Dieta para Vesícula Biliar Inflamada – Alimentos e Dicas

Especialista:
atualizado em 13/04/2020

A vesícula biliar é um órgão que fica localizado abaixo do fígado e do lado direito do abdômen. Sua função principal é a de armazenar e concentrar a bile, uma enzima digestiva que é produzida pelo fígado.

O órgão serve como uma espécie de reservatório para a bile quando ela não está sendo utilizada na digestão. A função da enzima no processo digestivo é a de decompor gorduras. A bile também drena produtos residuais do fígado para o duodeno, que é uma parte do intestino delgado.

A inflamação da vesícula biliar

A inflamação da vesícula biliar também é conhecida pelo nome de colecistite e é desenvolvida quando a conexão entre a vesícula biliar e o fígado é bloqueada. Isso faz com que a bile recue, o que resulta em uma vesícula biliar inflamada.

Uma vez que o órgão encontra-se inflamado, ele aumenta de tamanho, fica avermelhado e o acúmulo de fluido que ocorre nele pode provocar uma infecção secundária. Acredita-se que aproximadamente 90% das inflamações na vesícula biliar aconteçam por conta de cálculos biliares.

As chances de ter inflamação na vesícula biliar aumentam com a idade e pessoas com mais de 60 anos apresentam maiores chances de desenvolver a doença.

Outros fatores de risco associados à condição são: o fato de ser mulher, gravidez ou o fato de ter tido diversas gestações, fazer terapia de reposição com estrogênio, o uso de pílulas anticoncepcionais, obesidade, uma perda de peso rápida, uma dieta rica em gorduras e o histórico de cálculo biliar.

Entre os sintomas de uma vesícula biliar inflamada, encontram-se: dor na parte superior direita do abdômen que irradia para o ombro direito, náusea, vômito, ausência de apetite, febre e mal-estar. Com o passar do tempo, a dor da colecistite se intensifica.

Entretanto, para crianças e idosos, os sintomas da doença podem ser vagos e eles podem não apresentar dor ou febre, apenas reclamar de mal-estar, falta de apetite e fraqueza. Somente cerca de 15% dos pacientes com inflamação na vesícula biliar experimentam a icterícia (amarelamento na pele, mucosas e/ou olhos).

Uma vez que esses sintomas forem experimentados, é fundamental buscar rapidamente a ajuda médica para receber o diagnóstico e saber como deve ser o tratamento e a dieta para vesícula biliar inflamada.

O tratamento da vesícula biliar inflamada 

O tratamento da colecistite geralmente envolve uma permanência hospitalar para controlar a inflamação na vesícula biliar.

O médico ainda pode indicar o uso de medicamentos para dor ou antibióticos, a injeção de fluidos por meio da veia para evitar a desidratação e até mesmo um procedimento cirúrgico.

A dieta para vesícula biliar inflamada

O médico pode indicar inicialmente que o paciente permaneça em jejum, sem beber ou comer alimentos, para tirar o estresse da vesícula biliar que se encontra inflamada.

A Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos recomenda que uma dieta para vesícula biliar inflamada seja pobre em gorduras saturadas, já que a vesícula biliar é importante justamente para a digestão de gorduras.

É aconselhado escolher produtos laticínios pobres em gorduras, cortes magros de carne e encontrar alternativas para substituir produtos como manteiga e maionese, por exemplo. Alguns exemplos de carnes magras são aves e peixes.

O paciente deve tornar a leitura das tabelas nutricionais de alimentos processados um hábito (o que ajudará a identificar o teor de gorduras presente nos produtos) e trocar comidas ricas em gorduras por opções mais saudáveis.

Por outro lado, existem ainda alguns alimentos que podem agravar a colecistite que o paciente também deve ter ciência para evitar em sua dieta para vesícula biliar inflamada.

A lista inclui carboidratos refinados, bebidas alcoólicas, produtos laticínios ricos em gorduras, carnes gordurosas, frituras e comidas oleosas, por exemplo. Muitas fibras nas refeições também pode piorar os sintomas da colecistite, caso elas provoquem gases.

Quem sofre com a condição pode conseguir tolerar somente quantidades pequenas de alimentos como repolho, feijões, couve-flor, brócolis e produtos à base de grãos integrais, que são ricos em fibras.

Vale alertar ainda que quem sofre com a doença necessita evitar o consumo excessivo de farinha branca, açúcar e alimentos altamente processados. O paciente também pode ser intolerante aos alimentos picantes.

Fazer refeições menores mais vezes ao dia

Uma orientação para a dieta para vesícula biliar inflamada é a de fazer entre cinco e seis refeições menores por dia para permitir que a bile seja normalizada no trato digestivo.

Uma refeição grande pode derrubar o organismo e provocar um espasmo na vesícula biliar e nos canais biliares.

Importante 

Lembramos que ao receber o diagnóstico de que tem a doença, você deve seguir todas as orientações do médico (incluindo as recomendações sobre a alimentação) em relação ao tratamento, tendo em vista as particularidades do seu quadro.

Os dados passados aqui servem para termos uma noção de como as coisas podem funcionar, entretanto, jamais substituem o diagnóstico e a prescrição de um médico.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já precisou seguir uma dieta para vesícula biliar inflamada após receber o diagnóstico de um médico? Quais foram as partes mais difíceis de seguir? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média: 3,69 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

5 comentários em “Dieta para Vesícula Biliar Inflamada – Alimentos e Dicas”

  1. Eu estou passando uma luta feia com a vesícula, estou com dores diárias, tomando remédios de 6 em 6 horas se não sinto muita dor a ponto de e para o hospital tem 1 semana q estou assim acordando e dormindo com dor. Estou procurando em tudo o q eu posso comer. É estou tomando todos os cuidados mais mesmo assim estou tendo fortes dores,ainda mais depois das refeições.
    Estou com uma dieta próxima em gordura e estou comendo só alimentos integrais. Tá sendo muito difícil. Vou e procura as autoridades da saúde para ver se consigo a ajuda de alguém para antecipa minha cirurgia. Estou passando uma luta feia pois tenho uma filha de apenas 3 meses q já nem rescebe o leite materno mais de tanto remédio q tomo resolvi tira.