A Dieta do Cetônico – Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 17/04/2020

Poucos sabem, mas além de perder peso, a dieta do cetônico pode causar muitos impactos positivos para a saúde. Durante os períodos de jejum, o fígado produz algumas substâncias chamadas de corpos cetônicos. Em um organismo saudável, estes compostos são utilizados para fornecer a energia necessária para às células funcionarem adequadamente. Ela consiste em aumentar a quantidade de cetose no seu corpo. Isto é, aumenta a criação de energia através da queima de gordura.

Dizem que o maior vilão das dietas de perda de peso é o carboidrato. É baseada nessa fama que a dieta do cetônico tem sido adotada por diversas pessoas. Essa dieta pode proporcionar redução de medidas em pouco tempo, ideal para aquelas emergências que você sempre precisa.

A dieta cetogênica existe desde a década de 1920, quando foi desenvolvida nos Estados Unidos para ser empregada no tratamento da epilepsia refratária em crianças, ou seja, os casos de difícil tratamento. Entretanto, caiu em desuso com o advento de novas drogas anticonvulsivantes nos anos de 1940. Descubra como a dieta cetogênica funciona e suas dicas.

Os nutrientes que podem ser ingeridos para quem faz essa dieta é a gordura saudável, as proteínas e os vegetais – alguns laticínios e sementes também estão no cardápio. Para saber o que pode e o que não pode comer, aprenda mais sobre os alimentos que estão na dieta cetogênica.

Fazer a dieta cetogênica significa entrar em um estado de cetose, onde seu corpo queima gordura ao invés de carboidratos como combustível. Para chegar lá, você precisa limitar seus carboidratos a cerca de 20 gramas (o número exato varia de pessoa para pessoa). Descubra o que não se pode comer na dieta cetogênica.

Ela ajuda a emagrecer de forma rápida e de forma eficiente, basta que você faça as refeições com combinações dos alimentos permitidos. Você pode perder até 7 quilos por semana com a dieta do cetônico, pelo método de indução à produção de substâncias cetônicas, substâncias as quais resultam em uma queima de gorduras mais intensa e eficiente através da quebra das moléculas das células com gorduras.

Como funciona a dieta do cetônico

A dieta a princípio proíbe qualquer consumo de carboidratos, a fim de estimular a produção das substâncias fundamentais para o sucesso. Essa dieta é baseada no consumo de proteínas e gorduras, pois com a carência de carboidratos, essas gorduras serão utilizadas como fonte energética para o desenvolvimento corporal. Ela é dividida em três fases e é fundamental que você respeite as regras atribuídas, caso contrário, os resultados poderão estar comprometidos. A seguir você poderá analisar as fases da dieta do cetônico.

Fase 1

É a fase chamada “zero carbo”.

São as 48 primeiras horas, e você não poderá ingerir nenhum alimento com carboidrato. Ocorre o início do processo de cetogênese, onde há a produção de energia através da quebra das moléculas de gorduras, tornando-as fonte de energia. 

Nesta fase, a ingestão de gorduras saudáveis deve corresponder a cerca de 75% do seu consumo calórico diário. Isso inclui abacate, nozes, sementes, óleo de coco, óleo MCT e ovos, por exemplo. O restante das calorias da dieta nessa etapa deve ser focado na ingestão de proteínas.

Fase 2

Você poderá iniciar a adesão do carboidrato em suas refeições, mas atente, o consumo é extremamente limitado a 20g, o que equivale a 10% do ideal diário. É permitida a ingestão de 1 fruta ao dia. Legumes e verduras também podem ser consumidos com moderação. 

É recomendado que a maioria das pessoas siga essa fase por apenas 5 ou 6 dias da semana, mas o plano pode ser prorrogado de acordo com a saúde e as necessidades de cada um

A fruta escolhida nessa fase deve ser condizente com o seu limite calórico diário e para escolher uma fruta com poucos carboidratos o ideal é buscar por aquelas que contém mais fibras – que geralmente são aquelas em que a casca e a semente podem ser ingeridas.

Fase 3

É tida como a fase final da dieta, nesse período você poderá acrescentar diversas frutas que serão liberadas para consumo em seu cardápio, porém, deve-se atentar para o índice glicêmico dela. Atenção, não é permitido comer qualquer fruta, a escolha deve ser feita entre as frutas que possuam muitas fibras e poucos acúcares. Vale lembrar que essa etapa é menos restritiva e que vários legumes também podem ser ingeridos nesta fase. 

É a fase menos restritiva da dieta do cetônico, pois você manterá os cardápios permitidos nas fases anteriores e acrescentará essas frutas nas refeições.

Em um tipo específico de dieta cetônica chamada de dieta cetogênica cíclica, é possível comer de 60 a 70 % da sua ingestão calórica diária de carboidratos durante 1 ou 2 dias. Essa estratégia serve para que suas reservas de glicogênio sejam reabastecidas por meio da quebra da cetose. Nesses dias, é indicado optar por carboidratos saudáveis e ricos em vitaminas e minerais. 

Vários profissionais julgam a quebra da cetose por um ou dois dias como benéfica para que o corpo não “acostume” com o padrão alimentar e acabe reduzindo a eficácia de queima de gordura.

Abaixo você terá informações válidas para as respectivas fases, e assim poderá optar pelas frutas que condizem com o seu paladar para essa última fase do ciclo.

Alimentos Permitidos em Todas as Fases

Esses alimentos podem ser ingeridos à vontade em todas as fases da dieta do cetônico:

  • Legumes e verduras: repolho, alface, tomate, couve-flor, couve, brócolis, pimenta, cebola, pepino, abobrinha, quiabo, nabo, rabanete, acelga, jiló, salsão, chicória, escarola, palmito, berinjela, azeitona, pimentão e salsa.
  • Bebidas adequadas: café, chá de ervas, limonada (sem açúcar é lógico, não usar limão rosa), refrigerantes DIET (preferencialmente os isentos de carboidrato).
  • Outros alimentos: creme de leite, bacon, ovos, linguiça de porco, carnes de peixe, frango, presunto cozido, queijo, nata, nozes.

Alimentos Proibidos

  • Cereais: arroz, trigo, milho;
  • Legumes: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amendoim torrado;
  • Frutas: Algumas com mais de 20% de carboidratos: banana, uva, figo, ameixa, caqui;
  • Tubérculos: batata doce, batata, salsa, mandioca;
  • Açúcares: sacarose (açúcar de cana ou beterraba), glicose (açúcar de uva), lactose (açúcar de leite), maltose (açúcar de malte), frutose ou levulose (açúcar de frutas);
  • Outros alimentos: leite, bolachas, farinha, mel, geleia, cerveja, cenoura, beterraba, maisena, macarrão, iogurte, pudim, achocolatados, salsicha, conservas, sagu, coxinha, tortas.

Alimentos Permitidos Apenas Após a Primeira Fase

É a fase considerada liberação, pois você poderá consumir diversas frutas, porém, fique de olho no índice glicêmico das suas escolhas. A composição dessas frutas deve ter menos de 10% de carboidrato. São elas: abacate, abacaxi, caju, carambola, castanha-do-pará, coco e seus derivados como o leite de coco, figo, goiaba, jaca, limão, maracujá, melão, morango, pêssego.

Vegetais sem amido como o brócolis, o tomate e as verduras em geral além dos queijos gordurosos como o cheddar, o brie, a mussarela e o queijo de cabra.

Metabolismo

Você deve atentar para as reações de seu corpo. Algumas pessoas têm facilidade para conquistar os objetivos, outras não. O fator determinante é a sua força de vontade e o funcionamento de seu metabolismo. É importante fazer combinações entre alimentos que proporcionem o equilíbrio e atividade ativa permanente de seu metabolismo. Quanto melhor ele trabalhar, mais peso você perderá. Combine alimentos que aceleram seu metabolismo e são permitidos na dieta do cetônico. Priorize os chás, o café e a limonada. Lembrando que deverá ser consumido sem adição de açúcares.

Acompanhamento de um profissional

Independente da dieta que você vá testar, é fundamental que você tenha o acompanhamento de um profissional da saúde, apenas ele será capaz de analisar o funcionamento de seu organismo, e assim orientar a melhor execução da dieta. Leve as informações da dieta do cetônico para a avaliação dele, e então analise as possibilidades.

As informações encontradas aqui são apenas um guia e a duração das fases bem como o cardápio pode variar bastante dependendo das características individuais do paciente como a presença de condições de saúde pré-existentes, a idade e os objetivos almejados com a dieta do cetônico.

Tempo restrito de adoção

É indicado que a prática da dieta do cetônico não ultrapasse 15 dias consecutivos. A dieta resulta em uma deficiência de carboidratos, então é importante que você faça interrupções para se recuperar e fortalecer seu corpo. O baixo consumo de carboidrato pode resultar em fraquezas e até hipoglicemia.

O período de interrupção deve ser de pelo menos 2 dias. Priorize seu bem estar e siga as instruções para não prejudicar sua saúde. A dieta pode sim ser adotada por longo prazo, mas é indicado que a cada 15 dias você cesse as recomendações, para que seu corpo se reestabeleça e você também se permita saborear refeições livres da dieta.

É aqui que entram um ou dois dias de carboidratos representando cerca de 70% da ingestão calórica diária. É claro que não é para sair comendo doces e carboidratos refinados por aí, mas sim consumir uma boa quantidade de carboidratos complexos e ricos em vitaminas, minerais e fibras dietéticas.

Exercícios físicos

As dietas não são milagrosas, elas oferecem benefícios, mas você pode adquirir uma qualidade melhor de vida caso adote hábitos saudáveis. Seu processo de emagrecimento não só será mais rápido, como poderá auxiliar nos períodos de interrupção recomendados entre os períodos de 15 dias de adoção da dieta do cetônico.

Você deve escolher os exercícios de acordo com as reações de seu corpo. Seu corpo estará deficiente de carboidratos, então seu nível energético também estará reduzido, o que pode ocasionar fraquezas e desmaios em atividades de alta intensidade. Busque o equilíbrio e não só orientação médica, mas o acompanhamento de um profissional qualificado de educação física. O objetivo da dieta do cetônico é a queima de gorduras acumuladas em seu corpo, os exercícios físicos intensificaram a redução dessas gordurinhas localizadas e ainda utilizará estas como fonte de energia para a execução das atividades.

Beba água

A água auxiliará na eliminação de toxinas, no fluxo da flora intestinal e manterá você hidratado. A água é indispensável em dietas, pois seu consumo também pode proporcionar o melhor funcionamento de seu metabolismo, então ela é ideal para você perder peso mais rápido. A água também pode ajudar a controlar a ansiedade e oferecer saciedade. Muitas vezes você acredita que está com fome, mas na verdade só precisa de água. O melhor de tudo é que você pode beber à vontade em todas as fases.

Abstinência de deliciosos doces

Se você é uma das pessoas que acredita não conseguir se livrar do vício de doces, pode-se utilizar uma alternativa: A gelatina diet. Ela pode ser inserida nos cardápios a partir da segunda fase. Ela pode auxiliar naqueles momentos de desejos por doces que não se enquadram na dieta adotada.

Como você deve saber, a gelatina é uma proteína e se você usar os pacotinhos livres de açúcar está tudo bem. Outra opção é comprar a gelatina sem sabor e adicionar a ela um suco de frutas (sem açúcar) de sua preferência para preparar uma gelatina natural que vai te ajudar a lidar com a vontade de comer açúcar.

Lembre-se que o açúcar vicia e que no início vai ser difícil mesmo cortar as fontes de açúcar na sua dieta. Mas conforme os dias forem passando, vai ficando cada vez mais fácil aderir a dieta do cetônico.

Variedade de reações

Foi dito que você poderá perder até 7 kg em uma semana, mas não se aprisione a essas metas. Cada organismo reage de uma forma, é importante que você reconheça os efeitos que estão ocorrendo em você. Não se preocupe se você emagrecer pouco, é exatamente nesse momento que os profissionais poderão auxiliar. O essencial para você conquistar o peso que deseja é a determinação, acredite e se dedique.

Se você seguir as restrições alimentares à risca e conseguir incluir a prática de exercícios físicos regulares no seu dia a dia, é bem provável que você perca uma quantidade significativa de peso. Para resultados ainda melhores, o ideal é procurar ajuda de um nutricionista para que ele adapte a dieta do cetônico as suas reais necessidades.

Cardápio

Sabemos que as escolhas de alimentos é difícil em uma dieta, principalmente em uma dieta tão restritiva quanto à dieta do cetônico. Para ajudar, agora daremos dicas de cardápio para o seu processo de perda de peso.

Dicas para café da manhã

  • Omelete
  • Ovos cozidos
  • Chá
  • Café
  • Presunto
  • Queijo (qualquer tipo)
  • Salaminho

Dicas para almoço

  • Salada à vontade
  • Frango
  • Carne de porco
  • Peixe
  • Camarão
  • Atum
  • Linguiça caseira
  • Ovos Mexidos ou cozidos
  • Omelete

Dicas para jantar

  • Salada
  • Carnes magras
  • Queijos (qualquer tipo)

Fontes consultadas:

Você já tinha ouvido falar na dieta do cetônico? Acredita que conseguiria segui-la e acompanhar este cardápio à risca? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (68 votos, média: 3,85 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

68 comentários em “A Dieta do Cetônico – Como Funciona, Cardápio e Dicas”