O que são radicais livres e como combatê-los?

Especialista:
atualizado em 17/11/2020

Os radicais livres são substâncias produzidas pelo nosso corpo, que podem causar diversos problemas de saúde.

Normalmente o próprio corpo consegue combater os seus efeitos, através da produção de compostos antioxidantes.

Mas alguns fatores relacionados ao estilo devida podem aumentar a sua produção, de forma que nosso corpo não consiga mais lidar com eles.

Esse desequilíbrio causa o estresse oxidativo, uma vez que a quantidade de radicais livres é maior que a de antioxidantes presentes no organismo.

Vamos então entender o que são esses elementos, as suas causas e as formas de combatê-los.

O que são Radicais Livres exatamente?

maus hábitos e radicais livres

Os radicais livres são compostos químicos produzidos durante a respiração celular, o que quer dizer que sua produção é constante no nosso organismo.

Como são substâncias consideradas instáveis, ou seja, que precisam se ligar a outras moléculas, elas podem causar danos às células. E, de forma geral, o próprio corpo consegue evitar esses danos, graças a um sistema de produção interno de antioxidantes.

Mas alguns fatores podem aumentar a sua quantidade no corpo, e causar um desequilíbrio entre a quantidade de radicais livres e antioxidantes.

Alguns desses fatores são:

  • Tabagismo;
  • Consumo exagerado de álcool;
  • Estresse;
  • Alimentos ricos em gorduras saturadas;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Poluição ambiental.

O que eles causam?

Quando há um desequilíbrio entre a quantidade de radicais livres e antioxidantes no corpo, o resultado é a condição chamada estresse oxidativo. Essa condição está ligada a danos às células de várias partes do corpo.

Doenças como câncer, assim como os efeitos colaterais da radiação e quimioterapia, e complicações em doenças como diabetes mellitus, doenças nos olhos relacionadas à idade e doenças degenerativas estão ligadas, direta ou indiretamente, aos radicais livres.

O estresse oxidativo causado por eles também é considerado um dos causadores de doenças como:

  • Aterosclerose, que é o acúmulo de gordura nas artérias;
  • Alguns tipos de câncer;
  • Doenças inflamatórias, como artrite, vasculite, glomerulonefrite;
  • Doenças respiratórias em adultos;
  • Alguns tipos de problemas cardíacos;
  • Doenças neurodegenerativas como mal de Alzheimer e mal de Parkinson.

Radicais Livres e envelhecimento

Este é um dos efeitos mais visíveis dos radicais livres no corpo, e muitos estudos já demonstraram a relação entre o estresse oxidativo e o envelhecimento precoce da pele.

Existe, inclusive, uma teoria que afirma que o envelhecimento dos organismos ocorre pelo acúmulo deles nas células. Pois, com o tempo, essas substâncias causariam danos que levariam à perda gradual da saúde, comuns do envelhecimento.

Radicais Livres e exercícios

Outro fator que leva a produção maior de radicais livres é o exercício, especialmente quando feitos em excesso, e isso ocorre devido à utilização maior de oxigênio.

Estudos mostram que a prática de exercícios leva ao aumento da sua produção. Entretanto, em condições normais, isso também leva a um aumento do fluxo sanguíneo para os músculos, o que reestabelece o equilíbrio entre radicais livres e antioxidantes.

Assim, pesquisadores chegaram à conclusão de que a produção de radicais livres, quando ocorre de forma equilibrada, é importante, uma vez que eles ajudam a manter o funcionamento do sistema de compensação do organismo, que gera a produção interna de antioxidantes.

Como combater?

A melhor forma de combater o acúmulo de radicais livres é incluindo na dieta alimentos ricos em antioxidantes, uma vez que estudos já demonstraram que suplementos antioxidantes industrializados podem fazer mal à saúde.

Existem algumas formas de ajudar o corpo a manter o equilíbrio entre radicais livres e antioxidantes, como:

  • Evitar o consumo de alimentos ultra processados;
  • Reduzir o consumo de carne vermelha;
  • Limitar o consumo de álcool;
  • Consumir alimentos ricos em antioxidantes, como frutas, leguminosas e verduras;
  • Praticar exercícios físicos regularmente.

Os principais antioxidantes encontrados em alimentos são:

  • Vitaminas A, C e E;
  • Catequinas;
  • Flavonóides;
  • Licopeno;
  • Betacaroteno;
  • Selênio;
  • Resveratrol.

Estes compostos estão presentes em vários alimentos, e manter uma dieta saudável, incluindo frutas, verduras e leguminosas, garante um suprimento adequado de antioxidantes.

Além destes, outros alimentos que podem ajudar no combate aos radicais livres são os peixes e frutos do mar, azeite de oliva, nozes, sementes e amêndoas.

Entretanto pão branco, margarina e batata frita são apenas alguns dos alimentos que causam envelhecimento precoce.

Conclusão

Os radicais livres são substâncias que estão sempre presentes em nosso corpo, e que, quando se acumulam, podem causar uma série de problemas de saúde.

Mas, embora seja impossível evitá-los, algumas mudanças no estilo de vida podem ajudar a evitar os problemas de saúde causados pelo seu acúmulo.

Conseguiu entender agora o que são radicais livres? Você acredita que está com uma alimentação adequada para combate-los? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média: 4,62 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Marcela Gottschald

Dra. Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva.

Deixe um comentário

2 comentários em “O que são radicais livres e como combatê-los?”

  1. Gosto muito dos artigos do site, são bem explicativos e interessantes – nutrir a mente para nutrir o corpo! Apenas gostaria de saber se háum erro no tópico 3, segundo parágrafo, onde está escrito LDL, COLESTEROL BOM…

  2. Pingback: Café Marita Emagrece Mesmo? - MundoBoaForma.com.br