Aplicação de enzimas para gordura localizada – Como funciona

Especialista:
atualizado em 02/11/2020

Manter a disciplina e a dedicação com dietas e exercícios físicos é a melhor forma para conquistar e manter a boa forma, mas há momentos em que desejamos dar um gás extra na eliminação da gordura localizada, e é exatamente aqui que entra a aplicação de enzimas.

Mas submeter-se a procedimentos estéticos não é algo que deva ser feito de forma impensada, e requer atenção e análise das possíveis reações positivas e negativas. Por isso é importante conhecer cada técnica.

  Continua Depois da Publicidade  

Neste texto, vamos conhecer a fundo a aplicação de enzimas e sua contribuição para a perda de peso.

O que é a aplicação de enzimas para gordura localizada?

aplicação de enzimas para gordura localizada

A aplicação de enzimas é uma forma de concentrar os efeitos de substâncias que irão ajudar na queima de gordura na região onde há o maior acúmulo dela. Por isso a técnica mostra resultados tão eficazes na redução da gordura localizada.

Esse procedimento, que também é conhecido como mesoterapia, consiste na aplicação de enzimas que levarão a quebra dos estoques de gordura. Elas são aplicadas através de injeções com agulhas bem finas, e raramente causam dor.

Como funciona?

Antes de tudo é necessário iniciar o processo com uma análise médica, para que assim sejam definidas as necessidades e objetivos pessoais.

Durante a consulta são realizados testes com combinações de enzimas, as quais possuem o prazo de 2 a 7 dias para provarem eficácia sobre o metabolismo.

Somente após o resultado desses testes é que as substâncias utilizadas serão escolhidas e o procedimento pode então ser iniciado.

Como é feita a aplicação de enzimas?

  • Limpeza: Inicialmente é feita a limpeza do local onde será realizada a aplicação, usando álcool 70%
  • Aplicação: A aplicação é feita pela via subcutânea, ou seja, logo abaixo da pele, diretamente na região onde deseja eliminar a gordura localizada.
  • Formulação: As combinações de enzimas podem variar de acordo com os estabelecimentos, assim como os resultados, levando em conta as características pessoais, como idade, dieta, exercícios físicos. Mas costuma-se notar diferenças a partir da primeira semana após o início das sessões.

Leves ardores são comuns durante a aplicação, e profissionais indicam que mulheres evitem se submeter ao procedimento em dias de menstruação, pois as mudanças hormonais aumentam a sensibilidade a dor.

Principais substâncias

A escolha das enzimas depende das necessidades de cada um, e o profissional especializado que realizará o procedimento faz a escolha, de acordo com as preferências do cliente e com os resultados dos testes realizados anteriormente.

  Continua Depois da Publicidade  

A fosfatidilcolina foi uma das primeiras substâncias utilizadas em procedimentos desse tipo, também conhecida comercialmente como Lipostabil.

Entretanto, devido à falta de pesquisas sobre as indicações e efeitos adversos à longo prazo, as autorizadas brasileiras proibiram a sua venda no país.

Dentre as substâncias, as mais comuns temos:

  • Hialuronidase;
  • Estreptoquinase;
  • Xantina;
  • Cafeína;
  • Tiratricol;
  • Compostos contendo silício;
  • Chá verde.

Existem estudos que mostram que essas substâncias possibilitam induzem a dilatação dos vasos sanguíneos, e assim ativam a circulação e contribuem para o funcionamento metabólico, favorecendo a ação de colágeno, a queima de gordura e ainda regulando o metabolismo celular.

Prós e contras da aplicação de enzimas

Dentre os pontos positivos da aplicação de enzimas, o maior destaque é que ela pode oferecer resultados rápidos.

Mas existe também a possibilidade de efeitos negativos, como em qualquer procedimento estético, como:

  • Reações alérgicas;
  • Irritação local;
  • Infecções, quando a limpeza do local da aplicação não é feita de forma correta.

Por isso o conhecimento das substâncias aplicadas é fundamental.

Resultados e sessões

Não há um padrão de tempo para você começar notar os resultados do tratamento. Mas, em geral, após 7 dias do seu início é possível começar a ver alguns resultados, e a partir da quinta sessão já dá para notar diferenças mais significativas.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, clínicas e estabelecimentos especializados nesse procedimento recomendam pacotes que englobam números de sessões mínimas para você obter os efeitos desejados.

Em geral o recomendado é que sejam feitas de 10 a 15 sessões, no mínimo, e com intervalos regulares entre elas. O profissional responsável irá decidir junto da pessoa, qual é a frequência ideal.

Lembrando sempre que qualquer procedimento deve ser feito por profissional habilitado, pois ele oferece riscos, e exige certos cuidados.

Cuidados pré e pós-procedimento

Um dos principais pontos positivos da aplicação de enzimas é que geralmente não há muitas restrições no período pré e pós-procedimento. Mas ainda assim alguns cuidados são necessários:

  • Evitar expor a região ao sol;
  • Não consumir frutos do mar e alimentos derivados de porco nos dias anterior e seguinte ao procedimento, pois são alimentos que podem induzir a inflamação local.

Efeitos colaterais

Após o procedimento podem surgir inchaços e algumas manchas roxas, mas que desaparecem em pouco tempo.

Mas dermatologistas recomendam que não haja exposição da região ao sol, pois ele pode contribuir para que as manchas fiquem mais evidentes.

Contraindicações

As contraindicações ao procedimento são poucas:

  • Mulheres em fase de amamentação;
  • Gestantes;
  • Crianças obesas;
  • Pessoas com alergia aos componentes da formulação.

Hábitos saudáveis

A aplicação de enzimas não irá eliminar toda a gordura localizada milagrosamente. Ela é apenas uma aliada que contribuirá para a redução de medidas.

Então, é recomendável a adoção de hábitos saudáveis, com a inclusão de alimentos naturais e ricos em nutrientes na sua dieta.

Os exercícios físicos não devem ser deixados de lado, pois eles irão auxiliar no funcionamento metabólico, e potencializar a queima de gorduras.

Onde fazer?

Você pode buscar pela aplicação de enzimas em clínicas de estética. Mas é importante fazer uma avaliação criteriosa sobre o local, a capacitação e o suporte oferecido para o procedimento. Questione também sobre as substâncias e agulhas utilizadas.

Você já experimentou fazer a aplicação de enzimas para gordura localizada? Se não, tem vontade de passar pelo procedimento e ver os resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1.458 votos, média: 3,82 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

3 comentários em “Aplicação de enzimas para gordura localizada – Como funciona”