Benefícios do Piloxing – Como Fazer e Dicas

Especialista:
atualizado em 14/01/2020

Já pensou misturar Pilates e boxe em um treinamento? Pois saiba que alguém pensou nisso e criou o Piloxing, um treino que mistura luvas com pesos e movimentos do boxe para tonificar os braços com os exercícios de flexibilidade do Pilates, além de incorporar movimentos de dança, tudo isso dentro de um treino intervalado.

A pessoa que teve essa ideia foi a treinadora de celebridades e dançarina sueca Viveca Jensen, com o objetivo de criar uma maneira para as mulheres alcançarem uma autoimagem que fosse sexy e, ao mesmo tempo, poderosa.

  Continua Depois da Publicidade  

Os benefícios do Piloxing

Os benefícios prometidos pelo Piloxing incluem o condicionamento cardiovascular, por meio de um treinamento intervalado com foco no core; a tonificação e o esculpir dos músculos, sem adicionar volume, resultando em braços, coxas e uma barriga mais firmes; e a queima de gorduras por meio de uma atividade física divertida.

O site oficial do Piloxing também promete que a modalidade pode emagrecer, queimando até 1,2 mil calorias por hora, melhora a habilidade cardiovascular, fortalece e alonga os músculos e melhora o equilíbrio e a postura dos praticantes.

Em uma reportagem publicada, a professora de Piloxing em uma academia do Texas, nos Estados Unidos, Dana Lyro, afirmou que a modalidade pode melhorar a resistência cardiovascular e muscular, construir definição muscular e melhorar a coordenação e a agilidade entre outros benefícios.

A praticante de Piloxing, Sandi Goldner, disse que o seu equilíbrio melhorou desde que ela começou a praticar o treinamento. “Quanto mais você faz, melhor você fica”, completou Goldner.

A criadora da modalidade, Viveca Jensen, explicou resumidamente os benefícios do seu treinamento: “O Pilates trabalha o equilíbrio e a força e torna os músculos mais longos, magros e definidos. No boxe, que é parte mais intensa da aula, você também irá tonificar seus músculos, mas terá o trabalho cardiorrespiratório, assim como na dança”.

Entretanto, quanto ao gasto de calorias em uma atividade física como o Piloxing, vale lembrar que a quantidade queimada varia de pessoa para pessoa, dependendo de fatores como o metabolismo, a genética e o biotipo de cada praticante, o tempo gasto no treinamento e a intensidade empregada no exercício, por exemplo.

Portanto, não há como garantir que todo mundo vai gastar 1,2 mil calorias em uma hora de Piloxing, ainda que o valor possa servir como uma espécie de estimativa se você busca praticar para emagrecer.

Como fazer o Piloxing

O site oficial do Piloxing conta que o método possui instrutores da modalidade em mais de 85 países, o que inclui o Brasil.

  Continua Depois da Publicidade  

Em uma aula de Piloxing, os alunos ficam descalços para terem mais agilidade e trabalharem os músculos dos pés e dos tornozelos.

 A sessão conta com um aquecimento, que é seguido de uma série com movimentos de boxe, que são executados com luvas com 250 g de peso para potencializar o exercício e tonificar os braços, ao som de músicas animadas.

Após isso, chega a vez dos exercícios de Pilates, que são executados em pé, exigindo equilíbrio e concentração na aula, que também conta com movimentos de dança.

A aula é finalizada com exercícios abdominais, exercícios para os glúteos e alongamento.

Para você ter uma ideia de como o Piloxing pode funcionar, trazemos abaixo o passo a passo de dois exercícios da modalidade. Mas atenção, o ideal é que eles sejam praticados com a supervisão de um educador físico, que indicará a quantidade de séries e repetições indicadas para você.

1. Patinação em linha com socos

O exercício trabalha as coxas, os braços, os abdominais e o traseiro. Depois de fazer as repetições de um lado, é necessário trocar de lado e executar o exercício novamente, fluindo graciosamente entre as séries.

A patinação em linha com socos é feita da seguinte maneira:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Posicionar-se com os pés separados em uma distância equivalente à largura dos quadris;
  • Levar levemente o peso do corpo para a perna direita;
  • Formar socos com as duas mãos e segurá-los abaixo do queixo, próximo ao peito;
  • Dar um passo largo para trás e para o lado com a perna esquerda, cruzando atrás da perna direita conforme dobra o joelho direito;
  • Fazer um movimento de soco com o braço esquerdo, endireitando o cotovelo;
  • Retornar ao posicionamento inicial.

2. Prancha do Piloxing

O exercício mexe com os abdominais, as costas e os braços. Caso necessário, pode-se fazer um intervalo de 30 segundos para descanso entre as séries.

O exercício funciona assim:

  • Começar na posição da flexão elevada (raised push-up), alongando as pernas atrás de você, com os dedos dos pés tocando no chão;
  • No lugar de segurar o posicionamento da flexão com as mãos, abaixar-se nos antebraços, de modo que eles fiquem estáveis no chão;
  • Manter a parte superior do corpo imóvel, levar os joelhos ao chão e, então, endireitar as pernas novamente.

Cuidados com o Piloxing

Gostou do piloxing? Antes de começar a praticar a modalidade, procure um médico e faça uma consulta de check-up para ter certeza de que está realmente apto a praticar o treinamento, especialmente se já tiver algum problema físico ou se for sedentário. Isso é essencial para evitar que você se lesione gravemente por praticar algo que o seu corpo não estava preparado para fazer.

Também é fundamental contar com o apoio de um educador físico qualificado para ensinar o piloxing durante os treinos. Assim você garante a eficiência do treino, tendo alguém para te explicar corretamente a técnica dos exercícios, o que também é importante para evitar lesões.

Já se você resolver treinar o Piloxing sozinho e por meio de vídeos, tenha o cuidado de prestar bem atenção às instruções, além de pausar e repetir muitas vezes para ter certeza que entendeu como o movimento deve ser feito.

Você já tinha ouvido falar do Piloxing? Pretende aprender como fazer, procurar uma aula e aproveitar os benefícios da prática? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário