mas os soros devem ser incolores ou claros. 

Interações

Nunca misture soros de vitamina C contendo ácido L-ascórbico com retinol (vitamina A) ou niacinamida (AKA vitamina B3, comumente usada em fórmulas de cuidados da pele). A mistura pode anular os efeitos de ambos e provocar reações. Mas, se você usa um produto que já contém uma combinação desses ingredientes, não se preocupe, pois provavelmente ele foi formulado com padrões para liberar os ingredientes ativos em momentos diferentes, impedindo que eles afetem uns aos outros.

Palavras finais

Como vimos, usar a vitamina C para o rosto pode ser interessante porque ela é capaz de estimular a produção de colágeno, o que previne o envelhecimento, ajuda a tratar linhas e rugas. Ela também é considerada um potente antioxidante, capaz de combater os danos provocados pelos radicais livres de diversas formas.

Na hora de adquirir o produto, escolha aquele fabricado por uma empresa confiável, que preserve a qualidade e as normas de fabricação e nunca tente fazer o seu próprio soro de vitamina, pois uma versão caseira não será tão eficaz e pode causar irritação e outros danos no seu rosto.

Referências adicionais:

Você já utilizou produtos de vitamina C para o rosto? Já conhecia os benefícios que essa vitamina pode fornecer para a pele? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*