Bellafill – O Que é, Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Cuidados

Conheça agora o que é Bellafill, para que serve esse procedimento, quais são os possíveis efeitos colaterais e cuidados a serem seguidos para evitá-los.

Procedimentos que prometem rejuvenescer a pele são algo que não é muito difícil de ser encontrado por aí. Entretanto, antes de nos submetermos a algum deles, precisamos conhecer muito bem o tratamento em questão e saber se ele não é apenas eficiente como também seguro.

Pensando nisso, vamos apresentar esses detalhes acerca do procedimento chamado Bellafill. Para quem aprecia os tratamentos para a pele, também vai ser de grande valia conhecer posteriormente o peeling ultrassônico e entender melhor o que é botox e para que serve.

O que é e para que serve Bellafill?

Bellafill apresenta-se como um preenchimento dérmico que estimula o crescimento em longo prazo do colágeno e promete ajudar a manter uma aparência jovial por até cinco anos.

Encontrado na derme, a camada intermediária da pele, o colágeno é a proteína mais abundante da pele, que constitui 75% do órgão. Conhecida como a fonte da juventude, ela evita as rugas e linhas finas de expressão.

Ao lado de outra proteína, chamada de elastina, o colágeno é necessário para a saúde da pele, oferecendo suporte e elasticidade. O problema é que fatores ambientais e o envelhecimento diminuem a habilidade do organismo de produzir colágeno e também podem decompor o colágeno existente.

Bellafill afirma cumprir sua promessa por conta das suas microesferas de polimetilmetacrilato (PMMA), que são suspensas dentro de uma base de colágeno em gel. Vale a pena, inclusive, entender se o preenchimento com PMMA é seguro.

A empresa responsável pelo procedimento garante que assim que é injetado, o colágeno em gel diminui a aparência das linhas finas de expressão.

Além disso, a fabricante alega que ao longo do tempo, o organismo usa as microesferas presente no Bellafill como uma espécie de andaime para contribuir com a produção natural de colágeno no corpo. Segundo a empresa, esse colágeno forme uma base que adiciona volume às rugas, diminuindo a sua aparência.

Bellafill também se apresenta como o único preenchimento de longo prazo que tem a aprovação da Food and Drug Administration (Administração de Medicamentos e Alimentos, tradução livre, FDA, sigla em inglês) para o tratamento das cicatrizes de acne.

A empresa responsável por Bellafill afirma que o procedimento trata as cicatrizes de acne ao adicionar volume a elas, levá-las até o nível da pele ao redor e mantê-las por lá em longo prazo.

Cuidados com Bellafill

Antes de se submeter ao procedimento de injetar Bellafill, é requerido para qualquer pessoa fazer um teste de pele, além de conceder o histórico médico completo ao dermatologista.

  Continua Depois da Publicidade  

Durante a consulta, será necessário que o paciente informe ao médico se foi submetido a algum tratamento de preenchimento dérmico nos últimos seis meses, se está fazendo terapia com luz ultravioleta (UV) ou se está seguindo um tratamento como imunossupressores – medicamentos geralmente indicados para os pacientes que passaram por um transplante de órgãos ou foram diagnosticados com artrite reumatoide, psoríase (doença de pele), doença inflamatória intestinal, câncer, entre outros.

Também é inteligente informar ao dermatologista a respeito de todos os outros remédios, suplementos, plantas e outros produtos naturais que esteja utilizando para verificar se o procedimento com Bellafill não exige interromper o uso dessas substâncias.

Portanto, antes de pensar em seguir esse tratamento é fundamental consultar um bom médico dermatologista para verificar se ele pode ser eficiente para o seu problema em particular e se ele não é contraindicado para você.

Embora seja considerado geralmente seguro, Bellafill possui contraindicações. Por exemplo, o procedimento não pode ser realizado em:

  • Pessoas com menos de 21 anos de idade;
  • Pacientes com histórico ou que sofrem com alergias severas;
  • Indivíduos com histórico de hipersensibilidade ou anafilaxia;
  • Pessoas que sofrem com alergia ao anestésico lidocaína;
  • Pacientes que sofrem com tendência à formação de cicatrizes espessas (cicatrizes hipertróficas) ou à formação excessiva de cicatrizes (cicatrizes queloides);
  • Indivíduos alérgicos ao colágeno bovino;
  • Pessoas em dessensibilização atual ou planejada aos produtos da carne;
  • Qualquer paciente que tenha alguma condição de saúde que provoca cicatrização irregular.

Bellafill também é contraindicado para o uso em procedimentos de aumento dos lábios e como injeção para a mucosa úmida dos lábios. Ele também não pode ser implantado nos vasos sanguíneos dérmicos, sob o risco de provocar oclusão vascular, infarto ou êmbolo (embolia).

Já a utilização do produto em regiões da pele com feridas, espinhas, erupções, urticária (lesão na pele com manchas ou placas vermelhas e coceira), cistos ou infecções deve ser adiada até que o problema em questão esteja completamente curado, uma vez que a aplicação de Bellafill nesses casos pode retardar a cura ou agravar a condição de pele.

Os efeitos colaterais de Bellafill

O procedimento pode sim provocar determinados efeitos colaterais. Essa lista inclui:

  • Inchaço, hematoma ou sangramento no local onde o produto foi injetado;
  • Vermelhidão na pele;
  • Coceira;
  • Dor;
  • Sensibilidade na pele, provavelmente na região onde a injeção de Bellafill foi aplicada;
  • Erupção cutânea;
  • Descoloração;
  • Protuberâncias;
  • Assimetria;
  • Erupção cutânea e coceira depois de 48 horas;
  • Inchaço e vermelhidão persistente;
  • Aumento de hematoma ou sangramento na área da injeção, nos casos em que o paciente fizer uso de medicamentos como aspirina ou anti-inflamatórios ou sofrer com um problema de saúde que afete o sangue;
  • Sentir o preenchimento abaixo da pele;
  • Infecção no local da aplicação da injeção – os sintomas podem incluir febre e dores musculares;
  • Hipocorreção ou hipercorreção das rugas;
  • Granulomas (raramente) – pequenos crescimentos arredondados vermelhos na pele, que pode sangrar.

A maioria das reações adversas associadas a Bellafill desaparece por conta própria dentro do período de uma semana. No entanto, ainda que seja raro, alguns pacientes relataram ter experimentado esses efeitos colaterais durante três meses.

Os pacientes que manifestarem quaisquer reações adversas que sejam graves ou tenham duração maior do que uma semana e que experimentarem sintomas de infecção deverão procurar rapidamente o auxílio médico.

Se você gostaria de saber mais sobre Bellafill porque deseja evitar as rugas desde cedo, algo que pode te auxiliar bastante é conhecer a dieta antirrugas, baseada em alimentos naturais que têm propriedades interessantes neste sentido.

Referências Adicionais:

Você já conhecia o Bellafill e tem vontade de experimentar? Conhece alguém que já fez uso e teve bons resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário