4 Benefícios da Fruta Olho de Boi – Para Que Serve e Propriedades

Especialista:
atualizado em 24/01/2020

Olho de boi é o nome dado a uma semente, confundida com uma pequena fruta, que apresenta um risco preto e costuma ser avistada em praias que contam com um rio que deságua nas proximidades.

Essa semente, que também pode ser conhecida pelo nome de coronha e é utilizada para fazer colares, vem de uma planta de pequeno porte chamada cientificamente de Dioclea violacea ou popularmente conhecida como cipó-de-imbiri, coroanha, micunã, mucunã assú ou pó-de-mico.

Veja também algumas opções de chá calmante e de alimentos energéticos, que como você verá abaixo, são teoricamente algumas das propriedades e usos da olho de boi mais populares.

Para que serve – 4 benefícios do olho de boi

Uma vez que já conhecemos melhor a semente ou fruta olho de boi, vamos aprender agora quais utilidades e vantagens já foram associadas a ela?

1. Calmante

Acredita-se que as sementes da olho de boi apresentem propriedades calmantes.

Entretanto, não encontramos explicações de como se daria esse efeito calmante da coronha e nem opiniões de especialistas ou pesquisas científicas que pudessem embasar essa afirmação.

Portanto, não temos como assegurar que ela seja eficiente ou segura neste sentido. Com isso, antes de utilizar as sementes olho de boi como um calmante é fundamental que você consulte o médico para se certificar de que elas realmente podem te ajudar neste sentido e que não farão mal a você.

Além disso, não deixe de seguir qualquer outro tratamento que tenha sido recomendado pelo médico para usar somente a olho de boi porque isso poderá prejudicar a sua saúde.

2. Prevenção de acidente vascular cerebral

A olho de boi é utilizada para prevenir o acidente vascular cerebral. O problema é que, mais uma vez, as publicações não justificaram como isso pode acontecer e nem mostraram falas de especialistas ou estudos científicos para embasar a afirmação.

Com isso, não temos como afirmar que alguma receita à base das sementes de olho de boi vai efetivamente prevenir um acidente vascular cerebral. Quem deseja aderir a estratégias para evitar o desenvolvimento da doença precisa consultar um médico para saber como fazer isso de maneira segura e eficiente.

Por exemplo, de acordo com informações da Escola Médica da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, aspectos que podem contribuir com a prevenção de um acidente vascular cerebral incluem: a manutenção de níveis saudáveis de pressão arterial, ter um peso corporal saudável (emagrecer, caso esteja acima do peso ou obeso), praticar atividades físicas, não consumir bebidas alcoólicas ou ingeri-las apenas moderadamente e parar de fumar.

Tratar condições que podem favorecer o desenvolvimento do acidente vascular cerebral como diabetes e fibrilação atrial (irregularidade na frequência cardíaca, que pode provocar uma má circulação sanguínea) também faz parte dessa lista de estratégias de prevenção, completou a Escola Médica de Harvard.

3. Energético natural

Uma reportagem, publicada no site Diário de Canoas, relatou a história de então estudante do curso técnico em química industrial e de graduação em engenharia química, Cleiton Luís Bouflehuer, que pesquisou as propriedades energéticas da planta Dioclea violacea, que é popularmente utilizada justamente como um energético.

A partir de análises das sementes, das folhas e das flores da Dioclea violacea, obtém-se um substrato tônico, que estava sendo estudado na época da produção da reportagem para servir como ingrediente na formulação de uma bebida energética que pudesse fornecer os mesmos resultados oferecidos pelos elementos tradicionais.

No entanto, isso não significa que podemos apostar sementes de olho de boi para ganhar mais energia – conforme destacou a reportagem do Diário de Canoas, para que essa e outras partes da Dioclea violacea possam ser empregadas na composição de comidas e bebidas, é necessária a realização de diversos estudos fitoquímicos, farmacológicos (pré-clínicos e clínicos) e toxicológicos, além da condução de análises tecnológicas, com o objetivo de assegurar a segurança e a eficácia do uso da planta neste sentido.

4. Efeito antioxidante

A doutora em ciências farmacêuticas e professora da Universidade Feevale, Edna Sayuri Suyenga, informou a existência de estudos que apontam a presença de compostos fenólicos como os flavonoides, com potencial antioxidante na Dioclea violacea.

O problema é que não foi especificado se esses compostos fenólicos flavonoides com potencial antioxidante são encontrados nas sementes ou em outras partes da planta.

Mas atenção: a planta é considerada tóxica

A Dioclea violacea é considerada uma planta tóxica. Ou seja, não se deve utilizar uma quantidade excessiva dela. É recomenda a dosagem diária de 1 g, dividida em três para os três períodos do dia.

Essa dosagem é correspondente ao tamanho de uma caixa de fósforo. Entretanto, o mais seguro e ideal mesmo é consultar o médico antes de começar a utilizar a semente ou fruta olho de boi para qualquer finalidade.

Nessa conversa com o profissional, você poderá tirar todas as suas dúvidas a respeito da semente, saber se ela não pode fazer mal para você, entender se é realmente indicada para o seu caso e aprender em que quantidade máxima você pode utilizá-la, assim como por quanto tempo você pode usá-la sem enfrentar maiores problemas.

Essa recomendação de consultar o médico é importante para todas as pessoas, principalmente para crianças, adolescentes, mulheres que estejam grávidas, mulheres que estejam amamentando, idosos e pessoas que sofrem com qualquer tipo de doença ou condição específica de saúde.

É sempre importante ressaltar que mesmo os produtos naturais como as plantas e sementes podem fazer mal para algumas pessoas, especialmente se utilizados de maneira inadequada ou em dosagens excessivas.

Caso experimente qualquer reação adversa por conta do consumo das sementes de olho de boi, procure imediatamente o auxílio do médico, mesmo que o sintoma em questão não aparente ser muito grave.

Isso é fundamental para verificar a real gravidade do problema, receber o tratamento necessário e saber como deve proceder em relação ao uso da olho de boi.

Referências Adicionais:

Você já conhecia os 4 benefícios da fruta olho de boi? Pretende experimentar seu uso para alguma propriedade específica? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário