Creatina Dá Espinha?

A creatina é um aminoácido que fica localizado principalmente nos músculos e no cérebro. Os rins, o pâncreas e o fígado produzem a creatina, que também pode ser obtida por meio de alimentos como frutos do mar e carne vermelha e de suplementos.

Como o corpo converte a creatina na chamada fosfocreatina e a armazena nos músculos, onde ela é usada para energia, algumas pessoas tomam a creatina para melhorar a performance atlética e aumentar a massa muscular.

Entretanto, ainda que o uso oral da creatina possa beneficiar atletas que precisam de breves descargas de energia como os corredores velocistas e os levantadores de peso, um corpo amplo de pesquisa a respeito do impacto do uso oral da creatina para os exercícios físicos produziu resultados mistos.

É verdade que a creatina dá espinha?

Independente de realmente funcionar em relação ao desempenho atlético e o crescimento dos músculos, será que a creatina causa espinha?

Bem, as espinhas surgem juntamente com a acne, uma condição que é desenvolvida quando secreções oleosas das glândulas sebáceas tampam as pequenas aberturas dos folículos capilares.

A condição pode ser causada por uma série de fatores como o excesso de produção de oleosidade da pele, o acúmulo de bactérias, a tendência à inflamação, a desregulação hormonal e a propensão ao acúmulo de células e tecidos mortos.

Para o especialista em biologia, Joseph Pritchard, que também tem um diploma médico, a utilização da creatina já foi associada a reações alérgicas, o que inclui problemas relacionados à pele.

“O uso do suplemento de creatina às vezes desencadeia reações alérgicas que afetam a sua pele como coceira e erupções cutâneas, explica a Mayo Clinic. Às vezes, a creatina causa urticária. Essa reação alérgica é caracterizada por vergões levantados, vermelhos, que coçam e aparecem sobre a superfície da sua pele”, completou Pritchard.

O especialista em biologia não afirmou que a creatina dá espinha, já que não mencionou a acne e as espinhas como possíveis sinais de uma reação alérgica na pele que podem ser provocados pela utilização do suplemento.

Entretanto, vamos pensar juntos: se a pessoa que já sofre com as espinhas da acne experimentar a coceira em decorrência de uma reação alérgica por conta do consumo da creatina, ela certamente causará mais estragos às marcas da condição presentes em sua pele, mas isso não significa necessariamente que a creatina dá espinha ou aumenta as espinhas de maneira direta.

Fique de olho na procedência do seu suplemento e utilize-o na medida certa, sem exagerar

Aproximadamente 33% dos suplementos comercializados são contaminados com substâncias proibidas, o que pode resultar em malefícios à saúde como câncer, problemas psicológicos e distúrbios hormonais.

O uso de dosagens elevadas de suplementos também pode prejudicar o fígado e os rins. Ainda podem aparecer problemas com espinhas e flatulência, ainda que isso dependa da tolerância de cada indivíduo ao suplemento em questão.

Portanto, vale a pena seguir a dica e comprar apenas os suplementos de boa procedência e qualidade e de obedecer às recomendações do seu médico ou nutricionista em relação à dosagem e o modo de uso da creatina ou qualquer outro produto do tipo.

Além disso, se você perceber que a sua pele desenvolveu ou sofreu um aumento ou agravamento na acne depois que você começou a utilizar a creatina, procure o auxílio de um bom médico dermatologista para saber se o produto pode estar por trás desse efeito.

Aproveite a conversa com o especialista para perguntar se a creatina dá espinha e quais suplementos podem desencadear ou piorar a acne e o que você pode fazer para combater esses efeitos trazidos por esses produtos.

Outras recomendações

Sofrendo ou não com a acne e as espinhas, converse com um médico para confirmar se o uso da creatina realmente é seguro e necessário para você e saber como você deve utilizar o produto.

O uso oral da creatina por até cinco anos é considerado seguro, entretanto, quem tem histórico de doença renal ou sofre com condições que aumentam o risco de problemas nos rins como diabetes não pode tomar a creatina.

Também existe a preocupação de que o produto possa aumentar a mania em pessoas diagnosticadas com o transtorno bipolar.

Especialistas alertam ainda que doses elevadas da creatina podem provocar danos ao coração, ao fígado ou aos rins e causar cãibras musculares, náusea, diarreia, tontura, dor gastrointestinal, desidratação, ganho de peso, retenção hídrica, intolerância ao calor e febre.

Outra recomendação importante é a de perguntar ao médico se a creatina não pode fazer mal caso seja utilizada ao mesmo tempo em que outro suplemento ou medicamento que você esteja utilizando, inclusive aqueles para o tratamento da acne.

Se você já sofre com a acne e as espinhas, consulte o dermatologista para verificar se o seu problema não pode se agravar caso você comece a tomar a creatina. Lembre-se que este artigo serve somente para informar a jamais pode substituir a orientação médica.

Você já tinha ouvido falar que creatina dá espinha? Já tomou esse suplemento e sofreu com algum efeito colateral? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...

Deixe um comentário