Agave

Agave – O Que é, Benefícios, Para Que Serve e Como Usar

Agave é uma planta nativa do México que já foi utilizada até pelos astecas por conta de suas propriedades medicinais e para fazer o pulque e fabricação de xarope. No entanto, a popularidade para a planta agave se deu principalmente por causa da tequila e também do néctar agave, que é muito utilizado como um adoçante natural para substituir o açúcar.

Você conhece o agave? Sabia que além do néctar, outras partes dessa planta também são consumidas e oferecem benefícios para a saúde? Vamos falar sobre o que é agave, seus benefícios, para que serve e como usar.

Agave – O que é?

Agave é o nome de um gênero com quase 30 espécies diferentes. A maioria delas é nativa do México, América do Sul e partes do sudoeste dos Estados Unidos. É considerada uma planta muito versátil, pois quase todas as partes dela podem ser usadas de alguma forma. Porém, seu principal uso é feito com as folhas, caule, flores e seiva.

Ela é considerada uma planta medicinal há anos, mas é popularmente conhecida pelo seu papel na produção de tequila e por seu néctar, que se tornou um adoçante alternativo ao açúcar muito comum.

O néctar agave vem das folhas do agave azul, uma planta considerada suculenta. Ele possui uma consistência fina e leve e pode ser usado como cobertura para saladas de frutas, sorvetes e outras sobremesas. O fato de adoçar os alimentos também leva muitas pessoas a substituir o açúcar por agave na maioria das receitas.

Para que serve

Agave é uma planta que contém nutrientes capazes de ajudar a saúde de algumas maneiras. Ela é repleta de propriedades antissépticas e anti-inflamatórias que ajudam o corpo a tratar machucados e até lesões. Também contém fitoquímicos que ajudam a combater certos tipos de bactérias nas feridas, impedindo que eles entrem no corpo e causem infecções.

A planta é rica em saponinas, que no corpo ajudam a combater o colesterol alto. É repleta de fibras que promovem a digestão e ajudam a tratar a constipação, além de cálcio, ferro e frutanos, capazes de alimentar as bactérias intestinais e estimular o crescimento de tipos benéficos de bactérias intestinais, como as bifidobactérias e os lactobacillus.

Além da planta, o néctar de agave também é amplamente utilizado e em sua forma original contém nutrientes, mas ele é altamente calórico e pode contribuir, por exemplo, com o ganho de peso e desenvolvimento de cárie dentária. Então, seu uso deve ser feito com moderação.

Benefícios do agave

1. Pode ajudar a tratar ferimentos e lesões

Agave apresenta propriedades antissépticas e anti-inflamatórias. Além disso, o agave seco também é uma boa fonte de zinco, um mineral necessário para curar feridas. Por causa desse benefício, é utilizado por muitos para tratar queimaduras, contusões, pequenos cortes, lesões e irritações da pele provocadas por picadas de insetos.

Curiosamente, na América Central o suco da planta agave tem sido usado por muito tempo como tratamento para feridas. Os mais antigos misturavam o suco com uma clara de ovo para fazer cataplasma para aplicar em feridas, com o objetivo de acelerar a cicatrização.

2. Contém fitoquímicos

As folhas de agave são ricas em fitoquímicos que no corpo agem como antioxidantes. Os polifenóis, especialmente os flavonoides, inibem uma bactéria prejudicial, formadora de pus, chamada Staphylococcus aureus.

Como muitas pessoas têm essa bactéria na pele, impedir sua proliferação e atuação é importante, pois quando ela entra na corrente sanguínea pode causar infecções respiratórias ou intoxicações alimentares.

Agave também ajuda a tratar a inflamação das membranas mucosas gastrointestinais, ação semelhante a dos esteroides anti-inflamatórios produzidos pelo nosso corpo.

3. Ajuda a equilibrar o colesterol e promover a saúde

A planta agave é repleta de compostos considerados protetores para a saúde. Contém saponinas, que no corpo se ligam ao colesterol e podem ajudar a reduzir os seus níveis, e também podem ajudar a inibir o crescimento de tumores cancerígenos.

O The British Journal of Nutrition publicou em 2008 um estudo que foi realizado com ratos evidenciando que os frutanos de agave ajudaram a controlar os níveis de glicose e colesterol no sangue.

4. Contém probióticos

A planta agave é repleta de um composto chamado inulina, considerado um tipo de fibra alimentar que também é um probiótico, com bactérias saudáveis para o organismo. Além disso, os frutanos de agave não são descompostos pelas enzimas digestivas e por esse motivo seguem para o intestino, onde são fermentados por bactérias no intestino grosso. Isso significa que ele é um ótimo alimento para as bactérias saudáveis.

O Journal of Applied Microbiology publicou um estudo em 2010 relatando que os frutanos do agave estimularam o crescimento de tipos benéficos de bactérias intestinais como bifidobactérias e lactobacilos.

5. É fonte de fibra

As fibras são fundamentais para o nosso sistema digestivo. Elas ajudam a promover uma boa digestão e também contribuem com o bom funcionamento do intestino. Apenas uma porção da planta agave fornece uma boa dose de fibras, que são importantes para tratar a prisão de ventre e proporcionar um fluxo intestinal saudável.

6. É uma ótima fonte de ferro

Agave é uma planta rica em ferro e esse mineral é muito importante para a saúde. A recomendação é que os homens consumam 8 miligramas por dia e as mulheres 18 miligramas.

Uma porção de 100 gramas de agave cru fornece 1,8 miligramas de ferro e a mesma quantidade cozida contém 3,55 miligramas. Apenas 100 gramas de agave seco têm 3,65 miligramas de ferro, o que representa 46% nas necessidades para os homens e 20% para as mulheres.

7. Contém cálcio

Um dos benefícios do cálcio é construir e manter ossos fortes e saudáveis, e o agave é uma planta que contém quantidades relevantes desse mineral. Apenas uma porção, seja crua ou cozida, contém cerca de 40% das 1.000 miligramas de cálcio que os adultos precisam por dia e a agave seca fornece quase três quartos da necessidade diária. Então, consumir esse alimento pode contribuir muito com a ingestão de cálcio.

Néctar de agave

O néctar de agave é extraído a partir das folhas da planta. Ele é doce e considerado mais calórico do que o açúcar normal, mas como é mais doce, você acaba utilizando menos para atingir o mesmo sabor.

Quando é comercializado como adoçante natural, pode passar por algum processamento antes de ser colocado nas prateleiras; então, se você busca algo livre de conservantes, aditivos químicos, corantes artificiais ou outros produtos, procure por uma versão orgânica.

Atualmente, existe muita discussão em relação à ingestão, segurança e impactos de longo prazo sobre a saúde do uso deste adoçante, principalmente devido aos seus altos níveis de frutose em comparação com o açúcar de mesa regular. Veja abaixo uma breve análise e entenda por que esse produto gera polêmica.

Análise do néctar de agave

Em sua forma original e natural, os extratos da planta agave contêm fortes propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Porém, quando é transformado nos produtos que encontramos nas lojas, nenhum desses elementos benéficos está presente.

A discussão existe por isso e é por esse motivo que a maioria dos especialistas em saúde natural concorda que o néctar de agave não cumpre tudo o que oferece. Se comparado ao açúcar ou xarope de milho, o néctar de agave apresenta:

  • Um índice glicêmico baixo, pois uma grande parte de sua composição é frutose, que é considerada uma das formas mais prejudiciais de açúcar.
  • Mmaior teor de frutose se comparado aos outros adoçantes vendidos atualmente.
  • Em comparação com a relação frutose/glicose, que é de 1 para 1 em outros produtos, o agave ultrapassa, pois sua composição é de 2 para 1.

Então, consumir o xarope de agave pode se resumir a uma questão de preferência pessoal. Para usufruir sem comprometer a saúde, não consuma em excesso e acompanhe as calorias para não ultrapassar um limite saudável.

Como usar?

O uso principal e mais conhecido de agave é como néctar, e embora não seja muito comum, em alguns países as outras partes da planta também são consumidas.

  • Néctar: É proveniente de suas folhas maduras, com aproximadamente 15 anos de idade, e é extraído cortando as folhas e retirando o suco delas. Este suco é então filtrado e aquecido para quebrar os carboidratos complexos e o resultando é um líquido doce e ligeiramente viscoso, com uma consistência inferior e mais doce se comparada com o mel. Ele é fácil de comprar, está disponível em vários estabelecimentos comerciais e também pela internet.
    Como é mais doce que o açúcar, na hora de preparar suas receitas use um terço a menos de néctar de agave do que você faria com açúcar.
  • Flores: As flores de agave são consideradas muito aromáticas. Para consumi-las, elas precisam ser cozidas na água ou vapor, e depois disso podem ser grelhadas, fritas ou adicionadas a outros pratos, como ovo mexido, por exemplo. É recomendado que as pontas de pólen sejam removidas antes de cozinhar para evitar o sabor amargo.
  • Folhas: As folhas de agave são geralmente colhidas no inverno ou na primavera, quando a seiva está mais alta. Elas são então cortadas em grandes pedaços e torradas ou assadas. Quando torradas, têm um sabor forte de caramelo e o fato de serem altamente fibrosas faz com que elas não sejam engolidas, mas apenas mastigadas e descartadas, assim como a cana de açúcar.
  • Talos e coração de agave: As plantas de agave são cortadas na base, e então os caules e folhas são aparados e removidos, revelando um “coração” grande que parece com um enorme abacaxi verde. Hoje, ambos são assados ​​e consumidos.

Cuidados

  1. A planta agave pode causar alergias quando aplicada na pele. Utilizar a planta fresca pode causar inchaço, vermelhidão e feridas na pele. A seiva parece ser a parte mais irritante da planta.
  2. Não se sabe o suficiente sobre a segurança do agave quando tomado por via oral, embora seu uso seja comum em algumas culturas. Então, ao ingerir faça cautelosamente ou siga as instruções do fabricante.
  3. Não é seguro consumir agave durante a gravidez e amamentação. Há algumas evidências de que ele pode estimular o útero e causar contrações na gravidez, e durante a amamentação não se sabe como as substâncias interagem com o corpo da mãe.

Existe muita discussão em relação ao agave, principalmente em relação à ingestão de seu néctar, pois as demais formas de consumir não são tão comuns por aqui. Alguns o defendem como um produto natural e ótimo e outros não.

Então, se o néctar é a sua escolha pessoal, certifique de estar comprando um produto de qualidade e opte pelas versões orgânicas que estejam livres de pesticidas e outros produtos incluídos durante o processamento.

Referências adicionais:

O que você achou dos benefícios do agave? Já tinha ouvido falar dos diferentes usos da planta? Já experimentou algum deles? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*