Carnosina: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Especialista:
atualizado em 05/11/2019

A Carnosina nada mais é do que um componente do corpo que tem como uma de suas principais funções a sua ação antioxidante. A seguir, você conhecerá os benefícios da Carnosina, sua ação na cicatrização de feridas e na neuropatia diabética, além dos efeitos positivos no autismo infantil, na catarata e no alzheimer dos idosos. Também conhecerá seus efeitos colaterais, precauções e onde encontrar.

A Carnosina é formada a partir da combinação entre dois aminoácidos: alanina e histidina. Ela está em grandes quantidades nos músculos esqueléticos, no cristalino dos olhos, no cérebro e no sistema nervoso.

Uma das principais funções da substância está na sua ação antioxidante, auxiliando no combate aos danos que os radicais livres podem causar às células do organismo humano. Além disso, a Carnosina também ajuda no anti-envelhecimento. Ela ainda atua no desenvolvimento dos músculos, no coração, no fígado, nos rins e no cérebro.

Uma forma natural e deliciosa de ajudar o corpo a combater os danos dos radicais livres é fazer uma dieta baseada em antioxidantes. Alimentos como aveia, azeite de oliva, chá de cavalinha, chá de dente-de-leão, chá de centelha asiática, limão, laranja, goiaba, morango,  e uvas em geral são apenas alguns dos exemplos de alimentos para uma dieta antioxidante. Além disso, sucos também podem ser utilizados no seu dia a dia para ajudar na sua alimentação. Por isso, não deixe de conferir 8 ideias para um suco antioxidante.

É possível encontrar a Carnosina na forma de suplemento alimentar ou em alimentos naturais, podendo ser usada para diversas finalidades.

Benefícios

Para as pessoas idosas, uma das funções da Carnosina é proporcionar a melhora na função muscular. Além disso, a alanina, que faz parte da composição da substância, pode ajudar a melhorar os níveis físicos e a capacidade muscular dos mais velhos.

Cada aminoácido tem sua propriedade particular e os benefícios dessas substâncias abrangem todo o corpo. Crescimento e criação de tecidos para o corpo, prevenção de doenças cardiovasculares, síntese de neurotransmissores e o controle da tireóide são apenas alguns benefícios da ingestão dos aminoácidos, mas é primordial que você saiba qual a diferença entre os aminoácidos essenciais e não essenciais

Cicatrização de feridas

Outro possível benefício da substância apontado por recentes pesquisas refere-se à cicatrização de feridas. A questão foi considerada por conta de uma pesquisa de P.R. Roberts da Universidade Wake Forest, nos Estados Unidos. O estudo apontou que ratos que tiveram a Carnosina incluídas em suas dietas pós-cirúrgicas obtiveram melhoria no processo de cicatrização. Entretanto, os mesmo benefícios para seres humanos ainda não puderam ser comprovados.

Envelhecer precocemente não apresenta nenhum sintoma. Você é pego de surpresa quando algo como um infarto, câncer ou um ataque cardíaco acontece. Na maioria das vezes, o corpo dá pequenos sinais em forma de dor. Fique atento pois pode ser que ele esteja te avisando de alguma inflamação ou falta de nutrientes. Não deixe de conferir as 11 principais causas do envelhecimento precoce para se prevenir.

Neuropatia Diabética

A neuropatia diabética é uma condição causada por altas taxas de níveis de açúcar no sangue, que por sua vez, acontecem por conta da diabetes. Essa condição também é responsável pelo aparecimento de doenças renais. Para evitar tais problemas, uma solução pode ser o consumo de suplementos ou alimentos que contenham a Carnosina.

Isso porque a ingestão da substância pode inibir o crescimento de proteínas que causam a neuropatia diabética, como é o caso da fibronectina. Essa função da Carnosina foi apontada por meio de um estudo publicado na edição de agosto de 2005 do Journal of Diabets (Jornal da Diabetes, tradução livre).

Autismo

Um dos importantes benefícios da Carnosina refere-se aos efeitos do autismo em crianças. Isso foi comprovado a partir de um estudo realizado pelo Autism and Epilepsy Speciality Services of Illinois (Serviços de Especialidades de Autismo e Epilepsia de Illinois, tradução livre) com 31 crianças. Enquanto um grupo delas recebia um suplemento feito à base da substância, outro recebia placebo durante oito semanas.

A pesquisa conduzida pelo Dr. Michael Chez identificou que aquelas que ingeriram o suplemento de Carnosina durante o período tiveram melhora em diversos testes que mediam o comportamento de indivíduos portadores de autismo. Já as crianças que receberam o placebo não apresentaram ganhos.

O estudo foi publicado em novembro de 2002 no Journal of Child Neurology (Jornal da Neurologia Infantil, tradução livre) e a conclusão a que o Dr. Michael Chez chegou foi que a substância pode melhorar a função neurológica.

Catarata

Outro estudo, dessa vez publicado em maio do ano de 2009 e de autoria do italiano Francesco Attanasio, constatou que níveis baixos de Carnosina no cristalino dos olhos podem contribuir para a formação de catarata.

Além disso, uma pesquisa encabeçada pelo PHD Mark Babizhayed, do Innovative Vision Products, (Produtos Inovadores para Olhos, tradução livre), testou o uso da substância em forma de gotas em um grupo de 49 pessoas com catarata senil. O resultado foi uma melhora na visão desses pacientes.

Como o teste não foi feito com um maior número de pessoas, ainda não é possível estabelecer com plena certeza a eficácia da L-Carnosina para o tratamento dessa doença.

Mal de Alzheimer

Por conta das propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias da substância, acredita-se que ela pode ajudar a prevenir doenças relacionadas ao avanço da idade, como é o caso do Mal de Alzheimer, por exemplo.

Outro indício de que a Carnosina pode contribuir com o tratamento da doença é o fato de que ela atua como um inibidor dos chamados produtos de glicação avançada, que contribuem com a ocorrência do Mal de Alzheimer.

Efeitos colaterais e precauções

Devido ao fato de que ainda não há informações suficientes disponíveis quanto aos efeitos colaterais, à segurança e aos possíveis prejuízos causados por interações com medicamentos e outras substâncias causados pela Carnosina, é recomendado consultar o médico quanto ao uso da substância.

Justamente por conta dessa falta de informações é que se aconselha que mulheres grávidas e que ainda estejam amamentando o seu bebê não utilizem suplementos da substância.

Além disso, tendo em vista que a L-Carnosina pode diminuir a pressão arterial, entende-se que o consumo da substância pode ser prejudicial para as pessoas que já sofrem com problemas relacionados à pressão baixa.

Onde encontrar e como tomar

Como os níveis de Carnosina tendem a diminuir de acordo com o tempo, para combater o envelhecimento, a saída pode ser repor essas taxas através da ingestão de alimentos que contenham a substância ou do uso de suplementos.

A substância pode ser encontrada em aves, que contêm cerca de 2.000 mg da Carnosina em cada 0,5 kg aproximadamente. Outros alimentos de base animal também a oferecem ao organismo. A carne bovina possui em torno 1.500 mg em aproximadamente 0,5 kg, enquanto a carne de porco tem cerca de 2.000 mg na mesma proporção. Também é possível encontrar a Carnosina presente no peixe.

Em forma de suplemento alimentar, encontramos a Carnosina vendida em cápsulas, cujo preço de uma embalagem com 90 unidades pode ultrapassar R$ 160.

A dosagem diária ideal da substância é definida a partir de diversos fatores específicos de cada indivíduo como idade e estado da saúde. Como nem todos os suplementos naturais são necessariamente saudáveis e tendo em vista que não conhecemos tanto sobre a Carnosina e que a dosagem de qualquer composto é importante para a reação que ele causará no organismo, é essencial não deixar de consultar o médico antes de usar o produto e de seguir corretamente as instruções da embalagem.

Você já experimentou a suplementação de Carnosina? Conhece alguém que tenha tomado e usufruido de seus benefícios? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (57 votos, média: 3,77 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

4 comentários em “Carnosina: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar”

    • entao a L Carnosina pelo fato de nao deixar ocorrer a glicaçao vc usa-la quando vc for a uma festa esporadicamente tomar 500mg 30 a 50 minutos antes de ingerir alimentos industralizados com alto indice caloricos e bebidas tb!!!
      achei legal passar isto pra vcs!!sou medico e Nutrologo do esporte!!!e trabalho com antienvelhecimento!!!abs

      • Olá Luiz, li que a carnosina e bom p tratar diabetes tipo II, será verdade? Como tomar p esse caso específico!! Grata