Volvo: entenda a condição chamada de nó no intestino

Especialista da área:
atualizado em 15/03/2021

O nó no intestino ou volvo é uma condição grave. Apesar disso, ainda existe pouca informação sobre o assunto. Por se tratar de uma condição séria e que pode trazer inúmeros problemas, é fundamental estar ciente dela.

  Continua Depois da Publicidade  

Pensando nisso, trouxemos algumas informações importantes justamente para que você saiba como lidar com esta situação.

Conheça como o volvo funciona, saiba o que fazer para evitar a condição, seus sintomas e qual é a melhor forma de tratá-la.

Nó no intestino: o que é

O nó no intestino também é conhecido como volvo. Ele ainda tem o nome popular de nó nas tripas.

O volvo ocorre quando há uma torção de parte do intestino. Como resultado, esta torção provoca a obstrução do local e impede a passagem de fezes e do fluxo sanguíneo para o intestino.

Desta forma, esta é uma condição grave que, por barrar o fluxo de sangue, pode causar a morte da região afetada.

Esta torção pode ocorrer em diversos locais dos órgãos do sistema digestivo. Ela é mais comum na parte final do intestino grosso, embora possa atingir qualquer região deste órgão.

Da mesma forma, ela pode atingir o estômago, o intestino delgado, bem como o cólon transverso. De acordo com os médicos, no entanto, estes casos são mais raros.

Doença atinge principalmente crianças e idosos

dor de barriga

Primeiramente, não existe uma causa única para o volvo. Alguns médicos afirmam que ele ocorre principalmente por um defeito congênito chamado má rotação, que ocorre durante o desenvolvimento fetal. Sendo assim, ele atinge na maioria dos casos as crianças.

O nó no intestino também pode ser causado por algum problema de saúde como tumores intestinais ou aderências causadas após cirurgias ou inflamações, por exemplo.

  Continua Depois da Publicidade  

O volvo atinge também idosos. Normalmente, nestes casos, ele aparece depois de uma cirurgia, por uma infecção ou constipação.

Alguns fatores ou doenças também acarretam o nó no intestino. O câncer de cólon, por exemplo, é uma das causas mais comuns do volvo, além de doenças do intestino grosso, principalmente a doença de Hirschsprung.

Uma constipação crônica e o cólon aumentado ou que não está ligado à parede abdominal também predispõem ao volvo, bem como aderências abdominais ou infecções cirúrgicas. Além disso, ele pode ocorrer por causa de gravidez.

Portanto, se você apresenta algumas destas condições faça check-ups regulares.

Sintomas do volvo

Por se tratar de um problema grave, você deve procurar um especialista assim que os primeiros sintomas aparecerem.

Alguns dos sintomas mais comuns do volvo são:

  • Inchaço da barriga;
  • Tonturas;
  • Dor abdominal tipo cólica;
  • Náuseas e vômitos;
  • Febre;
  • Desidratação ou distúrbios do equilíbrio hidroeletrolítico (água e eletrólitos);
  • Incapacidade de eliminar fezes ou gases;

Além disso, você pode sentir uma enorme sensibilidade na região da barriga. Da mesma forma, além da dor no abdômen, você pode apresentar um nódulo no local ou até mesmo uma tensão abdominal.

Assim como em diversas outras doenças, quanto mais rápido você procurar tratamento, melhores serão suas chances de recuperação.

  Continua Depois da Publicidade  

Tratamento para volvo é cirúrgico na maioria dos casos

Para diagnosticar corretamente o volvo, o seu médico irá solicitar diversos exames. Ele poderá pedir, por exemplo, um exame de sangue completo, bem como um exame de fezes.

Do mesmo modo, é comum que o médico solicite um raio-X do abdômen ou uma tomografia computadorizada.

Seu médico ainda pode pedir uma sigmoidoscopia flexível. Este é um exame em que uma câmara de vídeo pequena na ponta do tubo permite que o médico veja dentro do reto e do cólon.

O tratamento para volvo, na maioria dos casos, é cirúrgico. Normalmente, o médico realiza um procedimento chamado colonoscopia descompressiva. Uma cirurgia simples, sem muitas complicações, que irá corrigir a torção e devolver o fluxo sanguíneo ao local. 

Nos casos mais graves, em que uma parte do intestino ou do local da torção estejam necrosados, o médico também irá remover esta parte do órgão.

Prevenção do nó do intestino requer vida saudável

Infelizmente, o volvo não é uma condição que possa ser prevenida. No entanto, existem algumas coisas que você pode fazer para melhorar a saúde do seu sistema digestório.

Alguns cuidados são fundamentais. Por exemplo, é importante beber bastante água. Os especialistas aconselham beber cerca de 2 litros por dia para que seus intestinos realizem seu trabalho mais facilmente. Da mesma forma, procure sempre manter uma alimentação saudável.

Além disso, praticar exercícios físicos regularmente é uma das melhores maneiras de proteger seu intestino e fortalecer sua região abdominal.

Como vimos, alguns problemas no cólon e no intestino podem levar ao volvo. Portanto, consulte sempre seu médico e faça check-ups regulares.

E você? Já tinha ouvido falar sobre o volvo? Tem cuidado bem do seu intestino? Conte para gente nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário