Adolescentes com Padrão de Sono Irregular Comem Mais, Revela Estudo

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

No mundo corrido de hoje, não são poucas as distrações e preocupações que consomem o tempo de um jovem. É mensagem no celular a todo o momento, trabalho da escola para entregar, vestibular para estudar, filmes para assistir, amigos para conversar… Enfim, é tanta coisa que tem dias que até as horas de sono acabam saindo prejudicadas.

E além do cansaço e pouca disposição que a má qualidade do sono provoca, não dormir a quantidade de horas necessárias também prejudica a boa forma. Prova disso é que uma pesquisa realizada pela Penn State University College of Medicine identificou que dormir somente uma hora a menos já contribui para o ganho de peso.

Para chegar a essa conclusão, os cientistas analisaram os hábitos noturnos de 342 adolescentes durante o período de uma semana, com idade média de 17 anos, e descobriram que, de maneira geral, eles dormiam sete horas por noite.

Os pesquisadores notaram então que a diferença de mais ou menos uma hora nessa quantidade de horas dormidas resultava em um consumo de 201 calorias a mais por dia. Esse número corresponde aproximadamente a duas bolas de sorvete de chocolate ou a uma fatia de torta, por exemplo.

Eles também perceberam que isso resultava em uma ingestão de 6 g a mais de gordura – o equivalente a uma colher de chá de manteiga – e um acréscimo de 32 g no consumo de carboidratos – que é correspondente a 100 g de espaguete.

Além disso, os cientistas puderam estabelecer que a interrupção do sono está relacionada com uma chance 60% maior de fazer lanchinhos a noite nos dias de semana e de 100% a mais de se comer em excesso nos finais de semana.

O estudo ainda mostrou que os adolescentes dormem durante mais tempos nos finais de semana do que nos dias de semana.

Uma das possibilidades levantadas pelos pesquisadores para os resultados obtidos com o estudo é que quando um adolescente dorme menos, no dia seguinte ele fica mais propenso a passar o dia sentando em frente a televisão, devorando lanchinhos.

Outra hipótese é que a mudança no padrão do sono causa um desiquilíbrio hormonal, fazendo com que o apetite aumente. É que o hormônio chamado de leptina – que é o responsável por controlar a fome e avisar o organismo que ele já está saciado – cai bastante quando uma pessoa não dormiu o suficiente, dando assim a sensação de que é preciso comer mais.

Ao mesmo tempo em que isso acontece, outro hormônio, a grelina – que tem a função de aumentar o apetite – tem seu nível aumentado, colaborando ainda mais para que a pessoa se sinta faminta.

O principal autor do estudo, o pesquisador Fan He, afirmou sobre os resultados de sua pesquisa: “Pode ser mais importante ter um padrão regular de sono do que dormir mais em um dia e menos no outro. Essas descobertas podem nos ajudar a entender melhor como a obesidade se desenvolve entre pessoas jovens.”

Você acredita que dorme muito menos ou mais do que o necessário, e acaba prejudicando a sua forma por causa disso? O que deveria mudar nas suas noites de sono? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário