Frutos do mar

Comer Mais Peixes Pode Ajudar Casais a Ter Filhos, Diz Estudo

Os casais podem ter mais facilidade em ter filhos se tanto o homem quanto a mulher comerem frutos do mar com mais frequência, sugere um novo estudo.

No estudo, os pesquisadores descobriram que os casais que incluíam mais frutos do mar em suas dietas faziam sexo com mais frequência e tendiam a engravidar mais rápido do que os casais que comiam menos frutos do mar.

No entanto, o estudo observou apenas uma associação entre a ingestão de frutos do mar, atividade sexual e fertilidade; não provou causa e efeito.

Além disso, os casais não precisam comer uma quantidade muito grande de alimentos como camarão, atum e salmão, entre outros, para ver aumentarem suas chances de engravidar. Casais em que ambos os parceiros consumiam duas ou mais porções de frutos do mar por semana enquanto tentavam engravidar levavam menos tempo para engravidar e faziam sexo com mais frequência do que casais que comiam menos frutos do mar, de acordo com o estudo, publicado em 23 de maio no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

Os resultados ressaltam a importância da dieta da mulher e do homem no tempo que levam para engravidar, e sugerem que ambos os parceiros devem incorporar mais frutos do mar em suas dietas para benefícios na fertilidade, diz a autora líder Audrey Gaskins, pesquisadora de nutrição da Harvard TC Chan School of Public Health, em Boston, em um comunicado.

Não existiam muitas pesquisas sobre as possíveis ligações entre frutos do mar e fertilidade, mas os poucos estudos que investigaram essa relação podem ter focado nos potenciais danos de frutos do mar na fertilidade, como a exposição ao mercúrio e outros produtos químicos ambientais que poderiam ter consequências reprodutivas, de acordo com os autores do novo estudo. Essas preocupações podem ter levado algumas mulheres a evitar comer peixe quando tentavam engravidar, acrescentaram os pesquisadores.

Frutos do Mar e Fertilidade

No estudo, os pesquisadores analisaram dados coletados de cerca de 500 casais no Texas e Michigan que estavam tentando ter um bebê e não estavam sendo tratados por infertilidade. No início do estudo, os pesquisadores entrevistaram cada parceiro separadamente, perguntando com que frequência ele havia consumido frutos do mar nos últimos 12 meses. Os participantes também mantiveram registros diários de sua ingestão de alimentos em vários pontos durante o estudo de um ano.

Depois de um ano, 92% dos casais em que ambos os parceiros consumiram mais de duas porções de frutos do mar por semana ficaram grávidos, em comparação com 79% dos casais em que ambos os parceiros consumiram duas ou menos porções por semana.

Embora os ostras tenham uma reputação de afrodisíaco, não fica claro por que os frutos do mar podem influenciar a atividade sexual de um casal e as chances de engravidar. Pode ser que os ácidos graxos ômega-3 encontrados em alguns peixes, como salmão e sardinha, possam ter efeitos benéficos sobre a qualidade do sêmen em homens, bem como na qualidade da ovulação e do embrião em mulheres, sugeriram os pesquisadores.

Ainda assim, é difícil saber, a partir dessas descobertas, se os benefícios observados resultaram da ingestão de mais frutos do mar ou da redução da ingestão de outros alimentos gordurosos e de uma dieta melhor, disse Frederick Licciardi, especialista em fertilidade da NYU Langone Health, em Nova York.

Embora o peixe seja uma parte muito importante de uma dieta saudável, é muito cedo para dizer que os casais que comem mais frutos do mar verão mudanças em seus resultados de fertilidade, disse ele.

Um grande porém do estudo é que ele não levou em conta a história de fertilidade de homens e mulheres, disse Licciardi à Live Science. Por exemplo, as mulheres no estudo que consumiram mais frutos do mar e engravidaram mais rapidamente tendiam a ser um pouco mais velhas, em média, do que as mulheres que comiam menos peixe.

As mulheres mais velhas podem ter mais chances de ter outros filhos, o que sugere que elas têm um histórico comprovado de fertilidade, observou Licciardi. Isso poderia explicar por que esses casais levaram menos tempo para engravidar.

Você está tentando engravidar no momento? Acredita que pode consumir mais peixes em sua dieta para ajudar na fertilidade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*