Cirurgia de vesícula emagrece ou engorda?

Especialista da área:
atualizado em 07/04/2022

A cirurgia de vesícula é um procedimento bastante comum, e quase sempre causam uma série de dúvidas, como: ela engorda ou emagrece? Posso levar uma vida normal depois da operação? Vou sentir dor no pós operatório?

Mas saiba que essas dúvidas são normais, e devem ser tiradas antes da cirurgia, para evitar angústias desnecessárias.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, no decorrer do artigo vamos entender o que é a vesícula e quais os problemas que podem afetar esse órgão, além de descobrir se a cirurgia engorda ou emagrece.

Veja também: Dieta para pedra na vesícula – O que comer e dicas

O que é a vesícula biliar?

vesícula biliar
A vesícula biliar armazena a bile que é produzida pelo fígado

A vesícula biliar é um pequeno órgão em formato de pera, e tem como função armazenar a bile que é produzida pelo fígado.

A bile tem em sua composição substâncias, chamadas de “ácidos biliares”, que auxiliam na digestão de gorduras através de sua emulsificação.

Isso ocorre quando a bile é liberada no intestino delgado durante o processo de digestão.

  Continua Depois da Publicidade  

Problemas que atingem a vesícula biliar

Mesmo sendo um órgão tão pequeno, alguns problemas podem atingir a vesícula biliar, como:

  • Colecistite: É a inflamação da vesícula, que pode ou não estar ligada a presença de algum cálculo biliar.
  • Colelitíase, ou cálculos biliares: As substâncias presentes na bílis podem cristalizar na vesícula biliar, formando cálculos biliares. Mas, apesar de ser algo comum e geralmente inofensivo, esses cálculos podem, às vezes, causar náusea, dor ou inflamação.
  • Pancreatite biliar: Neste caso, um cálculo biliar pode bloquear os dutos responsáveis por drenar o pâncreas, e, como resultado, pode ocorrer uma inflamação do pâncreas, que é uma condição séria de saúde.
  • Câncer de vesícula biliar: Embora seja uma condição rara, o câncer pode afetar a vesícula biliar. Além disso, esse é um problema difícil de diagnosticar e geralmente é encontrado nos estágios finais, que é quando os sintomas, parecidos com os de cálculo biliar, aparecem. 

Quando a cirurgia de vesícula é indicada?

Dor na vesícula
São três situações em que a retirada da vesícula é recomendada

A cirurgia para retirada da vesícula biliar, que também é chamada de colecistectomia, é um procedimento muito comum, e não impede que o fígado produza a bílis necessária para digerir as gorduras.

Assim, a remoção da vesícula biliar é indicada nos seguintes casos:

  • quando a pessoa desenvolve pedras na vesícula
  • em casos de câncer que envolva o órgão
  • em casos de pancreatite biliar.

A cirurgia de vesícula emagrece ou engorda?

Depois que uma pessoa passa pela cirurgia de remoção da vesícula biliar, é bem possível que ocorra uma certa perda de peso. Isso normalmente ocorre pelos seguintes motivo:

  • Manutenção de uma dieta leve: Durante a recuperação, a carne vermelha, os alimentos que causam gases e os alimentos condimentados são evitados, pois podem piorar os sintomas gastrointestinais.
  • Eliminação de alimentos gordurosos: Após a cirurgia, você pode sentir dificuldade em digerir alimentos gordurosos até que seu corpo se adapte novamente. Por esse motivo, o médico pode recomendar que se evite frituras e outros alimentos ricos gordura.
  • Porções menores: Durante algumas semanas após a cirurgia, pode ser que você não consiga ingerir grandes quantidades de comida de uma só vez. Por isso, provavelmente terá que comer mais vezes ao dia, porém porções menores.
  • Diarreia: Um potencial efeito colateral que faz com que as pessoas acreditem que a cirurgia da vesícula emagrece é a diarreia. Entretanto, esse sintoma melhora após algumas semanas.

Assim, durante a recuperação, boa parte das pessoas que fazem a cirurgia de retirada da vesícula acabam emagrecendo um pouco. 

Entretanto, algumas semanas após a cirurgia os médicos normalmente autorizam que você volte à dieta normal, e é possível que os quilinhos perdidos retornem, caso as mudanças no estilo de vida não sejam mantidas.

  Continua Depois da Publicidade  

Controle de peso após a cirurgia

Se você notou o ganho de alguns quilinhos extras após a cirurgia, você deve entender que as dietas da moda e “soluções rápidas” não apenas são ineficazes, como também podem ser perigosas para a sua saúde. Por isso, as formas mais seguras de perder peso são:

  • Ser uma pessoa mais ativa, praticando atividades físicas regularmente
  • Manter uma dieta bem equilibrada, rica em vegetais, frutas, laticínios com baixo teor de gorduras
  • Eliminar as calorias vazias de gorduras e açúcares, como por exemplo os doces e bebidas açucaradas.

Entretanto, é muito importante seguir as orientações médicas com relação ao período necessário para o retorno à prática dos exercícios físicos.

Efeitos colaterais comuns da cirurgia

Enjoada
Náuseas e indigestão são comuns após a cirurgia de vesícula

Os efeitos colaterais da cirurgia devem durar apenas algumas semanas e, caso durem mais do que isso, é importante conversar com seu médico. Os mais comuns incluem:

Além disso, existem alguns sintomas que podem ser sinal de que algo não vai bem, e devem ser comunicados ao médico rapidamente. São eles:

  • Febre
  • Vômitos e náuseas que não desaparecem
  • Feridas na pele que permanecem vermelhas, quentes, doloridas ou escorrendo
  • Agravamento da dor de estômago
  • Constipação intestinal
  • Icterícia, que é a coloração amarelada dos olhos e da pele
Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar que cirurgia de vesícula biliar emagrece ou engorda? Conhece alguém que tenha passado por isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário

2 comentários em “Cirurgia de vesícula emagrece ou engorda?”

  1. Fiz a cirurgia há 20 dias, emagreci 3,5kg. Não consigo ingerir alguns alimentos e nem porções grandes. Sinto muito pouco fome.

    Responder