Acne

13 Alimentos Que Causam Espinhas

Quando secreções oleosas das glândulas sebáceas tampam as pequenas aberturas dos folículos capilares, a acne surge. E é justamente ela a responsável por provocar o aparecimento das indesejáveis espinhas, além de poder trazer inflamações inchadas e macias, caroços mais profundos ou nódulos.

O problema pode ser causado por uma série de fatores, como: excesso de produção de oleosidade da pele, acúmulo de bactérias, tendência à inflamação, desregulação hormonal e propensão ao acúmulo de células e tecidos mortos.

13 alimentos que causam espinhas

Você provavelmente já deve ter escutado alguém falar a respeito de determinados alimentos que dão espinha. O que existem são comidas e bebidas que favorecem o seu surgimento.

Dermatologistas afirmam que a ingestão de alimentos inflamatórios para a pele altera a produção hormonal e estimula a inflamação da pele e a formação da acne. Além disso, não existem evidências a respeito de alimentos que causam espinhas – alguns são conhecidos por fazer com que uma pessoa tenha uma crise de acne.

Vamos conhecer quais são alguns deles?

– Alimentos açucarados e processados com um índice glicêmico alto 

Esses alimentos ativam uma espécie de reação em cadeia que pode ser responsável por uma crise de acne.

O que acontece é que, quando uma pessoa consome essas comidas ou bebidas, o açúcar no sangue e os níveis de insulina atingem um pico. A insulina faz com que as glândulas sebáceas produzam mais óleo, o que frequentemente contribui com a obstrução dos poros e com o surgimento de espinhas.

No mesmo sentido, uma pesquisa do ano de 2014, publicada no Journal of Drugs in Dermatology (Jornal de Drogas em Dermatologia, tradução livre), que examinou o crescimento das taxas de acne ao longo das duas últimas décadas, concluiu que é possível que os alimentos com índice glicêmico alto devem ser um dos principais culpados.

A médica Rebecca Kazin, que também é professora assistente do Departamento de Dermatologia da  Universidade Johns Hopkins, confirmou o argumento – segunda ela, o que se pensa é que esses alimentos geram uma crise (de acne) justamente por causaram picos nos níveis de açúcar no sangue, aumentando as taxas de insulina.

Alguns dos itens que fazem parte dessa lista de alimentos são:

  1. Batata frita;
  2. Cookies;
  3. Biscoitos salgados tipo crackers;
  4. Pão branco;
  5. Refrigerantes;
  6. Sucos (artificiais);
  7. Bolos;
  8. Muffins.

9. Leite 

A ideia de que o leite é um dos alimentos que causam espinhas está longe de ser definitiva, como aponta a Academia Americana de Dermatologia. Entretanto, alguns estudos sugeriram que a acne pode ser pior para pessoas que consomem produtos laticínios, particularmente para aqueles que bebem leite.

Um estudo do ano de 2008 encontrou uma associação entre o consumo de leite desnatado por parte de garotos e a prevalência da acne. Há ainda outra pesquisa, dessa vez de 2006, que indicou que meninas que ingerem mais leite são mais propensas a ter espinhas.

A justificativa para isso é que acredita-se que o leite é cheio de hormônios do crescimento que podem permanecer no organismo e, ao serem ingeridos, afetam hormônios do corpo humano como a insulina, podendo resultar no aumento da produção de óleo e em crises de acne.

Além disso, a médica Rebecca Kazin explicou que os produtos laticínios podem provocar um pico de testosterona que, por sua vez, provoca efeitos posteriores que geram uma crise de acne.

Entretanto, ela também alertou que é importante lembrar que isso é observado de maneira individual. De acordo com Kazin, muitas pessoas podem cortar itens de sua dieta e não experimentar mudanças em seu quadro de acne.

10. Gorduras saturadas

A lista de alimentos ricos em gorduras saturadas inclui hambúrgueres, pizza, frango frito e pratos de restaurantes fast food, por exemplo. Itens como esses já foram apontados como vilões na luta contra a acne e suas espinhas.

Uma pesquisa publicada no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics (Jornal da Academia de Nutrição e Dietética, tradução livre) analisou uma variedade de hábitos alimentares e casos de acne.

Os pesquisadores identificaram que pessoas que tinham acne de nível moderado a severo consumiam mais gorduras saturadas do que quem tinha acne amena ou possuía a pele limpa. O processo por trás dessa relação não é bem entendido, porém, acredita-se que as gorduras saturadas aumentem alguns fatores de crescimento que contribuem com as crises de acne.

Acredita-se ainda que as gorduras saturadas aumentem a inflamação e sejam ruins para a saúde do intestino, e também acredita-se que um intestino saudável mantenha a inflamação distante, o que é apontado por pesquisadores como algo que pode influenciar a saúde da pele.

Isso porque muitos problemas de pele como acne, eczema e psoríase são originadas da inflamação.

11. Soja

A soja pode desestabilizar os hormônios do corpo, assim como o leite, que vimos acima. E uma vez que os hormônios encontram-se desequilibrados, podem ocorrer crises (de acne) hormonais, especialmente ao redor da boca e no queixo.

Vale a pena sempre checar a embalagem dos alimentos porque diversos deles podem trazer a soja em sua composição. Acredita-se que o problema seja o consumo em grande quantidade.

12. Muita carne

A nutricionista holística Susan Tucker afirmou que muitas pessoas percebem uma melhora de problemas de pele como a acne quando deixam a carne de lado. Segundo ela, o acréscimo de antioxidantes, fibras e minerais presentes em uma dieta baseada em vegetais auxiliam o organismo a se desintoxicar diariamente, o que colabora com uma pele mais saudável.

Não há necessidade de ser radical a ponto de nunca mais comer carne, mas dá para testar diminuir o consumo da carne e comer mais vegetais para ver o que acontece.

13. Bebidas alcoólicas

Como se já não bastassem todos os outros problemas de saúde associados a elas, as bebidas alcoólicas aparecem na lista de alimentos que causam acne graças ao fato de serem desencadeadoras da inflamação que, como já vimos aqui, está associada à acne.

Além disso, tomar muito álcool já foi ligado à baixa absorção de zinco e o abuso das bebidas alcoólicas pode colocar seus usuários em risco de desenvolver a deficiência do mineral.

Conforme a dermatologista cosmética Kaleroy Papantoniou, o zinco pode ajudar a combater a acne.

Atenção

Não estamos dizendo que deixar de comer um ou todos esses alimentos que causam espinhas será a solução definitiva para o seu problema. Até porque a dieta não é a única coisa que provoca a acne – é somente um dos fatores que podem favorecer a sua formação.

Portanto, o nosso ponto aqui é que uma alimentação apropriada pode auxiliar o combate à acne e suas espinhas, de maneira a contribuir para que o problema não seja desenvolvido ou piorado.

Assim, se você já sofre com espinhas em sua pele, é fundamental que procure o auxílio de um bom dermatologista para saber qual a melhor maneira de tratar o problema e tirar todas as suas dúvidas, inclusive no que refere-se a uma alimentação que não favorece o surgimento de espinhas.

Você tem o hábito de consumir muitos desses alimentos que causam espinhas? Acredita que mudar um pouco sua dieta pode ajudar a minimizar este problema? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,20 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. excelentre blog, muito esclarecedor realmente faz muito sentido, a alimentação influi na questão da acne, parabéns e obrigado por essas informações.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*