Especialista da Área:

Como Plantar Abóbora em Casa – Passo a Passo e Cuidados

Aprenda como plantar abóbora em casa com o passo a passo desde o plantio e cultivo à colheita, além de dicas e cuidados para os melhores resultados.

A abóbora serve como um excelente alimento para integrar a dieta de quem busca ter uma alimentação saudável. Existem inúmeros benefícios da abóbora para a saúde e boa forma por conta de seus nutrientes como as vitaminas do complexo B, fibras, potássio, cobre, manganês, ferro, vitamina A, vitamina B2, vitamina C e vitamina E, além de dosagens pequenas de magnésio, fósforo e zinco.

Se todos esses nutrientes não forem suficientes te convencer que pode ser ótimo aprender como plantar abóbora em casa, saiba que o cultivo caseiro do vegetal permite ter acesso a um alimento saudável diretamente do conforto do seu lar.

Isso sem contar que plantar pode se tornar um passatempo divertido para quem tem mais tempo livre. Cultivar a abóbora em casa também é uma forma de garantir que você sirva nas suas refeições um alimento orgânico completamente livre de agrotóxicos.

Mas qual o problema com os agrotóxicos?

De acordo com o portal do Ministério da Saúde, o uso contínuo, indiscriminado e inadequado dessas substâncias é considerado um relevante problema ambiental e de saúde pública.

Ainda segundo o site, “os efeitos à saúde humana, decorrentes da exposição direta ou indireta aos agrotóxicos podem variar de acordo (com) a toxicidade, tipo de princípio ativo, dose, tempo de exposição e via de exposição”.

Crianças, gestantes, mulheres que amamentam, idosos e pessoas com a saúde debilitada são considerados os grupos mais susceptíveis aos efeitos dessas substâncias, completou o portal.

Como se não bastasse, estudos realizados pelo aluno de doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Ensp/Fiocruz), Cleber Cremonese, indicaram que parte dos agrotóxicos pode desregular o sistema endócrino, alterando os níveis de hormônios sexuais e provocando efeitos prejudiciais, especialmente para o sistema reprodutor.

Essas reações podem incluir câncer de mama, câncer de ovário, câncer de testículo, câncer de próstata, desregulação do ciclo menstrual, infertilidade, baixa na qualidade do sêmen e malformação de órgãos reprodutivos.

Em suas pesquisas, Cremonese avaliou moradores de Farroupilha (RS) – em um primeiro estudo, ele trabalhou com homens e mulheres adultos, trabalhadores rurais e seus familiares, que tinham entre 18 a 69 anos; no segundo ele analisou jovens das zonas rurais e urbanas com idade entre 18 a 23 anos.

Para chegar aos resultados apontados, o doutorando coletou amostras de sangue e sêmen e aplicou questionários.

Ele concluiu que seus estudos sugerem que as exposições crônicas aos agrotóxicos interferem na regulação dos hormônios sexuais nos adultos e na qualidade do sêmen dos jovens nas regiões onde o estudo foi conduzido.

  Continua Depois da Publicidade  

Cleber afirmou ainda que o uso dos agrotóxicos já foi associado a outros problemas de saúde como doenças neurodegenerativas como Parkinson, distúrbios cognitivos, transtornos psiquiátricos, alterações respiratórias e imunológicas, problemas no fígado e nos rins e complicações na gestação como aborto, malformações congênitas e baixo peso ao nascer.

Por tudo isso, é importante conhecer os alimentos com mais agrotóxicos no Brasil e saber quais são as doenças causadas por agrotóxicos nos alimentos.

E então, como plantar abóbora em casa?

É justamente isso o que vamos conferir no passo a passo a seguir, que ensina como plantar abóbora em vaso. Dê uma olhada:

  1. Existem duas alternativas: comprar a semente de abóbora, o que é mais fácil, ou retirar as sementes de uma abóbora já crescida. Se optar pela segunda opção, é importante ter o cuidado de remover as sementes apenas quando o vegetal estiver com a rama seca. Além disso, depois que retirá-las, será necessário colocar para secar na sombra ao longo de cinco a 10 dias. Se as sementes forem retiradas da abóbora e imediatamente plantadas, o cultivo não dará resultados;
  2. O vaso utilizado para plantar a abóbora deve possuir buracos no fundo e contar com 15 litros de capacidade para que não seja necessário fazer a muda do vegetal em torno de 30 dias a 45 dias depois do plantio das sementes;
  3. Uma vez com o vaso em mãos, é hora de arrumar a drenagem: a indicação é fazer uma camada de aproximadamente 3 cm com argila expandida ou pedrisco. Após, deve ser colocada uma camada de areia por acima, também com cerca de 3 cm;
  4. Então, chega a hora de adicionar a terra vegetal, de modo que praticamente complete o restante do vaso;
  5. O passo seguinte é fazer um buraco bem no meio da terra e colocar duas sementes, uma ao lado da outra. Caso as sementes tenham sido retiradas da abóbora – e não compradas soltas -, a orientação é fazer dois buracos, um ao lado do outro, e colocar uma semente em cada um deles. Depois basta cobrir com o buraco ou os buracos com mais um pouquinho de terra e regar;
  6. É esperado que a colheita da abóbora já completamente desenvolvida possa ocorrer entre 90 a 140 dias depois do seu plantio. Entretanto, é importante saber que o vegetal deve ser colhido somente quando o seu talo estiver seco e amarelado, já que a retirada da abóbora com o talo ainda verde não permitirá a formação de uma abóbora maior e mais saudável. Orienta-se ainda a colher o vegetal apenas quando ele estiver comprido, já que as abóboras de talo curto costumam estragar mais rapidamente.

Outras dicas e dados a respeito de como plantar abóbora em casa

  1. Recomenda-se que o cultivo ocorra em uma área de sol pleno;
  2. A abóbora se dá bem em localidades com temperaturas mais elevadas, entre 20º C a 28º C. Ela é sensível a geadas e a sua floração, frutificação e desenvolvimento dos frutos são prejudicados pelo frio;
  3. O solo considerado ideal para o plantio da abóbora apresenta um pH entre 6 e 6,5. Fora isso, acredita-se que o vegetal se desenvolva bem em todo tipo de solo, com exceção dos encharcados, embora exista a indicação de plantar a abóbora em terrenos arenosos. profundos e que contem com uma boa drenagem;
  4. Outra orientação é fazer a irrigação da planta uma vez por semana, sempre no período da manhã – uma rega noturna a deixará suscetível ao míldio, uma doença causada por fungo. A água deve ser jogada diretamente na terra, de modo que atinja a área em que se encontram as raízes da abóbora e não as suas folhas;
  5. Se o solo for arenoso, aconselha-se a regar com maior frequência. Entretanto, a irrigação deve ser pulada nos casos em que o solo já estiver úmido por conta da chuva ou de regas anteriores.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia como plantar abóbora em casa? Pretende começar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário