Alimentação para herpes: o que comer e o que evitar

Especialista da área:
atualizado em 15/12/2021

Se você tem herpes, deve saber o quanto é incômodo quando a ferida retorna, após algum tempo inativa. E são constantes esse vai e volta da ferida, que pode acontecer devido a vários fatores. Agora, será que existem alimentos que podemos comer ou evitar para prevenir o aparecimento ou resolver uma crise mais rapidamente? 

O herpes se desenvolve como resultado de uma infecção pelo vírus herpes simples, que fica adormecido por um período, até que é ativado por alguns gatilhos. Não há dúvidas de que gripes, flutuações hormonais e condições ambientais sejam gatilhos para o surgimento do herpes, mas e os alimentos?  

  Continua Depois da Publicidade  

Ainda não há muitos estudos que relacionam alimentação e herpes, mas há indícios de que comer alimentos ricos em lisina e evitar aqueles com arginina possam prevenir o aparecimento de herpes ou tornar a cicatrização da ferida mais rápida, diminuindo o tempo do ciclo. Além disso, ingerir alimentos que fortalecem o sistema imunológico parece ajudar a manter o vírus inativo.

Veja mais detalhes a respeito dos alimentos que podem ser ingeridos e aqueles que devem ser evitados para prevenir ou tratar o herpes. 

O que desencadeia o herpes?

Depois que se contrai o vírus do herpes, não há como se livrar dele. Ele fica dormente e volta a aparecer em situações de baixa imunidade, que são desencadeadas por alguns gatilhos, como: 

  • Exposição ao sol ou a ventos gelados
  • Resfriado ou outra doença relacionada ao sistema imunológico
  • Sistema imunológico debilitado 
  • Estresse, problemas emocionais e psicológicos 
  • Lábios secos e craquelados

O que comer para prevenir o aparecimento do herpes?

Nenhum alimento tem a capacidade de curar a infecção pelo vírus, mas alguns contêm substâncias que ajudam o sistema imunológico a prevenir ou a reduzir a duração de uma crise de herpes, caracterizada por feridas que aparecem ao redor dos lábios ou nos órgãos genitais.  

Alimentos com lisina

Um nutriente muito conhecido quando se fala em alimentação é a proteína, que é composta de pequenas unidades chamadas aminoácidos. Alguns, o nosso organismo é capaz de produzir, outros não, e estes precisam ser obtidos por meio da alimentação. Um desses aminoácidos é a lisina. 

  Continua Depois da Publicidade  

Estudos feitos em laboratório mostraram que a lisina pode prevenir uma crise de herpes, porque ela reduz a atividade de outro aminoácido, a arginina, que o vírus precisa para poder se multiplicar. 

A lisina está presente nos seguintes alimentos: 

  • Carnes: boi, frango e porco
  • Queijos: principalmente o parmesão 
  • Peixes: bacalhau e sardinha
  • Grãos: soja, ervilha, lentilha, feijão (exceto o preto)
  • Espirulina
  • Sementes de feno-grego

A lisina também pode ser encontrada na forma de suplemento, cuja dose recomendada varia de acordo com a situação. Se for para prevenção de uma crise, a dose recomendada é de 500 a 1500 mg ao dia e, para tratamento de uma crise com o vírus ativo, a dose ideal pode chegar a 3000 mg ao dia.

Numa consulta, o médico poderá indicar a dose mais adequada e, inclusive, indicar outros suplementos específicos para o seu caso.  

Lentilha
A lentilha é fonte de lisina / Imagem: Shutterstock

Alimentos bons para o funcionamento do sistema imune

Esses alimentos não são específicos para o herpes mas, ao influenciarem positivamente no funcionamento do sistema imunológico, contribuem para a prevenção de uma crise de herpes desencadeada por gatilhos relacionados ao sistema imune. 

Algumas sugestões dessa categoria são os alimentos ricos em: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Antioxidantes: limão, caju, acerola, frutas vermelhas, amora, açaí, chá verde, café, vinho tinto, soja, tofu, leite, brócolis, repolho, couve-de-bruxelas, couve, espinafre, alho, cebola, cebola-roxa, tomate, açafrão (cúrcuma), linhaça, azeite de oliva. 
  • Vitamina C: pimentão amarelo cru, goiaba vermelha, mamão, manga, kiwi, abacaxi, morango, salsa, batata-doce. Veja o quanto de vitamina C ingerir por dia, para aumentar a imunidade
  • Zinco: ostras cruas, sementes de abóbora, grão de bico, cogumelo, carne de boi, carne de cordeiro, peito de peru, carne de vitela.
  • Probióticos: iogurte, kefir, kombucha, chucrute, kimchi e missô. 

O que evitar na alimentação para prevenir o aparecimento do herpes?

Mulher com herpes
Imagem: Shutterstock

Os mesmos alimentos podem conter tanto a lisina, quanto a arginina, pois são estruturas básicas que compõem as proteínas. Então, deve-se evitar os alimentos que contenham grandes quantidades de arginina, pois ela estimula a replicação do vírus herpes simples, podendo aumentar a frequência de crises e tornar a cicatrização mais lenta:

  • Alguns grãos e cereais: aveia, granola, gérmen de trigo, amêndoas, castanhas, e amendoim.
  • Alimentos pró inflamatórios: pão branco, bolos, biscoitos, refrigerantes, salgadinhos, chocolates e frituras.
  • Frutas: laranja, coco e uva

A melhor forma de prevenir uma crise de herpes é cuidar da saúde para não ficar doente com muita frequência, evitar condições climáticas extremas e estresse físico e emocional.

Durante uma crise, restringir os alimentos ricos em arginina e aumentar a ingestão de lisina para 3000 mg ao dia ajudarão a resolver o problema mais rapidamente. 

Fontes e referências adicionais

Você tem herpes com muita frequência? Já conhecia os alimentos que ajudam e que atrapalham no tratamento do herpes? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário