Conheça os Tipos de Yoga e Seus Benefícios

Especialista:
atualizado em 16/01/2020

Yoga é uma antiga disciplina, surgida há mais de seis mil anos na Índia, projetada para trazer equilíbrio e saúde para o desenvolvimento físico, mental, emocional e espiritual do indivíduo. O significado desta palavra já representa a relevância de todos estes aspectos estarem em harmonia. Ela vem da raiz sânscrita yuj, e significa união. Yoga é muitas vezes descrita metaforicamente como uma árvore composta por oito aspectos, ou membros:

  1. yama (ética universal);
  2. niyama (ética individual);
  3. asana (posturas físicas);
  4. pranayama (controle da respiração);
  5. pratyahara (Controle dos sentidos);
  6. dharana (concentração);
  7. dyana (Meditação);
  8. samadhi (bem-aventurança).

Está é uma prática hindu popular e tem se tornado cada vez mais comum na sociedade ocidental. Atualmente, o ritmo frenético que o ser humano tem adotado tem gerado muitos problemas físicos e psicológicos. Não apenas nos adultos, como também em crianças. E é nesse sentido que a prática dos diversos tipos de yoga se faz importante e tem se alastrado por contemplar o equilibrio físico e mental. Entre seus benefícios estão:

  • o equilíbrio entre o corpo, a mente e a parte espiritual;
  • incentiva a autonomia para o praticante, visto que as práticas defendem que você é responsável pelos seus atos, e que, portanto, a sua felicidade só depende de você;
  • aumento da concentração nas atividades visto sua ampla atuação;
  • maior equilíbrio emocional;
  • aumento da força muscular e da flexibilidade;
  • melhora do sistema imunológico;
  • redução do estresse e da ansiedade.

Há muitos tipos de yoga e todos eles beneficiam uma categoria diferente de pessoas. Quando você diz que deseja fazer yoga, esteja ciente de a qual tipo você está se referindo. Somente assim você será capaz de descobrir os benefícios direito de todos os tipos de yoga existentes e optar por aquele que atenda às suas necessidades. Assim, para tirar proveito dos benefícios desta tradição hindu milenar, siga o passo a passo abaixo:

Passo 1: Encontre o estilo certo

Estúdios, ginásios e centros recreativos oferecem cerca de 800 tipos de yoga para escolher, diz Crews Leigh, porta-voz do Conselho Americano do Exercício. O tipo de yoga que é melhor para você vai depender de quais são seus objetivos de saúde. As principais são:

1. Hatha

Recomendação: Iniciantes

As poses são simples, e o ritmo é lento. Mas não é apenas sobre o corpo, pois seu professor também vai encorajá-lo a se concentrar na respiração, relaxamento e meditação (que pode envolver um canto). Um estudo na revista Psychosomatic Medicine descobriu que as mulheres que praticam Hatha yoga uma vez ou duas vezes por semana combatem o estresse mais rápido do que aqueles que não o fazem.

2. Ashtanga e Power Yoga

Recomendação: Perda de peso

Estes dois estilos combinam os benefícios regulares de yoga com uma sessão de cardio “assassina”. Ambos se concentram em mudar uma pose para a próxima sem descanso para uma queima de calorias relevante (cerca de 500 por hora). “A prática serve para gerar calor em seu corpo”, diz Mandy Ingber, o instrutor de yoga atrás do corpo sem idade da atriz Jennifer Aniston.

Em Ashtanga, o mais tradicional dos dois, você vai começar a cantar, em seguida, seguir uma sequência de poses (“asanas”) que nunca muda. Em uma aula de Power Yoga, as poses variam cada vez mais e geralmente não há nenhum aspecto espiritual.

3. Yin Yoga

Recomendação: Relaxamento

Nomeado mediante a metade calma do yin-yang, este estilo exige que você se mova lentamente em poses (a maioria delas sentada ou deitada). Em seguida, fique lá por até cinco minutos para permitir um trecho mais longo para apenas se permitir “ser”.

Yin yoga é particularmente bom para ativar a parte do seu sistema nervoso que ajuda você a se recuperar da dor e do estresse, diz Sara Gottfried, médica na Califórnia, e autora do livro “The Cure Hormone”. Espere música e muita atenção na respiração meditativa, bem como os centros de energia espiritual, conhecidos como chakras, constituem todos os elementos que contribuem para a serenidade da prática.

4. Iyengar

Recomendação: pessoas propensas a lesões

Como em muitos tipos de yoga, as poses que você vai fazer em uma aula de Iyengar são tradicionais. A diferença está em como essas poses são feitas. Professores de Iyengar são treinados em biomecânica, para que eles compreendam que posições são mais susceptíveis em causar lesões. E os praticantes vão aprimorar sua forma com as orientações dos orientadores, que irão mostrar-lhes como usar adereços para tornar essas lesões menos intensas. Além disso, uma pausa entre poses permite aperfeiçoar sua posição.

Iyengar pode até mesmo ajudá-lo a recuperar de uma lesão. Um estudo na revista “Archives of Internal Medicine” descobriu que um estilo semelhante de yoga, Viniyoga, promoveu maravilhas sobre a dor lombar crônica em apenas 12 semanas.

Estes são os tipos de yoga mais tradicionais, aqueles que existem há um bom tempo. Naturalmente, estes são apenas os principais ramos. Existem muitos outros tipos de yoga que as pessoas podem praticar, desenvolvidos por novos professores e por influências ocidentais, bem como Iyengar Yoga, Bikram Yoga, Power Yoga etc. Mas todos estes novos tipos têm sido influenciadas pelos tipos tradicionais de yoga.

Passo 2: Encontre a classe certa 

A verdade é que você pode encontrar um grande instrutor e uma ótima classe no porão de uma igreja, e uma questionável em um estúdio de yoga renomado. Basta ter em mente que esta regra é de ouro: o professor deve ser devidamente treinado, com pelo menos uma certificação de 200 horas em uma instituição de formação profissional.

Se optar por uma academia, a atmosfera é menos serena do que um estúdio especializado. Em muitos casos, os benefícios da yoga pura muitas vezes se perdem, visto a quantidade de classes e os adereços acoplados à aulas.

Em relação ao horário, as aulas pela manhã tendem a ser menores (de 10 a 20 pessoas), e as classes pós-trabalho podem ser mais cheias. Neste caso, pode haver ajuda adicional de instrutores que estão sendo orientados pelo professor principal.

No fim das contas, o que importa é que você esteja confortável na classe. Se optar por um estilo e não se adequar, tente um diferente, ou outro professor, ou ambos. E uma vez que você encontrar a combinação perfeita, fique com ela e seja regular para obter todos os benefícios da melhor maneira.

Quais são os tipos de yoga que você já conhecia e já viu serem praticados em sua região? Você já experimentou algum? Qual tem vontade de praticar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário