9 Tipos de Peeling Facial – Indicações e Cuidados

Especialista da área:
atualizado em 10/09/2019

O Brasil é um dos países que está no topo do ranking quando o assunto é procedimento estético. Muitos são os profissionais voltados para essa área de especialização que são formados todos os anos, bem como as clínicas que são encontradas a cada esquina e o interesse da população por esse segmento só cresce.

As clínicas estéticas e de cirurgia plástica enchem aos olhos de muitas mulheres que podem se desdobrar para obter o dinheiro para realizar um procedimento que as tornem mais jovens ou mais belas. A vaidade e o ideal de beleza propagado pelos meios de comunicação influenciam nessa busca incessante pela beleza e manutenção da juventude visual.

  Continua Depois da Publicidade  

Além da lipoaspiração e outras cirurgias que visam a obtenção de um corpo perfeito, alguns outros procedimentos estão em alta ultimamente, como os mais variados tipos de peeling facial. Essa técnica promete deixar a mulher com uma pele lisa, de pêssego, sem manchas e com uma aparência muito mais jovem e saudável e é por isso que muitas mulheres mais velhas procuram todos esses de peeling facial.

Indicações do peeling facial

O peeling facial é muito utilizado por não oferecer muitos riscos, sendo que o principal é evitar a exposição solar após o procedimento. Além disso, as indicações estão relacionadas à escolha de um profissional especializado, de confiança, que possa realizar o peeling sem interferir na saúde da cliente.

Existem muitos tipos de peeling facial atualmente no mercado dermatológico e isso se deve aos diferentes tipos de pele e especificidades de cada pessoa. Existem peelings específicos para peles claras e outros voltados para peles escuras, por exemplo, e é importante estar atenta a essas diferenças para optar pela melhor escolha para a sua pele.

O procedimento do peeling facial, de uma maneira geral, consiste em utilizar substâncias químicas, sejam abrasivas ou a laser, na pele do rosto para reduzir manchas, melhorar a elasticidade e o envelhecimento precoce. Indica-se de duas a três sessões de peeling superficial para obter algum resultado. Os especialistas recomendam a realização do peeling superficial, pois descama pouco e agride menos a pele. Os resultados podem ser levemente observados já na primeira sessão com um brilho mais intenso da pele e uma textura mais suave.

Níveis de profundidade do peeling

O peeling pode variar conforme a profundidade com a qual interfere na pele. O peeling chamado de nível 1 é o mais superficial de todos e é indicado para mulheres com peles sem brilho, ressecadas e maltratadas. Já o nível 2 é indicado para mulheres que apresentam manchas superficiais na pele, rugas e acne. O nível 3 é médio e voltado para mulheres com manchas mais evidentes, rugas, cicatrizes de acne, marcas e sulcos no rosto. O nível 4 é o último nível e considerado profundo para aquelas mulheres com a pele já muito envelhecida e mal cuidada e com cicatrizes de espinhas muito profundas.

  Continua Depois da Publicidade  

Tipos de peeling facial

Existem basicamente três tipos de peeling facial que se dividem nas categorias: químico, realizado através de substâncias químicas, como o próprio nome já diz; mecânico, que utiliza receitas caseiras como lixas de ponta de diamante e microdermoabrasão; e o físico, que costuma ser a laser. Porém, dentro de cada categoria podem haver variações de peeling com base na utilização de diferentes recursos e mecanismos.

– Peeling químico

Consiste na aplicação de substâncias químicas de profundidade variável, geralmente um agente com efeito esfoliante. Tem o objetivo de rejuvenescer a pele, melhorar a textura e coloração natural, bem como reduzir rugas. Deve ser realizado por um profissional médico e exige cuidados durante e após o procedimento.

A recuperação leva em média uma semana no peeling de média profundidade e, nesse tempo, o que pode ocorrer é a pele ficar um pouco avermelhada, além do normal, mas sem causar dor. É importante evitar a exposição solar intensa natural e também artificial, utilizando protetor solar dentro e fora de casa.

– Peelings biológicos ou enzimáticos

As enzimas são proteínas formadas por cadeias de aminoácidos unidos pelas ligações peptídicas. Eles aceleram a velocidade das reações e atuam como catalisadores biológicos. As mais utilizadas em aplicações cosméticas são: proteases que promovem a renovação celular, as óxido-redutases que combatem os radicais livres e protegem a pele do envelhecimento; amilases responsáveis por romper as ligações dos polissacarídeos provenientes de metabólitos de micro-organismos patogênicos tornando as sujidades mais fáceis de remoção, lispases que reduzem os nódulos de gordura; fosfatase alcalina que aumenta o metabolismo celular e reduz pequenas rugas, hialuronidase que promove a reabsorção do excesso de líquido e reduz a celulite, a lisozima que tem ação anti-bactericida e as enzimas de reparo do DNA que reparam o DNA das ações da radição ultra-violeta.

  Continua Depois da Publicidade  

As últimas tendências nesse segmento atuam no campo de reparação do DNA e reduzem consequentemente as manchas que aparecem devido à exposição ao sol, que incluem o fotoenvelhecimento e o câncer de pele.

– Peeling mecânico

É uma das opções mais orientadas para quem tem cicatrizes de acne muito acentuadas e profundas. Muitas pessoas podem utilizar o peeling mecânico seguido do químico para reforçar os efeitos e resultados.

– Peeling a laser ou químico

Semelhante aos peelings realizados com ácidos, a diferença do a laser é que ele tem um efeito muito mais rápido e profundo sobre a pele. A incidência da luz sobre a pele remove a camada superficial e promove escamação de forma intensa, melhorando a produção de colágeno. A pele fica mais firme e sem manchas. O procedimento dura cerca de 1h30, diferente da com ácido que é bem rápida, apenas de 5 minutos. Também costuma ter o preço bem mais alto do que o peeling químico.

Lista de tipos de peeling facial mais realizados

  1. Peeling químico com ácido retinoico: Também é usado para combater estrias, pois promove uma descamação superficial na pele e constante, fazendo com que ela se renove e forme colágeno com frequência, melhorando visivelmente a aparência da pele.
  2. Peeling químico com ácido glicólico: Além do rosto, também pode ser usado em mãos e pescoço. Tem a função de tornar a pele mais macia e atenuar as rugas, bem como em melhorar manchas adquiridas pelo sol e acne.
  3. Peeling químico com ácido salicílico: É indicado para quem deseja clarear a pele, reduzir a quantidade de rugas na face e tratar comedões. Utiliza-se uma solução alcoólica seguida de neutralização com água. O procedimento pode ser repetido entre 2 e 4 semanas e costuma gerar uma descamação a partir do 4º dia pós-procedimento e se prolongar até o décimo dia.
  4. Peeling de cristal: Trata cicatrizes, estrias e pele flácida. É utilizada no rosto tornando a pele mais brilhosa, sedosa e com mais vigor. Utilizam-se os cristais de óxido de alumínio com propriedades coagulantes que melhoram a saúde da pele de uma forma geral. Além da face, pode ser usado em pernas, coxas, costas, braços e mãos.
  5. Peeling amazônico: O nome se explica pois esse peeling é elaborado à base de ervas, raízes e plantas encontradas no solo brasileiro. É rico em enzimas de frutas tropicais, bem como ácido orgânicos que combinam ação enzimática, química e mecânica. Por ser um método natural, é um dos mais indicados, pois não causa reações como vermelhidão da face, nem descasca e nem irrita a pele. O procedimento atua diretamente na eliminação dos tecidos mortos da face e pode ser aplicado em profundidade mais superficial ou mais intensa, dependendo do objetivo. É aconselhado para pessoas com rugas, pele ressecada, acne e manchas.
  6. Peeling de diamante: É usado como um microdermoabrasor e para peles mais espessas, uma vez que é um procedimento mais intenso. Neste procedimento realiza-se uma remoção da camada externa da pele, sem deixar a pele vermelha. Logo após a primeira sessão já é possível perceber uma pele mais suave e macia. Estimula a renovação da pele através do aumento da produção de colágeno que renova as células da pele. Além da acne, queloides, também é utilizado para reduzir marcas de cicatrizes cirúrgicas.
  7. Laser ablativo: Indicado para mulheres com rugas profundas, cicatrizes de acne ou que buscam o rejuvenescimento da pele facial. Atua na remoção da camada cutânea de forma precisa. Remove camada por camada de tecidos até chegar à pele mais nova, por isso a demora no procedimento e o resultado perceptível logo ao final da primeira sessão.
  8. Peeling a laser com luz pulsada: Age diretamente na epiderme e derme reduzindo as manchas e vasos da pele. Além disso, também aumenta a produção de colágeno e fortalece as fibras existentes. O viço, textura e tônus da pele melhoram consideravelmente. O procedimento é realizado de 4 a 6 sessões para um resultado mais eficiente. Deve-se dar um intervalo de 3 a 4 semanas a cada nova sessão para não agredir a pele. Pode ser intercalado, nesse meio tempo, com sessões de peelings superficiais que são menos intensos e, portanto, não interferem prejudicando a pele.
  9. Peeling vegetal: O peeling vegetal, chamado de gommage, é um método novo de esfoliação que regenera as células da epiderme utilizando ingredientes naturais. É aplicado sobre a pele e massageado por cerca de 20 minutos de modo a reagir na pele. Depois, cobre-se a área com bandagens por 40 minutos, momento em que é possível sentir uma leve ardência no rosto. A pele fica com uma coloração avermelhada que dura cerca de 2 dias. Depois disso, a pele fica mais fina e ganha coloração rosada. No tratamento, promove-se vasodilatação e ativação celular. Pode ser realizado por mulheres com qualquer tipo de pele. Trata-se de um produto natural que leva aveia e amido de arroz e é rico em vitaminas, visando nutrir a pele em profundidade. Pode ser aplicado no rosto ou em outras regiões do corpo. Outros produtos podem ser combinados a esse procedimento para trazer resultados específicos de acordo com os objetivos de cada cliente, como loção tônica de ginseng ou creme hidratante azulento, dentre outros.

Contraindicações e cuidados

As contraindicações do peeling facial são: gravidez, estresse e escoriações neuróticas, uso de isotretioína para peelings médio e profundo, cicatrização deficiente, formação de queloides, histórico de hiperpigmentação pós-inflamatória permanente. As complicações estão relacionadas ao não seguimento das orientações no pós-procedimento ou pela inexperiência do profissional da área. O superficial dificilmente pode acarretar problema, mas o médio pode causar cicatrizes e até reações sistêmicas. Podem ocorrer também infecções de menor ou maior grau, dependendo da situação.

  Continua Depois da Publicidade  

Evite comprar os peelings caseiros vendidos em farmácias, que podem causar irritação na pele. O ideal é sempre realizar esse tipo de procedimento com orientação de seu dermatologista. Realizar o procedimento durante o inverno também pode ser uma boa ideia, uma vez que o sol está mais fraco e a pele não ficará tão exposta à radiação solar, lembrando que até a radiação de luz artificial pode causar problemas. Deve-se usar protetor solar com frequência e em qualquer situação, seja de dia ou a noite, dentro ou fora de casa.

Para usar maquiagem, tome cuidado, pois pode causar fortes reações alérgicas; para evitar esses problemas, adquira maquiagens hipoalergênicas. Para evitar que as manchas, acne ou outros problemas voltem a aparecer novamente após um tempo da realização do procedimento, é importante ter mais cuidado com a pele, equilibrando a alimentação, utilizando protetor de forma frequente, realizando limpeza profunda de pele constantemente, utilizando maquiagem hipoalergênica e retirando todo o resquício ao final do dia e hidratando a pele.

Quais tipos de peeling facial você já conhecia? Tem vontade de fazer algum? Acredita que o seu rosto realmente necessita de um procedimento desses? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média 3,60)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário

3 comentários em “9 Tipos de Peeling Facial – Indicações e Cuidados”

  1. Gostaria de me submeter ao pelling gue seja propício para à minha pele pois tenho melasmas, rugas e flacidez bem avançadas . AGDO retorno.
    Agradecida, Bom dia.

    Responder
  2. tenho a pele sensivel com vasinhos dilatados a volta do nariz é reromendavel fazer um peeling superficial e qual deles é aconselhavel para esta situação.

    Responder