Água pós-treino

5 Coisas que Você Deve Fazer Sempre Pós-Treino para Aumentar a Perda de Peso

Assim que você tira seus tênis depois de um treino, seu corpo começa a reparar o “dano” que você causou em seus músculos. Na verdade, é realmente esse processo de recuperação – e não o próprio exercício – que o torna mais forte e/ou magro.

Para acelerar seus resultados, pesquisas mostram que o que você faz quando não está se exercitando é quase tão importante quanto o próprio exercício. Siga o caminho mais rápido com esses esforços mínimos que você pode fazer após o treino.

1. Tenha mais horas de sono

Se sete a nove horas de sono ainda não são uma prioridade para você, aqui está um incentivo. O sono profundo não apenas causa a produção do hormônio de crescimento que é reparador de tecidos, mas estudos mostram que a falta de sono faz com que seu corpo interrompa sua capacidade de reconhecer o estômago cheio.

Quando você está cansado, seu intestino produz mais grelina, uma substância química que desencadeia o desejo por açúcar. Isso faz com que seu corpo procure energia rápida da comida para tentar mantê-lo acordado. Enquanto isso, a fadiga suprime a leptina, um hormônio de células gordas que diz ao seu cérebro: “Ok, pare de comer agora.” Por essa razão, priorizar o sono é provavelmente a melhor coisa que você pode fazer para a recuperação muscular.

2. Não fique inativo

Você pode sentir vontade de se recompensar com um dia de descanso, mas fazer uma atividade leve no dia seguinte a um grande exercício prolongará as vantagens de maior circulação.

O fluxo de sangue fresco traz nutrientes frescos para os músculos e ajuda a liberar resíduos como o ácido lático. Além disso, manter-se ativo também demonstrou reduzir a dor muscular pós-exercício e suprimir a atividade do sistema nervoso, que pode resultar em sono insuficiente.

Faça uma aula de yoga ou vá passear com o seu cachorro ou amigos em um ritmo leve de conversa. Se você trabalhar sentado numa mesa durante todo o dia, passeie pelo escritório por cerca de 10 minutos a cada duas horas.

3. Melhore o seu lanche pós-treino

Cientistas esportivos há muito tempo defendem o lanche após o exercício para ajudar a promover a reparação muscular. Um motivo ainda mais convincente: menos gordura na barriga.

O exercício ativa o cortisol, um hormônio do estresse que dá a você a força extra para chegar até o final da aula de spinning, por exemplo. Mas permanecer nesse estado por muito tempo pode ser prejudicial, pois o cortisol não apenas inibe o processo de reparação muscular, como também altera o seu metabolismo, de modo que seu corpo armazena mais energia como gordura (geralmente na região abdominal) em vez de queimá-la.

Felizmente, a ingestão de proteínas em até 30 minutos após o seu treino irá prevenir esses efeitos. A sugestão é comer um ovo cozido ou um smoothie.

4. Massagem

Pesquisa mostram que uma massagem pós-treino aumenta a recuperação da força em 60%. Ela reduz a inflamação no tecido e aumenta o fluxo sanguíneo para a área, que é o que acelera a recuperação. Deixe os músculos esfriarem completamente por algumas horas após o exercício antes de ter uma massagem leve.

Reserve 10 minutos antes de dormir nos dias em que você se exercita intensamente. Para o melhor resultado, use movimentos longos e lisos sobre os músculos trabalhados e use um rolo de espuma ou bolas de massagem em pontos de difícil alcance. Para qualquer dor aguda, aplique uma compressa fria ou bolsa de gelo por cerca de 20 minutos para diminuir ainda mais a inflamação.

5. Aumente sua ingestão de água

A desidratação diminui consideravelmente sua taxa metabólica – por isso, mesmo se você estiver se matando na academia, pode estar revertendo as vantagens se não estiver bebendo água suficiente.

E não se trata apenas da regra de oito copos por dia (ou dois litros). Especialistas aconselham a beber mais 500 a 600ml de água por cada hora que você treinar.

O que você ainda precisa mudar na sua rotina para ter uma recuperação pós-treino melhor? O que pode estar atrapalhando seus melhores resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*