A ação da Leptina e Grelina no emagrecimento  

Especialista:
atualizado em 08/12/2020

A obesidade se tornou, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, um problema global de saúde pública. Assim, muito esforço e investimento estão sendo empregados para entender o problema e encontrar formas de lidar com ele.

E foi nesse esforço que se chegou ao conhecimento de hormônios ligados de alguma forma a obesidade, como a Leptina e Grelina. Assim, é de grande importância o entendimento de como funcionam esses hormônios.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, vamos entender um pouco mais sobre eles, seus efeitos e como eles podem afetar o processo de emagrecimento.

Hormônios x Obesidade

homem comendo junk food
Um desequilíbrio nos níveis de grelina e leptina pode aumentar o apetite e a ingestão calórica

A obesidade é uma doença multifatorial, o que quer dizer que diversos fatores atuam no seu desenvolvimento e gravidade. Alguns desses fatores são:

  • Qualidade da alimentação;
  • Genética;
  • Fatores sociais e psicológicos;
  • Distúrbios hormonais.

E, mesmo com a descoberta de causas tão diversas, as formas de tratamento muitas vezes se resumem a restrições alimentares e a prática de exercícios físicos.

Mas estudos mostram que diversos hormônios atuam no controle do apetite e da saciedade, influenciando diretamente o consumo calórico. É o caso da grelina e da leptina.

Isso não quer dizer que os hormônios são os únicos culpados pelo excesso de peso, já que a alimentação é o principal fator associado a isso.

Mas não há como negar que existem hormônios que influenciam o desenvolvimento da obesidade, assim como a obesidade afeta a liberação de muitos outros hormônios.

Leptina: O que é?

A leptina (do grego leptos = magro) é um hormônio responsável pelo controle da sensação de fome, e atua diretamente no sistema nervoso central. E além de diminuir a ingestão de calorias, a leptina gera um aumento do gasto energético e regula o metabolismo da glicose e de gorduras.

Ela é produzida principalmente pelo tecido adiposo, mas também há produção em outras partes do corpo, como no tecido mamário, músculos e em partes do trato gastrintestinal. Sua maior liberação acontece durante a noite e nas primeiras horas da manhã.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas aqui temos o primeiro paradoxo da leptina: Se a maior parte dela é produzida no tecido adiposo, por que sua ação é menor em pessoas obesas?

  • Isso ocorre porque em pessoas obesas ocorre um quadro de resistência à leptina, semelhante ao que ocorre com a insulina.

Além disso, algumas situações de estresse podem levar a uma diminuição dos níveis de leptina no corpo, como o jejum prolongado e a prática de exercícios físicos intensos.

Assim, cria-se outro paradoxo, uma vez que esses dois fatores são comumente usados em programas de perda de peso.

  • Nesse caso a provável causa da diminuição da liberação da leptina é a tentativa do corpo de reverter o desequilíbrio energético.

Isso mostra que a perda de peso envolve mais do que apenas dieta e exercícios. Embora a importância desses dois fatores seja enorme.

Grelina: O que é?

Famosa por ser o hormônio da fome, a Grelina é responsável por ações como:

  • Estímulo do apetite;
  • Redução das taxas metabólicas;
  • Aumento do acúmulo de gordura e produção de tecido adiposo.

Ela é produzida no estômago, por células do pâncreas e pelo hipotálamo, e é secretada mais intensamente quando não há alimento no estômago.

Assim o cérebro recebe a mensagem e estimula a sensação de fome. E logo que o alimento entra em contato com a parede do estômago, a produção de Grelina diminui.

Sua produção e secreção é diferente, a depender do peso corporal da pessoa:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Em obesos, devido à sua maior sensibilidade a esse hormônio, a quantidade de Grelina é menor
  • Já as pessoas magras secretam grandes quantidades do hormônio, principalmente no período noturno, enquanto dormem.

Como equilibrar os níveis de Leptina e Grelina?

A alteração de taxas hormonais é algo sério e que pode trazer consequências para a saúde. Então, quando ouvimos falar de tratamentos que prometem aumentar os níveis de grelina e leptina, precisamos ter cuidado.

Mas, existem modificações no estilo de vida que podem ajudar a equilibrar a produção e liberação desses hormônios, como iremos ver agora:

  • Respeite seu horário de sono, já que dormir regula tanto a Leptina quanto a Grelina. Então, procure dormir uma média de 8 horas por noite e não mexa em objetos luminosos (celulares, computadores, televisão) antes de se deitar;
  • Reserve um tempo do seu dia para relaxar, já que o estresse produz cortisol, que acaba mexendo com outros hormônios, desregulando-os;
  • A última dica é exercitar-se, sem exageros, para manter seu corpo saudável e forte.

E ainda existem outros fatores que influenciam na perda de peso, e que estão presentes na maioria dos programas de emagrecimento, como:

  • Uma alimentação pobre em carboidratos e rica em proteínas magras e gorduras boas (insaturadas);
  • Evitar o consumo excessivo de calorias, pois, consumindo a quantidade adequada de nutrientes, o corpo não fica debilitado e os hormônios permanecem em equilíbrio (inclusive Leptina e Grelina).
Fontes e Referências Adicionais

Você já conhecia as recomendações em relação aos hormônios Leptina e Grelina? Acredita que precisa mudar algo em seu estilo de vida para regulá-los? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (16 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

4 comentários em “A ação da Leptina e Grelina no emagrecimento  ”

  1. Não conhecia, e verdadeiramente me foi muito útil!
    Consegui associar alguns hábitos que nem sabia que estavam errados com a esta informação e estou mais segura e confiante!
    Valeu mesmo! Grata!

  2. Venho tentando emgrecer faz tem,mas nao comcigo passar dos 68 kl chego nesse peso e aro e de um dia para o outro ganho peso..
    Muito rapido pratico caminhada mas nao adianta muito sempre o mesmo peso.

  3. não conhecia, agora sei porque aumentei meu peso, como muito doce, só não engordei mais porque como muitas frutas,verduras e legumes, não como carnes só peixe e ovos.
    Vou tentar parar com o doce de vez.